conecte-se conosco


Economia

Petrobras: pré-sal representa 70% da produção total no 2º trimestre

Publicados

em


Relatório de resultados operacionais divulgado hoje (22) pela Petrobras destaca que a produção do pré-sal no segundo trimestre deste ano, da ordem de 1,96 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boed), representou 70% da produção total da companhia. De acordo com a empresa, esse é um percentual recorde.

A produção média de óleo, de líquido de gás natural (LGN) e de gás natural totalizou 2,8 milhões de boed por dia, 1,1% acima do resultado do primeiro trimestre, devido à continuidade do processo de alavancagem das plataformas P-68 (campos de Berbigão e Sururu) e P-70 (campo de Atapu), que atingiram capacidade máxima de produção permitida, de 161 mil barris de petróleo por dia (bpd), em menos de 13 meses. Contribuiu também para os resultados a estabilização dos níveis de produção das plataformas que realizaram paradas programadas no primeiro trimestre, de modo a maximizar o potencial dos ativos. Isso cria um ciclo virtuoso de geração de valor, segundo a companhia.

Por outro lado, a oferta de gás foi potencializada com o início, em junho, da operação integrada das Rotas 1 e 2 de escoamento de gás da Bacia de Santos, o que permitiu maior flexibilidade devido à melhor distribuição das unidades de produção conectadas ao sistema. Nesse mesmo mês, foi iniciado o escoamento de gás da P-76 em Búzios, contribuindo para o aproveitamento do potencial do campo e viabilizando uma melhor gestão do reservatório e aumento da geração de valor.

Veja Também:  Pronampe emprestou 40% dos recursos em dez dias

O relatório informa que houve expansão da comercialização de derivados no segundo trimestre, atingindo volumes no mercado interno de 1.759 milhões de barris ao dia (Mbpd), com destaque para o aumento das vendas de diesel e gasolina. As vendas de gasolina, por sua vez, alcançaram 435 Mbpd em junho de 2021. No mês de maio, a Petrobras superou novamente o recorde de vendas de diesel S-10, com a comercialização de 450 Mbpd, volume 3% superior ao recorde anterior alcançado em abril deste ano.

Processamento

O processamento de petróleo do pré-sal se manteve elevado no segundo trimestre, representando 54,7% da carga processada no primeiro semestre do ano, alta de 5,3 pontos percentuais em relação ao ano passado e um novo recorde de 898 Mbpd. A Petrobras informou que os petróleos do pré-sal apresentam alto rendimento de derivados de maior valor agregado e possuem baixo teor de enxofre. Isso contribui para uma atividade de refino mais sustentável e para a produção de derivados com essa característica, como o diesel S-10 e o bunker (óleo comestível).

Veja Também:  Governo quer reduzir tempo de abertura e fechamento de empresas

O relatório informa que alinhada à valorização global do óleo combustível de baixo teor de enxofre (BTE), a Petrobras iniciou operações de mistura de petróleos com óleo combustível em busca da melhor rentabilidade. No segundo trimestre deste ano, foi realizada a primeira carga de petróleo Jubarte comercializada como componente de óleo combustível BT. Os resultados econômicos apresentados foram positivos, indicou a companhia.

Ainda segundo o relatório, no dia 28 de junho passado, foi atingido o recorde histórico na oferta de gás natural liquefeito (GNL) regaseificado no país, com vazão instantânea de 42 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia), alcançando, nesse dia, volume de 109 milhões de m³/dia na oferta de gás natural total.

Edição: Aline Leal

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Segunda rodada da Cessão Onerosa deve ocorrer até o fim do ano

Publicados

em


O Brasil ocupa a sétima posição no ranking mundial de produção e de exportação de petróleo. A meta é chegar a 2030 entre a quarta e a quinta posição. Para falar sobre o assunto, o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, José Mauro Coelho, é o entrevistado do programa Brasil em Pauta, às 20h30 deste domingo, na TV Brasil.

Entre as medidas mais esperadas estão a realização da segunda etapa do leilão da Cessão Onerosa (excedente do volume de petróleo e gás que a União cedeu à Petrobras) que vai leiloar os campos de Sépia e Atapu. A expectativa é de que o leilão seja realizado até o fim deste ano.

Coelho destacou que a camada pré-sal é responsável por 73% da produção nacional de petróleo. “Vemos nos últimos anos uma produção declinante dos campos em terra e dos campos maduros em mar mas na área do pós-sal”. Para isso o governo está realizando programas de revitalização das atividades de produção e exploração nessas duas áreas.

Veja Também:  FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

O secretário também falou sobre o plano de desinvestimento que deve abrir o setor de refino no país. “Concentração de mercado é uma barreira a investimentos e a novos entrantes”, disse.

Segundo ele, a Petrobras se comprometeu a vender oito ativos de refinarias. “O governo federal queria trabalhar numa abertura do mercado, que o mercado tivesse maior concorrência, maior dinamismo, maior pluralidade de agentes e, claro, isso traz benefícios para o consumidor brasileiro. Essa competição tem o potencial de levar a uma redução de preços”.

Durante a entrevista, foram abordados também temas como as matrizes renováveis de energia – o Brasil é o segundo maior produtor de biodiesel do mundo – preço da gasolina e a nova Lei do Gás.

Edição: Aécio Amado

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Publicados

em


O Impostômetro, medidor da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) da carga tributária dos brasileiros, marcou R$ 1,5 trilhão na madrugada de hoje (1ª). Esse é o montante que foi pago desde o primeiro dia em tributos federais, estaduais e municipais.

Em 2020, o mesmo valor foi atingido no dia 28 de setembro, o que mostra que, este ano, os brasileiros estão pagando mais impostos. Segundo a ACSP, parte da alta na arrecadação acontece devido a recuperação econômica, impactada pela crise gerada pela pandemia de coronavírus.

“Boa parte do aumento da arrecadação deste ano é explicada pela melhora da economia, que está menos sujeita a restrições de funcionamento”, analisa o economista da ACSP, Marcel Solimeo, sobre o abrandamento das quarentenas para reduzir a disseminação da covid-19.

Por outro lado, o aumento da carga tributária também é reflexo, de acordo com a associação, da elevação dos preços dos produtos e serviços. Em nota, a entidade lembra que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 8,6% em doze meses e o Índice Geral de Preços (IGP), de 33%.

Veja Também:  Calendário de vencimento do Licenciamento Anual do veículo é prorrogado

Edição: Aécio Amado

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana