conecte-se conosco


Policial

Parceria entre PRF, MP e judiciário busca reduzir crimes de trânsito em Rondonópolis

Publicados

em

Motoristas participam de palestras com a PRF para tentar suspensão do processo e penas alternativas

Tentar reduzir os crimes de trânsito em Rondonópolis e região, especialmente os relacionados à embriaguez ao volante. Esse é o objetivo de uma parceria desenvolvida entre Polícia Rodoviária Federal (PRF), Poder Judiciário e Ministério Público.

Motoristas envolvidos em crimes de trânsito menos graves têm a possibilidade de cumprir pena alternativa e o processo suspenso, desde que cumpram alguns requisitos, entre eles, participar de palestras educativas com a PRF.

O foco da palestra é o trânsito seguro. Os agentes repassam informações sobre as infrações de trânsito que mais causam acidentes, como o não uso do cinto de segurança, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante. Vídeos e notícias de acidentes reais são apresentados aos condutores e a forma correta de agir no trânsito para evitar as tragédias.

Duas edições da palestra já foram realizadas e 36 pessoas atendidas. A última ação ocorreu na terça-feira (12), no auditório do Tribunal do Júri.

Veja Também:  PM prende mulher com mais de 40 kg de drogas e 165 munições de diversos calibres

A ideia surgiu diante do número de delitos de trânsito, especialmente relacionados à embriaguez ao volante, que tramitam na 2a Vara Criminal de Rondonópolis e Ministério Público. A juíza Aline Luciane Ribeiro Viana Quinto Bissoni colocou a participação nas palestras como uma das condições para suspensão condicional do processo em alguns casos. A intenção é conscientizar os condutores sobre a importância de seguir as normas de trânsito a fim de evitar os acidentes.

“A participação de pessoas denunciadas por crimes de trânsito de médio potencial ofensivo nas palestras ministradas pela Polícia Rodoviária Federal tem ensejado real sensibilização dos atores do trânsito, no sentido de transformar seu comportamento e, com isso, minorar a violência e os acidentes nesse âmbito. Criar um ambiente em que sejam apresentados dados e informações, de forma interativa e dinâmica, certamente contribui – e muito – para uma verdadeira reflexão daqueles que conduzem veículos, primeiro passo para que haja uma real transformação e redução das lesões e mortes no nosso trânsito. Agradecemos a disponibilidade da PRF, por meio do policial Jeferson Conturbia Neves, que permite que seja atendida essa importante condição proposta pelo Ministério Público nas suspensões condicionais do processo”, destaca a juíza.

Veja Também:  Segunda Corrida Maria da Penha envolve comunidade de Barra do Garças pelo fim da violência doméstica

Para a suspensão condicional do processo é preciso não ter outro registro criminal (ação penal em andamento ou condenação). No prazo de dois anos, também é necessário cumprir outras condições estabelecidas pelo juízo, que então verificará a possibilidade de extinguir a punibilidade.

Texto: Neocleciana Gonçalves – Nucom PRF/MT

(Reprodução mediante citação: Agência PRF)

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Dois homens com mandado de prisão em aberto são detidos na BR 364

Publicados

em

No dia de ontem (11), a Polícia Rodoviária Federal realizou a detenção de dois indivíduos foragidos da justiça.

A primeira ocorrência aconteceu no município de Santo Antônio de Leverger, quando um veículo foi parado para fiscalização. Ao ser feita as verificações da documentação do veículo e do condutor, constatou-se que havia um mandado de prisão em aberto para o homem pelos crimes de furto, associação criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro.

Para o veículo também constava um mandado de busca e apreensão.

A outra ocorrência aconteceu no município de Cuiabá, quando uma equipe policial abordou um homem que transitava na rodovia.

O homem era foragido da justiça pelo crime de estupro de vulnerável. Ao saber que seria detido o indivíduo empreendeu fuga para matagal próximo ao local de abordagem, foi realizada uma busca no local, vindo a ser encontrando escondido na mata.

Diante dos fatos, os dois homens foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Veja Também:  PM prende mulher com mais de 40 kg de drogas e 165 munições de diversos calibres

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Maconha é apreendida na BR 364 em Rondonópolis

Publicados

em

Na tarde de ontem (09), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 30 kg de maconha em um ônibus.

A ocorrência aconteceu na BR 364, município de Rondonópolis, quando um ônibus foi parado para fiscalização.

Durante a verificação dos passageiros, uma mulher apresentou bastante inquietação e nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem, o que gerou suspeita por parte da equipe policial.

Indagada se possuía bagagens, informou que não possuía, porém estava em posse de tickets de bagagem despachada. Com isso, foi realizada uma busca com o cão de faro no compartimento externo, o qual indicou presença de ilícitos ao farejar duas malas.

Ao verificar a identificação das bagagens, constatou-se que a numeração dos tickets eram iguais às da passageira que tinha sido fiscalizada inicialmente.

Em virtude disso, os policiais abriram as malas pertencentes à passageira e encontraram a quantidade de 38 tabletes de droga, pesando um total de 30 kg de maconha.

Perguntada sobre o ilícito, a mulher afirmou ter pego em Foz do Iguaçu e entregaria na cidade de Rio branco/AC.

Veja Também:  Segunda Corrida Maria da Penha envolve comunidade de Barra do Garças pelo fim da violência doméstica

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico e foi encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana