conecte-se conosco


Mato Grosso

Orgulho e dedicação marcam carreira de servidores do Procon-MT

Publicados

em

A semana do consumidor 2019 chegou ao fim, mas a luta pela garantia dos direitos dos consumidores segue firme em Mato Grosso. Por trás desse trabalho, dezenas de servidores se dedicam a fiscalizar, orientar e mediar conflitos. Muitos deles, já aposentados, orgulham-se de terem feito parte dessa missão.

São pessoas como Margarida Amorim, 80 anos, que é inspiração para os mais jovens. Ao entrar no Procon-MT, onde trabalhou no setor de cadastramento dos consumidores, recebe abraços, elogios e sorrisos por onde passa. Orgulhosa da memória que construiu, retribui o carinho com toda a sabedoria e paciência que a idade lhe proporcionou.

“Eu fazia as fichas das pessoas que procuravam o Procon-MT. Gostava muito do meu serviço, fazia aquilo com amor, sempre procurei fazer o meu melhor. Ajudava as pessoas no que eu podia e buscava me informar com meus colegas quando tinha algo que eu não sabia”, recorda Margarida, aposentada desde 2000.

O tempo de casa também faz de Mariza Beatriz Souza, 61 anos, um exemplo a ser seguido. Ela tem 37 anos de Procon-MT, mas sua história enquanto servidora do Estado começou muito antes, quando ela tinha apenas 12 anos. “Comecei no antigo Ipemat [Instituto de Previdência do Estado de Mato Grosso], na época a lei permitia”, esclarece.

Veja Também:  Casal com longa ficha criminal é recapturado com mandados de prisão em aberto

Educadora por formação, Mariza atuou no Procon-MT sempre na área de educação para o consumo, utilizando para isso o universo lúdico. “Eu trabalhava por meio da arte, com bonecos, levando a crianças e adultos o código do consumidor. Fico emocionada ao lembrar daquele período”.

O trabalho de educar pela arte foi tão prazeroso durante as mais de três décadas de Procon-MT que Marisa absorveu isso para a vida particular. Hoje, trabalha com idosos em um grupo de dança sênior. “Trabalho com educação para idosos. Tenho um personagem que interpreto, que é o Charles Chaplin, e por meio da arte falo sobre prevenção a doenças articulares e Alzheimer”, orgulha-se.

Tanto Margarida quanto Mariza foram homenageadas pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) no Dia Mundial no Consumidor – 15 de março – junto a outros 48 servidores do Procon-MT. A iniciativa partiu do deputado estadual João Batista, que assumiu a vice-presidência da Comissão de Defesa do Consumidor da AL-MT. “Nós não estaríamos comemorando essa data se não fosse o empenho e o trabalho de todos os servidores envolvidos”, frisou.

Veja Também:  MT é responsável por 74,6% da produção de etanol

Secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Gisela Simona agradeceu em nome de todos os colaboradores da instituição. “A cada um dos servidores, o nosso muito obrigada por tudo que fizeram e fazem pela defesa do consumidor. Que continuem, aposentados ou não, lutando por essa causa que é digna”.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Segunda-feira (03): Mato Grosso registra 365.406 casos e 9.901 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Há 464 internações em UTIs públicas e 337 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 87% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias

Fernanda Nazário | SES-MT

Um total de 317.703 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (03.05), 365.406 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.901 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.558 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 365.406 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 9.823 estão em isolamento domiciliar e 345.626 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 464 internações em UTIs públicas e 337 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 87,55% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (77.639), Rondonópolis (26.853), Várzea Grande (24.812), Sinop (19.198), Sorriso (12.721), Tangará da Serra (11.943), Lucas do Rio Verde (11.407), Primavera do Leste (10.117), Cáceres (7.789) e Alta Floresta (6.996).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 317.703 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 759 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No domingo (02), o Governo Federal confirmou o total de 14.754.910 casos da Covid-19 no Brasil e 407.639 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 14.725.975 casos da Covid-19 no Brasil e 406.437 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta segunda-feira (03).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: Assessoria

 

Veja Também:  Duas menores são apreendidas quando traziam droga de Goiás para Mato Grosso

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Lei autoriza visitas espirituais de capelães em UTIs e enfermarias de MT

Publicados

em

Governador Mauro Mendes sancionou a Lei, proposta do deputado Dilmar Dal Bosco, publicada no Diário Oficial no dia 29.
De autoria do deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) foi sancionada pelo Governador Mauro Mendes, a Lei 11.347, que assegura atendimento espiritual realizado por capelães de quaisquer ordens religiosas, cumprindo todos os protocolos de medidas preventivas que as respectivas Diretorias Técnicas das instituições de saúde e autoridades sanitárias expedirem.
Deputado Dilmar explicou que em decorrência da pandemia da Covid-19, este tipo de prestação de assistência espiritual e religiosa de pacientes internados nos leitos e nas UTIs é fundamental para o paciente e para a família.
“O conforto e o acalento de uma oração significa amor, compaixão,  empatia, o que é muito importante em um momento de desespero dos familiares a assistência espiritual e religiosa dos pacientes internados nos leitos e nas UTIs e, a partir de agora, será assegurada pelas instituições hospitalares, desde que respeitadas às normas e protocolos dessas instituições e a condição clínica do paciente” disse Dilmar.
Deputado ainda explicou que as instituições de saúde devem afixar em local acessível os protocolos relacionados à prestação espiritual, bem como disponibilizar todos os instrumentos de orientação clínica.
“Algumas instituições já autorizam este tipo de assistência aos enfermos, porém, em decorrência da pandemia da Covid-19, o trabalho espiritual demandado pela capelania nos cuidados desses pacientes, aumentou muito nos últimos anos e nós, como cristãos, somos sabedores da importância da espiritualidade na vida do ser humano” finalizou Dilmar.
A Lei será aplicada aos denominados hospitais de campanha. As instituições de saúde poderão disponibilizar recursos tecnológicos para sua realização, quando solicitado pelo paciente ou pela família, no caso de impossibilidade de visita familiar ou atendimento espiritual presencial. 
A Lei 11.347, de 28 de abril de 2021, foi sancionada e publicada no Diário Oficial deste dia 29 de abril de 2021.
Fonte: Assessoria – JUNIOR POYER / Gabinete do deputado Dilmar Dal’Bosco
Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  MT é responsável por 74,6% da produção de etanol
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana