conecte-se conosco


Mato Grosso

Pimenta de cheiro e tomate sobem; quiabo e banana-maçã têm queda

Publicados

em

O preço da banana-maçã e do quiabo tiveram queda superior a 20% nesta semana, segundo aponta o levantamento semanal divulgado nessa terça-feira (26.03) pela Secretaria Estadual de Agricultura Familiar (Seaf). De R$ 40,00, a caixa do quiabo com 14 quilos reduziu para 30,00, representando uma diminuição de 24%. Já a caixa de 20 quilos da banana-maçã tem o preço semanal fixado em 35,00. Na semana passada esse mesmo produto custava 45,00. A queda da fruta foi de 22%.

No caminho contrário ao do quiabo e da banana maça, o tomate e a pimenta de cheiro tiveram alta no valor comercializado. Ainda de acordo com a cotação dos produtos hortifrutigranjeiros comercializados na Central de Abastecimento de Cuiabá, o tomate subiu de preço 11% e a pimenta de cheiro 24%. O preço da caixa com 20 quilos do tomate passou de R$ 90,00 para R$ 100,00. Já a pimenta de cheiro, a caixa com oito quilos saltou de R$ 40,00 para R$ 50,00.

Para o engenheiro agrônomo da Seaf, Luiz Henrique Carvalho, a entressafra do tomate e da pimenta de cheiro deixou o preço desses produtos mais elevados. “Já a queda no preço da banana-maçã e do quiabo no atacado se deve pelo aumento da quantidade desses produtos no comércio”, comenta Luiz Araújo.

Veja Também:  Nova proposta do FEX pode gerar R$ 3 bilhões a Mato Grosso

A cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar é realizada semanalmente, toda terça-feira a partir 5h, por técnicos da Seaf, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e prefeitura de Cuiabá. A pesquisa de preço é realizada na Central de Abastecimento de Cuiabá, levando em conta o preço mínimo, mais comum e o preço máximo dos produtos encontrados nas barracas em três horários distintos durante o período matutino.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Domingo (01): Mato Grosso registra 490.574 casos e 12.795 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (01.08), 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.795 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 261 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.416 estão em isolamento domiciliar e 465.859 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 406 internações em UTIs públicas e 269 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 68,12% para UTIs adulto e em 31% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (99.732), Rondonópolis (34.868), Várzea Grande (32.809), Sinop (23.554), Sorriso (17.156), Tangará da Serra (16.840), Lucas do Rio Verde (14.624), Primavera do Leste (13.033), Cáceres (10.685) e Barra do Garças (9.978).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  TAC estabelece regularização de pesqueiro em 90 dias

O documento ainda aponta que um total de 376.852 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (31.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.917.855 casos da Covid-19 no Brasil e 556.370 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.880.273 casos da Covid-19 no Brasil e 555.460 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (01.08).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Polícia Civil reforça buscas para prisão de autores do latrocínio de investigadora de Ribeirão Cascalheira

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Operação conjunta apreende aeronave que transportava 324 kg de cocaína

Publicados

em


Uma operação integrada realizada neste sábado (31.07) resultou na apreensão de uma aeronave que transportava cerca de 324 quilos de cloridrato de cocaína. Trata-se de uma ação de combate ao tráfico internacional de drogas.

A aeronave modelo CESSNA 182P foi interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB) e contou com o apoio da Polícia Federal e do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron).

O caso aconteceu no Distrito de Guariba, município de Colniza (1.022 km de Cuiabá). De acordo com o levantamento do Gefron, o prejuízo ao crime é de mais de R$ 8,7 milhões. 

Diante dos fatos, aeronave e entorpecentes foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Porto Velho (RO).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Policial Militar de MT é assassinado em garimpo no Pará
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana