conecte-se conosco


Policial

Plantão de violência doméstica e medidas protetivas no PJe são discutidos com desembargadora

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

Implantação do plantão 24 horas de atendimento as vítimas de violência doméstica e familiar em Cuiabá e ampliação para todas as Delegacias de Defesa da Mulher do envio das medidas protetivas na plataforma do PJe (Processo Judicial Eletrônico) foram discutidas na manhã desta terça-feira (26), em reunião da diretoria da Polícia Judiciária Civil com a desembargadora Maria Erotides Kneip, titular da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

A reunião, presidida pelo delegado geral Mário Dermeval Aravéchia de Resende, ocorreu na sede da Polícia Judiciária Civil, e contou também com a presença da   promotora de Justiça, Laís Glauce Antônio dos Santos, do Núcleo de Promotorias de Combate a Violência Doméstica e Familiar do Ministério Público Estadual, diretores da Polícia Civil, delegados regionais de Cuiabá e Várzea Grande, delegadas das Delegacias de Defesa da Mulher e o delegado coordenador dos plantões das duas cidades.

O plantão 24 horas, específico para as ocorrências de crimes contra a mulher, criança e idoso, previsto para os próximos meses, irá funcionar no prédio da 2ª Delegacia do Carumbé, onde por muitos anos foi o plantão metropolitano, que, atualmente, está anexo à Delegacia de Roubos e Furtos do bairro Verdão. O local também facilitará o acesso às vítimas que precisam passar por exames de corpo delito no Instituto de Medicinal Legal (IML) e outras medidas de saúde, especialmente, nos casos de violência sexual.

A estrutura da antiga central de flagrantes (plantão metropolitano) já passou por reformas e agora está sendo preparada cuidadosamente para o plantão de violência doméstica e familiar, com ambientes individualizados aos atendimentos das  vítimas e conduzidos, e atendimento psicossocial.

Veja Também:  Operação mira combate à degradação ambiental em área de preservação no norte de MT

A desembargadora Maria Erotides Kneip destacou como prioridade a instalação do plantão de violência doméstica e familiar, em um lugar onde as vítimas possam ser atendidas a qualquer hora do dia ou da noite, especialmente, nos finais de semana e feriados.

“Infelizmente, os dados mostram que a violência doméstica familiar contra a mulher é acentuada nos finais de semana e na quarta-feira, que é o dia do jogo de futebol. Não é possível que justamente quando os números aumentam que a tenhamos as delegacias especializadas fechada”, afirmou.

O delegado geral da Polícia Civil, Mário de Resende, reforçou que o plantão somente não foi colocado em funcionamento ainda devido alguns entraves que a instituição enfrenta no efetivo policial. Conforme ele, somente o plantão necessita de 40 policiais (5 delegados, 10 escrivães e 25 investigadores) para formação das equipes de plantonistas.

“O maior problema hoje que esbarramos é na falta de efetivo, mas a Polícia Civil tem realizado estudo e existem providências que estamos tomando nas próximas semanas visando à realocação de policiais civis para que tenhamos a possibilidade de implantação do plantão exclusivo para as mulheres vítimas de violência doméstica”, afirmou o delegado geral.

A promotora de Justiça, Laís Glauce Antônio dos Santos, também defendeu importância do novo plantão 24h, para não deixar a mulher desamparada.

“Isso influência toda a celeridade dela receber a atuação da Polícia Judiciária Civil, a prestação jurisdicional, receber sua medida protetida deferida por um juiz. Vai acelerar o trabalho das promotoras (por coincidências somos todas mulheres aqui na capital), para que possamos oferecer resguardo para essa vítima, tomar as providências que são de nossa competência. Então a implantação de um plantão 24h vai ser muito valorosa”, pontuou.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão contra autor de roubo de celulares em Nova Mutum

Medidas Protetivas

Na reunião também foi tratado da ampliação para todas as Delegacias de Defesa da Mulher, instaladas em Mato Grosso, o envio de medidas protetivas por meio eletrônico, dentro da plataforma do PJe (Processo Judicial Eletrônico), assim como já ocorre em Cuiabá, que desde 6 de agosto de 2018 já trabalha com a remessa online dos pedidos, dando mais agilidade nos deferimentos e possibilidade de acompanhamento das medidas de urgência da Lei Maria Penha por parte das Delegacias.

A desembargadora comemorou os números de medidas confeccionadas na Delegacia da Mulher Cuiabá enviadas no PJe. Foram 1.187 pedidos desde a instalação da plataforma na Deddm, que necessita para seu funcionamento equipamentos como scanner e certificação digital (Token).

“A experiência de Cuiabá nos mostra que já temos mais de mil medidas protetivas na plataforma do PJe e todas elas deferidas com um espaço de tempo muito curto, diminuindo o tempo de sofrimento das mulheres”, disse.

As Delegacias da Mulher estão instaladas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis, Barra do Garças, Tangará da Serra e Sinop.  

Participaram da reunião o delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola, a diretora de Execução Estratégica, Daniela Silveira Maidel o diretor metropolitano, Douglas Turíbio Schutza, o diretor de interior, Walfrido Franklim do Nascimento, o Diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco, o diretor da Acadepol, Welber Batista Franco, o delegado regional de Cuiabá, Rodrigo Bastos, a delegada regional de Várzea Grande, Ana Paula de Faria Campos, o delegado coordenador de plantões Walter de Melo Fonseca Junior, as delegadas das Delegacias da Mulher, Jozirlethe Magalhães Criveletto, e Mariell Antonini Dias.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Veículo produto de roubo/furto é recuperado em Barra do Garças-MT

Publicados

em

Na tarde de ontem (17), a Polícia Rodoviária Federal deteve um homem por receptação, uso de documento falso e adulteração de sinal de identificador de veículo automotor, além de recuperar um veículo produto de roubo/furto.

A ocorrência aconteceu na BR 070, município de Barra do Garças quando um veículo prata foi parado para fiscalização. Ao solicitar a documentação, o condutor afirmou não portar a CNH, alegando ainda que o veículo não era de sua propriedade e que havia emprestado de um amigo com quem deixou um outro veículo no lugar.

Com isso, foi realizado uma fiscalização mais detalhada, sendo possível identificar indícios de adulteração em alguns elementos identificadores do veículo. Ao ser realizada a pesquisa nos sistemas policiais, constatou-se que o veículo tinha um registro de roubo/furto.

Além disso, o homem apresentou um documento de identificação com nome divergente do seu, constatando-se a ocorrência de uso de documento falso.

Diante dos fatos, foi feita uma diligência até o local no qual residia o amigo que tinha emprestado o carro com o apoio da Polícia Militar de Barra do Garças-MT e de Goiás, para esclarecimentos dos fatos, uma vez que se tratava de área urbana e o abordado alegou que era morador de Aparecida de Goiânia-GO.

Veja Também:  Polícia Civil prende principal comparsa de líder do tráfico em Alto Taquari

Após levantamento das informações e verificações no local indicado, foi localizado o homem que havia emprestado o referido veículo e constatado que ele tinha um mandado de prisão em aberto.

Desta forma, o condutor do veículo abordado foi detido, a princípio, pelo crime de receptação, uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículo automotor e o outro homem foi detido por constar em seu desfavor um mandado de prisão em aberto. Os dois homens foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Barra do Garças/MT.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Dois homens com mandado de prisão em aberto são detidos na BR 364

Publicados

em

No dia de ontem (11), a Polícia Rodoviária Federal realizou a detenção de dois indivíduos foragidos da justiça.

A primeira ocorrência aconteceu no município de Santo Antônio de Leverger, quando um veículo foi parado para fiscalização. Ao ser feita as verificações da documentação do veículo e do condutor, constatou-se que havia um mandado de prisão em aberto para o homem pelos crimes de furto, associação criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro.

Para o veículo também constava um mandado de busca e apreensão.

A outra ocorrência aconteceu no município de Cuiabá, quando uma equipe policial abordou um homem que transitava na rodovia.

O homem era foragido da justiça pelo crime de estupro de vulnerável. Ao saber que seria detido o indivíduo empreendeu fuga para matagal próximo ao local de abordagem, foi realizada uma busca no local, vindo a ser encontrando escondido na mata.

Diante dos fatos, os dois homens foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Veja Também:  Estelionatários são presos após aplicar golpe em vítima que anunciou celular na Internet

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana