conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil autua escrivão por violência doméstica e posse e porte ilegal de arma e munições

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio do Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá e a Corregedoria Geral, prendeu em flagrante nesta terça-feira (20.07) um escrivão de polícia pelos crimes de ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha, porte ilegal e posse irregular de armas de fogo e munições de uso restrito e permitido. 

As investigações que resultaram na prisão do policial inciaram na tarde de segunda-feira (19), quando a convivente do escrivão procurou o Plantão de Vítimas de Violência Doméstica relatando que vinha sofrendo ameaças do companheiro. Após o relato dos fatos, a vítima optou por representar contra o policial e requereu medidas protetivas de urgência. 

Por se tratar de ocorrência envolvendo policial civil, uma equipe da Corregedoria foi acionada e fez o acompanhamento das diligências realizadas pelos policiais do plantão na residência do escrivão, onde foi feita a retirada dos pertences pessoais da vítima. Dois delegados corregedores acompanharam os trabalhos. 

No endereço, as equipes encontraram o escrivão no hall do prédio e foi solicitado pelos policiais da Corregedoria que ele entregasse a arma que portava. No interior do apartamento foram encontradas várias armas de fogo de diferentes calibres, munições, peças e apetrechos de armas, sendo todo material apreendido. 

Veja Também:  Força Tática prende passageiro com meio quilo de droga em carro de aplicativo

Também foram realizadas buscas em uma viatura que estava com o policial e foram encontradas no porta-malas mais munições, armas de diferentes calibres e caixas com peças de armas. 

Todo o material foi apreendido e o policial encaminhado ao Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, porte ilegal e posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito e permitido.

Ele será encaminhado para audiência de custódia da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Companhia Raio detém dupla envolvida em golpes de compra e venda pela internet

Publicados

em


Policiais da Companhia de Motopatrulhamento Raio prenderam na noite esta sexta-feira (23.07), um homem e uma mulher, por estelionato.

A equipe tinha identificado a suspeita envolvida em golpes de compra e venda pela internet. Sua conta bancária foi rastreada o que facilitou sua localização.  Rendida, contou que foi persuadida por um amigo a emprestar sua conta bancária e receberia 5% de qualquer movimentação de valores despistados.

O comparsa foi preso em uma loja de produtos pets e apontou outro homem que seria o responsável pelos golpes. Ele assumiu ter convencido a colega a participar da ação criminosa. O terceiro suspeito não foi localizado. Três celulares foram apreendidos.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Também:  Polícia Civil prende traficante durante cumprimento de buscas em Canabrava do Norte
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

Veja Também:  Vencedores do campeonato de Xadrez da Escola Tiradentes de Rondonópolis são premiados

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana