conecte-se conosco


Mato Grosso

PM prende suspeito de matar mulher a facadas

Publicados

em

Policiais militares da 6ª Companhia de Poconé prenderam, em flagrante, L.L.O. (29), na manhã desta quinta-feira (28). Ele é o principal suspeito pelo homicídio de Cassia Cleia de Jesus Marques, (47), crime que ocorreu na quarta-feira (27), no Distrito de Chumbo. Ela foi morta em sua residência com vários golpes de faca na cabeça.

L.L.O. andava por uma região de mata e não apresentou resistência durante a abordagem e, em conversa com policiais, confessou o crime. O suspeito estava preso e há poucos dias tinha recebido o alvará de soltura. Ele foi encaminhado à delegacia para as devidas providências. 

Comentários Facebook
Veja Também:  Obras da nova sede do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros estão em fase final
Propaganda

Mato Grosso

Itiquira decreta luto oficial e suspensão do expediente nesta terça-feira

Publicados

em

Por

 

A Comarca de Itiquira (a 357 km ao sul de Cuiabá) está com o expediente suspenso nesta terça-feira (05) em virtude do falecimento do colaborador Ewerton Dioni Padilha Alves da Silva. Os prazos processuais com vencimento previsto para a data foram prorrogados para o primeiro dia útil seguinte à suspensão.

 As determinações constam na Portaria n. 26/2022/ADM, assinada pela juíza substituta e diretora do Foro da Comarca, Fernanda Mayumi Kobayashi, que ainda decretou luto oficial por três dias.

Clique neste link para acessar a Portaria n. 26/2022/ADM.

Alcione dos Anjos
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Curso aborda transparência nas parcerias entre Administração Pública e o Terceiro Setor
Continue lendo

Mato Grosso

Poder Judiciário de Mato Grosso

Publicados

em

Por

A Polícia Civil de Mato Grosso apresentou as novidades tecnológicas da instituição ao corregedor-geral da Justiça, o desembargador José Zuquim Nogueira, que no ato representou a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Maria Helena Gargaglione Póvoas. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (07/07), na Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), em Cuiabá.
 
Segundo o delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval Aravechia de Resende, a instituição promoveu uma evolução tecnológica nos últimos quatro anos. “Sejam em ações que já estão sendo desenvolvidas como melhorias no sistema da Polícia Civil, o GEIA, Inquérito Eletrônico, no SOS Mulher, integração com o Processo Judicial eletrônico (PJe), a Politec, o Ministério Público, a outras iniciativas que estão em desenvolvimento como gravação de oitivas, manual de objetos apreendidos, apreensão virtual tridimensional de objetos apreendidos, elementos de cadeia de custódia e diversas outras frentes. Cerca de meio bilhão foram investidos em sistemas que rodam e administram todos os produtos da Polícia Civil. Assim Mato Grosso tem um dos sistemas mais modernos do pais e que deve começar a funcionar este ano”, pontuou.
 
O coordenador de tecnologia da Polícia Civil, Fábio Ferreira, apresentou o trabalho realizado pela Polícia Civil para trazer melhorias e novas integrações, em busca de um sistema de excelência de investigação e gestão policial. Uma das novidades mostradas é a gravação de oitivas. “É algo que ainda aguarda parecer do Tribunal, mas já possuímos um sistema, o Kenta, que permite a gravação com toda segurança por meio de criptografia, assinatura eletrônica, que irá gerar um hash de segurança (um arquivo que se for alterado irá revelar essa modificação). O magistrado ainda receberá essa oitiva por um link, com uma senha, para acessar um portal de mídia da Polícia Civil. É como se fosse um streaming. Criamos isso por conta da dificuldade de remeter grandes arquivos ao PJE. Por exemplo, não consigo enviar um vídeo de 200 megas de Canarana para a capital. Então nos criamos um esquema de servidores, em que cada unidade se comunica com os servidores na nossa central”, explicou.
 
Outra inovação é a validação biométrica direto na Politec, o que permite que as pessoas que tenham a biometria coletadas sejam imediatamente identificadas, se cadastradas no sistema da unidade de perícia. “Além disso, realizamos o confronto de biometria. Se ele for de Mato Grosso e tiver uma identidade digitalizada, cerca de 70% da população já é, conseguimos validar em tempo real. Em uma semana pegamos cinco pessoas tentando se passar por outras, com documento falso. O sistema não fala de quem é biometria, só diz que a biometria não confere com o cadastro da Politec”, detalhou.
 
O corregedor-geral da Justiça, o desembargador José Zuquim Nogueira, parabenizou a instituição por todas as iniciativas. “Não sei se vocês sabem, mas entre a década de 70 e 80 fui delegado e vocês não imaginam a minha satisfação de ver todos esses avanços sendo realizados. E o caminho é esse mesmo, de unir forças, com integração e modernização. A pandemia impulsionou o desenvolvimento tecnológico, porque não podíamos ficar parados, e assim como o judiciário, vocês avançaram, mudanças que não tem volta e que oferecem um melhor serviço à população mato-grossense”, afirmou.
 
Participaram ainda da reunião o juiz auxiliar da CGJ, João Thiago de França Guerra, a vice-diretora geral do TJMT, Janaina Badre Teixeira Bergamaschi, o assessor jurídico da presidência, Paulo Roberto Gomes Bezerra Filho, o coordenador da CGJ, Flavio de Paiva Pinto, a diretora de Execução Estratégica, Daniela Silveira Maidel, delegado-geral adjunto da Polícia Judiciária Civil, Gianmarco Paccola Capoani, diretor Metropolitano da Polícia Judiciária Civil, Rodrigo Bastos da Silva e o diretor de Inteligência da Polícia Civil, Juliano de Carvalho.
 
#Paratodosverem Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição de imagem: Foto 1 colorida – Todos estão sentados à mesa, o delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval Aravechia aponta e conversa com o corregedor Zuquim. Ao fundo a tela do retroprojetor está projetada na parede.
 
Larissa Klein  
Assessoria de Imprensa CGJ
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Veja Também:  Mais de 70% dos municípios não têm respiradores mecânicos disponíveis na rede pública de saúde em MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana