conecte-se conosco


Mato Grosso

Poder Judiciário e universidade firmam parceria para fomentar conciliação e mediação

Publicados

em

O Poder Judiciário de Mato Grosso, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e Cidadania (Nupemec) e o Centro Universitário Univag firmaram termos de cooperação técnica na manhã desta quarta-feira (8 de junho) que vai possibilitar a prática da política de pacificação social. Com a parceria, estudantes irão vivenciar a experiência dos métodos adequados de solução de conflitos, o que formará profissionais com a visão para o não litígio, do diálogo.
 
O termo foi celebrado entre Nupemec, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Várzea Grande e a instituição de ensino, por meio do Núcleo Avançado de Práticas Jurídicas (NAPJ). Este era um convênio já firmado entre as instituições e na oportunidade foi revalidado e que consiste na realização de conciliações e mediações realizadas no Núcleo e encaminhadas para o Cejusc de Várzea Grande para homologação do magistrado-coordenador.
 
Um segundo termo foi firmado para abertura do Núcleo de Prática Jurídica Volante do Univag no Cejusc dos Juizados Especiais de Cuiabá. Alunos(as) do 8º, 9º e 10º semestres, supervisionados(as) por professores-orientadores atenderão a comunidade.
 
O presidente do Nupemec, desembargador Mário Roberto Kono de Oliveira ressaltou a necessidade de mudar paradigmas como litígio e nada melhor do que as universidades com os estudantes, que serão os novos profissionais estejam inseridos na cultura de pacificação social.
 
“Ao invés de trabalharmos a litigância deve-se procurar métodos alternativos de solução de conflitos. A importância da assinatura desses termos é ímpar para todo o sistema de Direito. As universidades são os formadores dos novos profissionais e temos que sair do sistema contencioso para buscar alternativas consensuais. Essa mudança se faz desde aquele que vai iniciar no sistema de justiça, seja qual for a função escolhida, advogado, promotor, juiz, defensor, procurador.”
 
Drauzio Antonio Medeiros, reitor do Univag destaca a relevância de mais esta parceria entre a instituição e o Judiciário. “Sempre é um ganho para toda instituição de ensino. Essa parceria é extremamente importante em função da apresentação, conhecimento e vivência do alunado nessa área de conciliação e mediação. Um acordo alivia a todos e esse trabalho de conciliação é extremamente importante a todos e o Univag tem o privilégio de participar.
 
A coordenadora do curso de Direito do Univag, Danusa Balthazar de Andrade pontuou alguns dos ganhos para os(as) acadêmicos(as) oriundos dessa parceria. “São incalculáveis porque primamos pela qualidade na nossa instituição. O aluno sai do NPJ realmente preparado para a vida prática e são exatamente essas parcerias que possibilitam esse conhecimento do aluno. Ele efetivamente participa, vai fazer audiências e atender, acompanhado de um professor, e adquire conhecimento. É mais uma opção que nossos alunos terão de poder aderir a esse estágio e que é fantástica para a qualidade do profissional que estaremos lançando no mercado.”
 
Vitor Campos, estudante do 7º semestre de Direito é um dos alunos que já está no período de estágio e afirma que esta oportunidade oferecida por meio dos termos de cooperações celebrados contribuirá para sua vida acadêmica e consequentemente a atividade profissional. “Essa é mais uma oportunidade para nós acadêmicos podermos aprender mais com o mundo jurídico, que vai agregar muito valor na nossa grade curricular e corrobora para que possamos ser profissionais cada vez mais qualificados para o mercado de trabalho.”
 
Também assinaram os termos e participaram da solenidade a juíza coordenadora do Nupemec, Cristiane Padim da Silva, o juiz-coordenador do Cejusc de Várzea Grande, Luis Otávio Pereira Marques, o vice-reitor do Univag, professor Flávio Foguel, professor mestre Peter Willians, diretor da área de Ciências Sociais Aplicadas do Univag e o coordenador do Núcleo de Prática Jurídica, professor mestre Afonso Winter Júnior, além de alunos e alunas do curso de Direito.
 
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
 
Descrição das imagens: Foto1: Foto horizontal onde aparecem os representantes das instituições que assinaram os termos. Eles estão em pé, um ao lado do outro com uma mesa coberta com um forro branco na frente.
Foto2: Desembargador Mario Kono fala aos presentes. Ele usa um blaser azul escuro, uma camisa listrada em tons cinza e segura microfone com mão direita.
Foto3: Desembargador Mario Kono e reitor do Univag, Drauzio Antonio Medeiros assinam os termos de cooperação. Ao fundo está um telão onde pode-se ler “Univag”. Ao lado do desembargador está a juíza Cristiane Padim e ao lado do reitor, uma funcionária da instituição.
  
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Comentários Facebook
Veja Também:  Mais de 180 mil contribuintes foram inseridos na dívida ativa por não pagar IPVA 2019
Propaganda

Mato Grosso

Governo credencia instituições financeiras ao fundo de aval MT Garante; investimento é de R$ 100 milhões

Publicados

em

Por

O Governo de Mato Grosso credencia, nesta segunda-feira (27.06), as cinco instituições financeiras interessadas em operacionalizar linhas de crédito, por meio do Fundo de Aval Garantidor de Mato Grosso, o MT Garante. O investimento do governo no fundo é de R$ 100 milhões, beneficiando diretamente microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas, pequenos e médios produtores rurais, cooperativas e economia solidária.

O ato de credenciamento será realizado na Sala Garcia Neto, no Palácio Paiaguás, às 15 horas, com o governador Mauro Mendes, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e presidente da Desenvolve MT, Jair Marques, e as instituições financeiras Sicred, Sicoob, AL5, Unicred e Desenvolve MT.

MT Garante

O fundo de aval é vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) garantindo crédito às operações de financiamento contratadas por meio da Desenvolve MT, cooperativas e demais instituições financeiras públicas e privadas. A expectativa é de que o afiançamento pelo governo possibilite R$ 1 bilhão em linhas de crédito, que vão beneficiar Microempresas Individuais (MEIs); Microempresas (ME); Empresas de Pequeno Porte (EPP); Pequenos e Médios Produtores.

Veja Também:  Encontro Interinstitucional: palestras incentivam debates científicos no Tribunal de Justiça

Com a formalização do investimento, o Governo viabiliza e reduz uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos pequenos empresários, microempreendedores e produtores rurais, que buscam suporte financeiro para manter o próprio negócio, como exigências de garantias, taxas de juros elevadas e prazos curtos de pagamento, dentre outros empecilhos burocráticos. 

Serviço
Governo credencia cinco instituições financeiras ao MT Garante
Data e hora: segunda-feira (27.06), às 15h
Local: Sala Garcia Neto, Palácio Paiaguás, Cuiabá

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

“Apoio do Governo com o GNV é fundamental para mantermos o trabalho e sustento da família”, afirma motorista de aplicativo

Publicados

em

Por

O motorista de aplicativo Paulo Davi Vidal Silva, de 32 anos, precisou se reinventar para continuar trabalhando com o transporte de passageiros, na Região Metropolitana, devido a alta dos preços dos combustíveis. Com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), Paulo e outros motoristas recorreram ao gás natural veicular (GNV), o que possibilitou continuar prestando o serviço aos seus clientes.

Há mais de dois anos, Paulo Davi presta serviço de transporte de passageiros por aplicativo. Ele gastava cerca de R$ 2.400 por mês com etanol e hoje em dia com o gás gasta R$ 1,5 mil.  Diante do aumento dos preços da gasolina e do etanol, ele e outros motoristas buscaram a Associação dos Motoristas por Aplicativos de Mato Grosso (AMA-MT) para obter informações da MT Gás e converter os automóveis de aplicativo para o uso do GNV.  

“Quando o álcool subiu, pensei em desistir de trabalhar como motorista de aplicativo. A gasolina já tinha subido e era inviável trabalhar, eu estava pagando para trabalhar, então conheci o GNV que chegou em um bom momento na minha vida. Com o apoio da AMA-MT e da MT Gás a gente continua trabalhando, sustentando nossas famílias, porque tivemos que nos reinventar e o gás natural veio como alívio no nosso bolso”, afirmou Paulo Davi.

Veja Também:  Mais de 180 mil contribuintes foram inseridos na dívida ativa por não pagar IPVA 2019

De acordo com o presidente da AMA-MT, Cleber Cardoso Silva, assim como Paulo Davi, outros motoristas de aplicativos associados, viram no gás natural veicular uma alternativa viável, mas ainda pouco conhecida, e que a equipe da MT Gás foi essencial para fazer a mudança dos veículos para o uso do GNV.

“Atualmente em Cuiabá e Várzea Grande temos mais de cinco mil motoristas cadastrados e 40% já aderiram ao uso do GNV. Esse gás natural veicular é fundamental em nossas vidas, é questão de sobrevivência. Muitos motoristas encontram motivação para seguir na profissão, é muita gente que estava pagando para trabalhar com alta do combustível e a MT Gás nos deu esse suporte com informações técnicas de como poderíamos fazer e nos passou confiança, de que essa mudança era necessária”, ressaltou o presidente da AMA-MT.

Além dos motoristas de aplicativo, o Governo de Mato Grosso, por meio da MT Gás, vem sendo um grande aliado dos empresários, alguns, proprietários de postos de combustíveis e oficinas mecânicas. O empresário em Cuiabá, Fábio Marques, é dono de posto de combustível, e já vem expandindo os negócios depois de aderir ao GNV. “Fico muito feliz em trabalhar com GNV, estou há um ano nesse mercado e me realizo a cada dia, primeiro com o ganho ambiental e, segundo, o plano econômico e os preços ajudando muito” afirmou o empresário.

Veja Também:  Governo publica edital para construção do Hospital Regional de Tangará da Serra

O presidente da Companhia Mato-grossense de Gás, Rafael Reis, explica que o governo está garantindo o fornecimento de gás natural nos próximos anos no Estado. “Esse suporte da MT Gás vem abrindo possibilidades de novos mercados e para os motoristas de aplicativos e empresários investirem em novas unidades de postos e em oficinas de conversão. Isso contribui para geração de emprego, renda e qualidade de vida para essas pessoas, que confiam nessa nova alternativa como sendo mais viável e, principalmente, segura”, afirmou Rafael.

De acordo com a MT Gás, os maiores beneficiados com o retorno de fornecimento foram os motoristas de veículos, principalmente de aplicativos e taxistas. Indústrias estimam economia com o uso do Gás Natural de até 50%, em relação a outros combustíveis.

“O Governo do Estado envolvido nesta nova alternativa de combustível, abre novas portas para o desenvolvimento econômico e a MT Gás tem uma equipe técnica preparada para orientar e capacitar sobre o uso do GNV. Nós passamos credibilidade tanto para os empresários quanto para  os motoristas, que podem investir sem medo em tecnologia de abastecimento rápido, criação de novos postos, e investir em grandes oficinas, além disso o Governo possibilitou o preço de custo menor de todo país ajudando os motoristas de aplicativos”, disse o presidente da MT Gás.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana