conecte-se conosco


Mato Grosso

Para reduzir custos com alugueis, Governo planeja usar Arena Pantanal para eventos

Publicados

em

Utilizados apenas durante a Copa do Mundo, os dois telões da Arena Pantanal voltam a funcionar no confronto entre Mixto e Chapecoense, quarta-feira (06), pela Copa do Brasil. O gramado do campo já está em ordem e os alvarás definitivos do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária já estão sendo providenciados.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, essas e outras benfeitorias com vistas a revitalizar o maior estádio de Mato Grosso são prioridades de gestão. “Também estamos com um plano emergencial efetuar reparos o quanto antes”.

Kardec nesta semana está fazendo despachos e atendimentos direto da Arena Pantanal. E a convite dele, o governador Mauro Mendes fez uma visita às dependências do estádio, na quarta-feira (27). “Na condição de engenheiro, o governador tem muita propriedade sobre o assunto e se sensibilizou com as demandas urgentes para que a Arena volte a ser utilizada em sua plenitude”.

O governador, por sua vez, assistiu ao teste no telão, caminhou pelas galerias e checou pessoalmente as instalações da Arena Pantanal. No local, também funciona a Escola Arena, que retoma as atividades em abril. 

Veja Também:  AL quer homenagear Adriano Silva com nome de escola técnica

Assim que o espaço for transformado, o secretário idealiza ainda a instalação do 10º Batalhão da Polícia Militar dentro da Arena. Um estudo já teve início para avaliar a viabilidade, que seria uma economia para o Estado, que deixaria de pagar aluguel, já que hoje funciona em um local alugado. “Estamos bastante abertos a essa possibilidade que trará economia aos cofres públicos e ainda traz mais segurança para a Arena e o entorno dela”. 

O Estado também vai analisar a viabilidade de transformar uma das alas do estádio em um Centro de Eventos. “São alternativas que estamos estudando. Nós alugamos durante o ano todo espaços em dezenas de situações. Se for viável, nós queremos fazer daqui um bom espaço para ser ocupado com os eventos do governo”, adiantou Mauro Mendes, frisando que tudo será pensado para que a Arena continue com sua estrutura voltada também para atender aos jogos de futebol.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Estado inicia tratativas para implementar sistema de gestão completo para combate aos incêndios

Publicados

em

Por

Com o objetivo de conhecer novidades sobre práticas e tecnologia de combate aos incêndios, uma comitiva de Mato Grosso participou da Feira Internacional de Combate a Incêndio, Proteção Civil, Resgate e Segurança, a Interschutz. O evento aconteceu entre os dias 20 e 25 de junho, em Hannover, na Alemanha.

“As agendas técnicas que participamos já possibilitaram que iniciássemos as tratativas para que Mato Grosso seja o pioneiro em um sistema completo de gestão do combate aos incêndios florestais”, afirma a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti. O modelo de gestão que seria implementado como um projeto piloto, possibilita monitorar desde os insumos utilizados, até o dimensionamento das áreas que tiveram o combate aos incêndios, focos de calor, e as cicatrizes de queimadas.

Entre os equipamentos apresentados, alguns podem facilitar o combate aos focos de calor e facilitar esta tarefa aos bombeiros militares, como por exemplo, um caminhão de combate aos incêndios, totalmente elétrico, que é preparado para terrenos de difícil acesso.

“Por ser uma tecnologia alemã, e por termos o financiamento do Programa REM, que tem o apoio do governo Alemão, mostrando o compromisso do Governo de Mato Grosso e como essas inovações podem nos auxiliar, vamos pleitear receber agumas dessas ferramentas. Queremos continuar sendo um estado que se destaca pelo uso da tecnologia em favor do meio ambiente”, explica a gestora.

Veja Também:  Governo faz diagnóstico do Distrito Industrial de Cuiabá em busca de melhorias

Também foi apresentado um sistema de monitoramento de satélite que mostra quase em tempo real os focos de calor. Esse sistema é chamado de plataforma de predição de incêndios florestais, e poder conhecer a ferramenta de perto demonstrou a importância para um combate mais efetivo do fogo, destaca a comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), tenente-Coronel BM Jusciery Rodrigues Marques.

“Conhecemos nesta visita as tecnologias, equipamentos e materiais de vários países, e pudemos selecionar quais seriam mais adequadas para serem implementadas aqui em Mato Grosso”, explica. 

Também participaram da agenda no exterior o secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Alessandro Borges, e o diretor Operacional do CBMMT, coronel BM Aluísio Metelo Junior.

Interschutz

O evento reúne autoridades e especialistas como a maior feira do mundo sobre serviços de incêndio, salvamento, defesa civil e segurança. Foram apresentados durante cinco dias inovações sobre a proteção civil, combate a incêndios, soluções de comunicações e centro de controle, serviços de resgate, equipamentos de proteção e prevenção de incêndios.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre 104 ordens judiciais contra lideranças e membros de organização criminosa

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mato Grosso tem queda no registro dos casos de Feminicídio em 2022

Publicados

em

Por

Mato Grosso registrou 18 casos de Feminicídio de janeiro a maio de 2022 no Estado. De acordo com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), o número representa queda de 5% nos casos registrados, em comparação ao mesmo período do ano passado.
 
Em números totais, o Estado registrou 43 casos de Feminicídio em 2021. No mesmo período, o país registrou 1341 casos de homicídios praticados contra mulheres em decorrência do gênero das vítimas. O levantamento foi realizado pelo 16º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (28 de junho).
 
 
Para divulgar e combater os casos de ações penais de violência contra a mulher, a Cemulher disponibiliza em seu hotsite o mapa de casos registrados de violência doméstica no Estado, dividido por Comarca. Até maio de 2022, foram registrados 1.556 casos. A Comarca da Capital lidera os registros com 383 registros, em segundo lugar está a Comarca de Primavera do Leste, com 88 casos, e em terceiro a Comarca de Várzea Grande, com 77 casos registrados. Em 2021 foram registrados 4.256 casos por todo Estado.
 
 
 
SOS Mulher MT – Botão do Pânico Virtual – O aplicativo completou no mês de junho um ano de funcionamento e permite o acesso ao Botão do Pânico, uma espécie de pedido de socorro no formato virtual, quando o agressor descumpre a medida protetiva. A presidente do Poder Judiciário de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, e o delegado-geral da PJC-MT, Mário Dermeval, apresentaram as informações e novidades para a ferramenta durante coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (24 de junho).
 
Onde baixar o aplicativo – O aplicativo é gratuito e está disponível nas lojas PlayStore e AppStore nos telefones e tablets.
 
Além do aplicativo, a parceria entre Governo do Estado e Poder Judiciário lançou o site ‘Medida Protetiva On-line’, que possibilita à mulher vítima de violência solicitar a medida protetiva sem a necessidade se deslocar até uma delegacia.
 
Clique neste link para acessar o site ‘Medida Protetiva On-line’. (https://sosmulher.pjc.mt.gov.br/)
 
Estatística – De acordo com o Sistema Omni, da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso, os números de medidas protetivas de urgência são crescentes ao longo dos anos.
Em 2019 foram 7.926 autorizações de medidas protetivas; em 2020, 8.184 e em 2021 foram concedidas 10.268. Até 22 de junho de 2022, o Judiciário concedeu 4.902 medidas protetivas de urgência.
 
Nº de mulheres que estão usando o Botão do Pânico Virtual em MT: 3.673
Nº de acionamentos do Botão do Pânico Virtual desde o lançamento: 231
Nº de medidas protetivas concedidas em MT, de janeiro a 23 de junho de 2022: 4.902
Nº de medidas protetivas solicitadas on-line pelo SOSMULHER: 84
Ações penais de violência contra a mulher em MT, em tramitação de janeiro a 23 de junho de 2022: 1.752
 
Demais estatísticas podem ser obtidas no hotsite da campanha Quebre o Ciclo.
 
Marco Cappelletti/ Ilustração: Freepik
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Veja Também:  Municípios do Consórcio Alto do Rio Paraguai participam de capacitação no GeoCidades

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana