conecte-se conosco


Política Nacional

Podemos anuncia apoio à candidatura de Simone Tebet

Publicados

em

O Podemos anunciou na noite de hoje (5) seu apoio à candidatura de Simone Tebet (MDB) à Presidência da República. Com a confirmação desse apoio, o MDB tem agora três partidos na aliança pela candidatura de Simone Tebet: o PSDB, o Cidadania e o Podemos. Antes de apoiar a emedebista, o Podemos flertou com a possibilidade de lançar um candidato próprio. Nomes de Sergio Moro, que deixou o partido pouco depois de sua filiação, do senador Álvaro Dias e do general Santos Cruz chegaram a ser considerados para uma candidatura própria.

Ao lado de Tebet, a presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu (SP), destacou a chapa composta por mulheres e exaltou a participação da mulher na política. Para ela, Tebet e sua candidata a vice, Mara Gabrilli, funciona como uma solução para o que ela classificou como tempos de ódio por causa da política.

“O Brasil está muito dividido. A política tem gerado ódio, divisão, e, mais do que nunca, precisa desse olhar cuidadoso, maternal. Precisa do instrumento que de fato vai mudar nosso país, que é o amor. Por isso estamos engajadas, eu, Simone Tebet e Mara Gabrilli, para mostrar que nossa força está viva. As mulheres irão à luta”, disse a presidente do Podemos.

Ainda nesta semana, a campanha de Tebet havia confirmado o nome de Gabrilli (PSDB), sua colega no Senado, como candidata a vice-presidente na chapa. Gabrilli, que é cadeirante, tem atuação destacada na defesa dos direitos das pessoas com deficiência e das pautas femininas.

Em seu breve discurso durante o anúncio, Tebet exaltou uma das pautas mais caras ao Podemos, que é o combate à corrupção. A candidata à Presidência pelo MDB, exaltou o histórico das candidatas da chapa e criticou o chamado “orçamento secreto”. É assim que passaram a ser conhecidas as emendas do relator-geral do Orçamento, que, na prática, podem ser usadas como moeda de troca de favores políticos por não haver informação clara de quem as recebe e qual o valor repassado.

“Esta candidatura é uma candidatura de ficha limpa. Ela está pronta para dizer não à corrupção e sim ao combate à corrupção. O desvio de dinheiro público está matando no posto de saúde, na falta de remédio e médico. Está matando o futuro das nossas crianças, que não têm creche e não têm ensino de qualidade”, disse Simone. “Dinheiro tem, só está sendo guardado, utilizado por meia dúzia de congressistas nos orçamentos secretos lá nos rincões dos municípios mais distantes do nosso país, sem sabermos se efetivamente o dinheiro chegou”.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Propaganda

Política Nacional

Sofia Manzano quer democratização do Judiciário

Publicados

em

A candidata à Presidência da República pelo PCB, Sofia Manzano, defendeu hoje (19) a reforma agrária, a “democratização do Poder Judiciário” e o “direito dos petroleiros”.

Sofia Manzano está no Rio de Janeiro, onde concederá, às 15h30, entrevista coletiva na sede de seu partido. Às 18h30, a candidata participará, no centro da cidade, de uma roda de conversa no espaço da Ocupação Manoel Congo, localizado na Rua Evaristo Veiga.

A candidata defende a “democratização do Poder Judiciário”, “por meio da maior participação popular nas decisões e na fiscalização aos juízes”. “Não dá pra manter um sistema que premia os malfeitos com aposentadorias sob gordos salários. No âmbito do STF [Supremo Tribunal Federal], defendemos a elegibilidade e revogabilidade dos mandatos, exigindo a participação de organizações populares e sociais no processo de sabatina e eleição dos juízes”, manifestou em nota à imprensa.

Por meio das redes sociais, Sofia Manzano disse que aproveita a viagem ao Rio de Janeiro para reiterar apoio aos trabalhadores da Petrobras. Ela defende que não haja precarização do trabalho dos petroleiros, com, ao mesmo tempo, distribuição de “bilhões de dividendos” aos acionistas.

Veja Também:  Frente parlamentar debate papel da juventude na reforma agrária

Ela criticou a proposta em discussão de conversão das ações preferenciais (preferência no recebimento de dividendos) da empresa em ordinárias (com direito a voto). “Isso não é privatização, é doação, literalmente. O Estado não receberá nada por essa entrega”, acrescentou.

Também na rede social, Sofia Manzano voltou a defender uma “reforma agrária popular”, sob o argumento de que por meio dela se produzirá, para o país, “comida de verdade”, além de atividades agroflorestais e orgânicas. Tudo, acrescenta, de forma a respeitar povos originários, tradicionais, meio ambiente e fauna, além de gerar “trabalho decente”.

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Confira a agenda dos candidatos à Presidência para esta sexta (19/8)

Publicados

em

Esta é a agenda dos 12 candidatos  à Presidência para esta sexta-feira

Ciro Gomes (PDT): Às 10h, visita a  antiga fábrica da Cobrasma, onde hoje operam empresas que produzem produtos ferroviários em Osasco. Às 16h,Caminhada na Tijuca. Concentração: Praça Saens Peña . Às 17h30, inaugura o comitê de campanha do Ciro no Rio na Rua Conde de Bonfim, 834, no Rio de Janeiro.

Constituinte Eymael (DC):. Receberá às 11h30, na sede do Democracia Cristã, uma equipe de jornalismo do SBT para entrevista.

Felipe D’Avila (Novo): Gravação do programa eleitoral

Jair Bolsonaro (PL): Sem agenda de campanha 

Léo Péricles (UP):  Às 10h dará entrevista para o jornal Diário do ABC e às 18h participará de um debate na Universidade de São Paulo (USP).

Lula (PT): Gravação do programa eleitoral em São Paulo.

Pablo Marçal (Pros): Agenda ainda não divulgada

Roberto Jefferson (PTB): Agenda ainda não divulgada

Simone Tebet (MDB): 10h- Caminhada pela região central de Diadema (SP); às 11h15, parada na Livraria Sebo Fênix. Às 12h30, almoço no Restaurante Fonte Leone, em Santo André. Às 13h30, caminha pela região central de Santo André; 14h30, visita Fundo Social de Solidariedade.

Veja Também:  Meio Ambiente elege Rodrigo Agostinho para presidência do colegiado

Sofia Manzano (PCB): Às 15h30, participa de entrevista coletiva na sede do PCB no Rio de Janeiro. Às 18h30, participa de roda de conversa no espaço da ocupação Manoel Congo.

Soraya Thronicke (União): 13h – Apresentação do Plano de Governo ao governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Vera (PSTU): Às 16h20, participa de entrevista na Rádio Cultura (Aracaju/SE).

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana