conecte-se conosco


Mato Grosso

Poder Judiciário de Mato Grosso

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso apresentou as novidades tecnológicas da instituição ao corregedor-geral da Justiça, o desembargador José Zuquim Nogueira, que no ato representou a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Maria Helena Gargaglione Póvoas. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (07/07), na Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), em Cuiabá.
 
Segundo o delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval Aravechia de Resende, a instituição promoveu uma evolução tecnológica nos últimos quatro anos. “Sejam em ações que já estão sendo desenvolvidas como melhorias no sistema da Polícia Civil, o GEIA, Inquérito Eletrônico, no SOS Mulher, integração com o Processo Judicial eletrônico (PJe), a Politec, o Ministério Público, a outras iniciativas que estão em desenvolvimento como gravação de oitivas, manual de objetos apreendidos, apreensão virtual tridimensional de objetos apreendidos, elementos de cadeia de custódia e diversas outras frentes. Cerca de meio bilhão foram investidos em sistemas que rodam e administram todos os produtos da Polícia Civil. Assim Mato Grosso tem um dos sistemas mais modernos do pais e que deve começar a funcionar este ano”, pontuou.
 
O coordenador de tecnologia da Polícia Civil, Fábio Ferreira, apresentou o trabalho realizado pela Polícia Civil para trazer melhorias e novas integrações, em busca de um sistema de excelência de investigação e gestão policial. Uma das novidades mostradas é a gravação de oitivas. “É algo que ainda aguarda parecer do Tribunal, mas já possuímos um sistema, o Kenta, que permite a gravação com toda segurança por meio de criptografia, assinatura eletrônica, que irá gerar um hash de segurança (um arquivo que se for alterado irá revelar essa modificação). O magistrado ainda receberá essa oitiva por um link, com uma senha, para acessar um portal de mídia da Polícia Civil. É como se fosse um streaming. Criamos isso por conta da dificuldade de remeter grandes arquivos ao PJE. Por exemplo, não consigo enviar um vídeo de 200 megas de Canarana para a capital. Então nos criamos um esquema de servidores, em que cada unidade se comunica com os servidores na nossa central”, explicou.
 
Outra inovação é a validação biométrica direto na Politec, o que permite que as pessoas que tenham a biometria coletadas sejam imediatamente identificadas, se cadastradas no sistema da unidade de perícia. “Além disso, realizamos o confronto de biometria. Se ele for de Mato Grosso e tiver uma identidade digitalizada, cerca de 70% da população já é, conseguimos validar em tempo real. Em uma semana pegamos cinco pessoas tentando se passar por outras, com documento falso. O sistema não fala de quem é biometria, só diz que a biometria não confere com o cadastro da Politec”, detalhou.
 
O corregedor-geral da Justiça, o desembargador José Zuquim Nogueira, parabenizou a instituição por todas as iniciativas. “Não sei se vocês sabem, mas entre a década de 70 e 80 fui delegado e vocês não imaginam a minha satisfação de ver todos esses avanços sendo realizados. E o caminho é esse mesmo, de unir forças, com integração e modernização. A pandemia impulsionou o desenvolvimento tecnológico, porque não podíamos ficar parados, e assim como o judiciário, vocês avançaram, mudanças que não tem volta e que oferecem um melhor serviço à população mato-grossense”, afirmou.
 
Participaram ainda da reunião o juiz auxiliar da CGJ, João Thiago de França Guerra, a vice-diretora geral do TJMT, Janaina Badre Teixeira Bergamaschi, o assessor jurídico da presidência, Paulo Roberto Gomes Bezerra Filho, o coordenador da CGJ, Flavio de Paiva Pinto, a diretora de Execução Estratégica, Daniela Silveira Maidel, delegado-geral adjunto da Polícia Judiciária Civil, Gianmarco Paccola Capoani, diretor Metropolitano da Polícia Judiciária Civil, Rodrigo Bastos da Silva e o diretor de Inteligência da Polícia Civil, Juliano de Carvalho.
 
#Paratodosverem Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição de imagem: Foto 1 colorida – Todos estão sentados à mesa, o delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval Aravechia aponta e conversa com o corregedor Zuquim. Ao fundo a tela do retroprojetor está projetada na parede.
 
Larissa Klein  
Assessoria de Imprensa CGJ
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Veja Também:  Solteiras e desempregadas são as maiores vítimas de violência doméstica em Cuiabá

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Publicados

em

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Médico de Tangará não resiste e morre vítima do coronavírus
Continue lendo

Mato Grosso

Comitiva vai a Paraíba conhecer trabalho de combate à sonegação fiscal

Publicados

em

Em busca de aperfeiçoamento, integrantes do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA) de Mato Grosso realizaram visita técnica ao Núcleo de Combate à Sonegação Fiscal do Estado da Paraíba nos dias 11 e 12 de agosto. Além de conhecer a estrutura e as atividades desempenhadas pelo CIRA Paraibano, a comitiva de Mato Grosso também buscou informações sobre o trabalho realizado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal do Estado da Paraíba (GAESF).

A secretária-geral do CIRA em Mato Grosso, promotora de justiça Anne Karine Wiegert explica que a visita ocorreu em razão do projeto de melhoria da governança e gestão do comitê. Segundo ela, o projeto começou a ser elaborado em maio deste ano e tem por objetivo identificar pontos de atenção e subsidiar o aperfeiçoamento da estrutura e atividades desempenhadas pelo comitê.

“A visita permitiu conhecer a realidade e a metodologia de trabalho do CIRA/PB, além de oportunizar o compartilhamento de experiências e a coleta de informações para subsidiar a continuidade dos trabalhos relacionados ao projeto do CIRA/MT”, destacou.

Veja Também:  Policiais civis e militares recapturam mais um detento que fugiu da Penitenciária de Água Boa

Para o delegado Walter Fonseca, titular da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (DEFAZ/MT), a visita técnica oportunizou contato direto com boas práticas, que vêm propiciando resultados muito favoráveis naquele Estado. “A interação “porta a porta” entre os órgãos integrantes do CIRA/PB é inspiradora, um verdadeiro modelo de eficiência, celeridade e racionalidade na aplicação de recursos materiais e humanos”, disse.

O secretário de Estado de Fazenda, Fábio Pimenta, também destacou a importância da iniciativa. “Foi muito importante a visita técnica para conhecer os trabalhos do Cira da Paraíba, a fim de subsidiar o projeto em desenvolvimento pelo Cira de Mato Grosso, objetivando aprimorar o combate à sonegação fiscal e a recuperação de ativos”.

A procuradora da Estado, Rafaela Bortonili, reforçou a necessidade de integração entre os órgãos. “Esse encontro demonstrou a importância da integração dos órgãos estatais na atividade de combate à sonegação e arrecadação da Dívida Pública, trazendo efetiva troca de ideias de atuação”.

Também integraram a comitiva de Mato Grosso, a promotora de justiça Januária Dorilêo; o chefe da Unidade Executiva de Receita Pública da Sefaz, Renato Sousa; o procurador-geral do Estado, Francisco de Assis Lopes; a procuradora do Estado Raquel Casonatto; o secretário adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Wylton Massao Ohara; o diretor-geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Demerval Resende; e a auditora Karen Cristina da Silva, da Controladoria-Geral do Estado.

Veja Também:  Renovação da concessão da Malha Paulista garante expansão da ferrovia em MT

As servidoras Karina Gomes, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Márcia Vicentin César, Katiucy Albuquerque Braga e Flávia Beppu, do Ministério Público Estadual, também participaram da comitiva.
 

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana