conecte-se conosco


Mato Grosso

Ouvidoria da Mulher do Judiciário é canal especializado para receber demandas de violência doméstica

Publicados

em


A Ouvidoria da Mulher do Poder Judiciário de Mato Grosso é um serviço que amplia o suporte às vítimas de violência doméstica e familiar. Um canal de comunicação direta com a sociedade para recebimento e encaminhamento de denúncias, sugestões, presta informações sobre andamentos processuais sobre o tema e promove a escuta ativa da mulher.
 
A ferramenta, de fácil acesso pela internet, é mais um canal de acesso oferecido pela Justiça estadual que pode ser utilizado por qualquer pessoa para fazer denúncias de crimes de violência doméstica contra a mulher em Mato Grosso, por exemplo.
 
De acordo com a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, a Ouvidoria da Mulher é mais uma porta de entrada para que as demandas sejam devidamente encaminhadas e uma forma de ampliar e se conectar com as redes de atendimento.
 
“A violência contra a mulher requer ações céleres para minimizar o sofrimento e o impacto daquelas que sofrem qualquer tipo de crime. Mais este canal que colocamos à disposição de toda a população para auxiliar nas denúncias e para o recebimento de várias outras demandas é uma forma de agilizar os encaminhamentos que ali chegarem e prestar o devido atendimento às vítimas”, disse a presidente.
 
Para a presidente do Conselho Estadual da Mulher, Gláucia Amaral, a disponibilização desta ferramenta pelo Poder Judiciário de Mato Grosso é de grande importância, principalmente para as vítimas de violência doméstica.
 
“É muito importante as mulheres que são vítimas de violência sentirem que o Poder Judiciário as acolhe, as atende e que o procedimento caminha no sentido de fazer justiça naquelas situações. A Ouvidoria da Mulher é extremamente importante para quem tem processo em tramitação e deseja realmente suprir essa sua necessidade de informações, de comunicação e de ter essa sensação de que o procedimento caminha no sentido de resolver o problema.”
 
Segundo Gláucia Amaral, canais de comunicação e acesso como a Ouvidoria da Mulher são eficientes para o propósito que foram criados. “Tanto para as partes justamente se sentirem amparadas para que elas possam tratar do seu processo e ver uma resposta daquela queixa que elas tenham naquele momento, e seja útil para o próprio Judiciário, pois pode-se fazer uma medição do que está acontecendo nas determinadas situações”, concluiu.
 
Serviço – para fazer qualquer manifestação na Ouvidoria da Mulher basta acessar o site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso: www.tjmt.jus.br , no banner específico ou pelo ClickJud e preencha o formulário eletrônico.
 
Você também pode fazer contato por e-mail: [email protected] 
 
Quebre o Ciclo – Várias ações voltadas ao enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a mulher são realizadas na gestão da presidente Maria Helena Póvoas, que tem como uma das bandeiras a equidade de gênero. Uma dessas iniciativas é a campanha “Quebre o Ciclo – A vida recomeça quando a violência termina”, com objetivo de levar informação e mostrar que as mulheres vítimas de violência não estão sozinhas.
 
 
Diversas ações são promovidas para difundir as orientações por meio da imprensa, além de formar parcerias com os poderes e instituições para fortalecer, nos municípios, a rede de proteção à mulher vítima de violência doméstica, entre outras.
 
 
Acesse AQUI o hotsite da campanha.
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Veja Também:  Boas Ideias e Soluções: inscrições para 5º Concurso TCE/BIS se encerram nesta segunda-feira (12)

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Primeira-dama de MT participa de inauguração do ‘Núcleo Florescer’ do projeto Chita & Fuxico

Publicados

em


Neste sábado (25.09) aconteceu a inauguração do segundo núcleo de produção formal do Chita & Fuxico da BPW, que tem como embaixadora do projeto a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. O Núcleo Florecer foi instalado no instituição Seara de Luz, no bairro Liberdade, em Cuiabá.

O objetivo do núcleo é ser um espaço que receba mulheres em situação de vulnerabilidade social, para dar qualificação a elas através da costura, tendo como principais elementos a chita e o fuxico, gerando renda as assistidas. Outro objetivo também é fazer do projeto ‘Chita & Fuxico’ uma grife regional, com projeção para o mercado da moda em nível nacional e internacional. Esse é o segundo núcleo instalado, tendo como primeiro o Núcleo Flor Ribeirinha, localizado no Quintal da Domingas no bairro São Gonçalo Beira Rio.

“É gratificante receber esse projeto e sermos prestigiadas pela primeira-dama Virginia Mendes aqui no Seara de luz. Esse projeto ampara as mulheres em situação de vulnerabilidade social. É uma oportunidade de trabalho e de qualificação profissional de “ensinar a pescar”, e é isso que a gente quer, criar maneiras para que as pessoas caminhem com as suas próprias pernas e saiam da exclusão”, contou Elione Fátima, presidente da Seara de Luz.

Veja Também:  Jovem que aparece em vídeo sendo executado no Paraná era da região de Tangará da Serra

A inauguração de hoje uniu a força dos projetos Chita & Fuxico e a MT Mamma – Amigos do Peito, que já reforça a importância da Campanha Outubro Rosa 2021. Juntos, os dois projetos criaram a coleção ‘Mamma&Chita’, que traz uma edição limitada de camisetas e máscaras da campanha Outubro Rosa customizada pelas mulheres ribeirinhas assistidas pelo projeto. Essa união irá proporcionar renda em prol das pessoas em tratamento e pós-tratamento do câncer de mama e de mulheres ribeirinhas em situação de vulnerabilidade social, já que o valor arrecado na venda será dividido entre os dois projetos.

Durante a inauguração aconteceu o desfile da coleção ‘Mamma&Chita’ que mostrou a edição limitada das camisetas da MT Mamma customizadas. A primeira-dama de Mato Grosso abriu o desfile acompanhada por sua filha, Maria Luiza.

“A Virginia Mendes veio abrilhantar o nosso desfile, entrando com a sua filha Maria Luiza. Esse gesto reforça a importância dos dois projetos e fortalece as nossa ações”, disse Zilda Zompero, coordenadora da comissão de responsabilidade social da BPW.

“Estou muito feliz por fazer parte desses projetos! É a união de duas causas extremamente importantes que dá forças para as mulheres que lutam contra o câncer e também às mulheres que precisam de uma renda para manterem o seu lar. Me sinto honrada por estar aqui e poder contribuir com essas ações”, disse a primeira-dama de Mato Grosso.

Veja Também:  Dr. Leonardo comemora liberação de R$ 61 milhões para saúde de Mato Grosso

Para a diretora administrativa da MT Mamma, Margarete Torres é muito importante ter o apoio da primeira-dama Virginia Mendes na união desses ações. “A primeira-dama representa todas as mulheres do Estado, para nós é uma honra termos o apoio dela nesse projeto, porque ela sabe a importância da causa social e da ajuda ao próximo. É uma mulher que faz a diferença, que é voluntária e que faz realmente as coisas acontecerem. A Virginia Mendes tem o poder de sensibilizar as pessoas e isso é muito importante para as causas sociais”, ressaltou Margarete.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sábado (25): Mato Grosso registra 534.389 casos e 13.765 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (25.09), 534.389 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.765 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 278 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 534.389 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.511 estão em isolamento domiciliar e 516.350 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 124 internações em UTIs públicas e 81 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,24% para UTIs adulto e em 13% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (110.543), Várzea Grande (37.671), Rondonópolis (37.587), Sinop (25.825), Sorriso (18.165), Tangará da Serra (17.684), Lucas do Rio Verde (15.576), Primavera do Leste (14.674), Cáceres (11.785) e Barra do Garças (10.552).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Mato Grosso recebe 119.260 doses de vacina contra a Covid-19 nesta sexta-feira (06) e sábado (07)

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (24.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.327.616 casos da Covid-19 no Brasil e 593.663 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.308.178 casos da Covid-19 no Brasil e 592.964 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (25.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Secretários de Segurança debatem combate integrado à violência na Amazônia Legal

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana