conecte-se conosco


Policial

 Polícia Civil autua indígena por morte de companheira em Juara

Publicados

em

Um indígena responsável pela morte de sua companheira, também indígena e menor de idade, foi autuado em flagrante pela Polícia Civil na tarde de quarta-feira (24.11), poucas horas depois do crime ocorrido em Juara (709 km a médio norte de Cuiabá).

O suspeito, de 19 anos, foi autuado em flagrante pelo homicídio simples da companheira de 14 anos. O fato ocorreu na manhã de terça-feira (24), em meio a área de floresta, próximo da Aldeia Indígena Mayro. A aldeia fica a 70 km de distância da cidade e o acesso é por um trecho de 50 km de estrada de terra e mais uma hora de barco.

O casal da mesma etnia e vivia um relacionamento conjugal há cerca de um ano. A menor morreu após ser atingida na face por um disparo de espingarda calibre 32, efetuado acidentalmente pelo companheiro. O irmão da vítima estava no momento dos fatos e presenciou todo o ocorrido.

Após efetuar o disparo que atingiu a companheira, os dois (autor e o irmão) a socorreram a vítima de embarcação até a aldeia para atendimento médico, porém a menor indígena não resistiu ao ferimento e morreu antes de chegar ao atendimento.

Veja Também:  MPMT e Polícia Judiciária Civil se reúnem para fortalecer parceria nas investigações criminais

De acordo com o delegado de Juara, Carlos Henrique Engelmann, depois de detido o suspeito foi encaminhado para delegacia onde foi interrogado. “Em depoimento, o jovem indígena alegou que acreditava que arma de fogo estivesse descarregada, e que não tinha intenção de matar a companheira, a quem disse que amava”, pontuou o delegado.

Em seguida o conduzido foi autuado em flagrante por homicídio simples, e posteriormente encaminhado para Cadeia Pública de Juara, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: Assessoria | Polícia Civil-MT

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres e Região

Forças de segurança apreendem 450 kg de droga e aeronave utilizada para tráfico em Arenápolis 

Publicados

em

O entorpecente estava escondido em um canavial; ninguém foi preso

Hérica Teixeira | Sesp-MT – Foto por: Gefron-MT

Ação conjunta das forças de segurança estadual e federal apreenderam, neste domingo (14.03), no município de Arenápolis (234 km de Cuiabá), uma aeronave carregada com 450 quilos de cloridato de cocaína. O prejuízo estimado ao crime com esta apreensão é de R$ 15 milhões. Ninguém foi preso. 

Conforme a ocorrência, a Polícia Militar de Denise (206 km de Cuiabá) recebeu uma denúncia e, então, se deslocou até a pista de voo de uma fazenda no município vizinho, Arenápolis, onde se deparou com um veículo. Com a chegada da polícia, no entanto, os ocupantes conseguiram fugir, abandonando o carro na região de um canavial.

Também no local, a polícia encontrou a aeronave, que estava vazia. Contudo, durante buscas pelo canavial, foram localizados 11 sacos grandes carregados de drogas.

Participaram da ação o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT), a Polícia Militar de Tangará da Serra e a Polícia Federal. As equipes continuam as buscas para localizar os suspeitos.

Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Motocicleta subtraída em golpe do envelope vazio é recuperada em General Carneiro
Continue lendo

Policial

Jovem é sequestrado, torturado e morto em Nova Olímpia

Publicados

em

Crime aconteceu em Nova Olímpia

O adolescente, Kawan Bruno Oliveira Silva, de 17 anos, foi encontrado morto após ser sequestrado junto com um amigo, de 19. Os dois foram torturados, na madrugada de domingo, 07, em Nova Olímpia. Horas depois, corpo de Kawan foi encontrado com marcas de tiros no Campo do Epitácio. Já a outra vítima conseguiu fugir e um dos suspeitos de praticar o crime foi preso.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sobrevivente contou que o amigo recebeu a ligação de uma pessoa com nome de sogrinha ou T2, o convidando para consumir droga. Os dois foram até o local combinado e, quando chegaram, encontraram uma motocicleta e um veículo os esperando.

Quatro pessoas estavam no local. Eles foram rendidos, colocados no porta malas do carro e levados para um barracão abandonado. Lá, foram amarrados, torturados e agredidos com pedaços de madeira, fios e cordas.

Já na madrugada, foram levados para o campo. No local, ficaram de joelhos e um dos suspeitos efetuou vários disparos contra Kawan. Já ele, aproveitou da distração dos criminosos e conseguiu fugir, pedindo ajuda logo em seguida.

A vítima deu a entrada em uma unidade de saúde. E, por volta das 4h, a Polícia Militar foi acionada por populares relatando que o corpo de Kawan foi encontrado abandonado no campo. Enquanto o local era isolado, eles foram informados que um rapaz deu entrada no hospital da cidade, vítima do mesmo caso.

Com Barbara Sá/RD News

 

Veja Também:  Homem que agrediu mulher em Arenápolis já está solto

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana