conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil conclui investigações e indicia autores de latrocínio contra servidor público em Várzea Grande

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA), da Polícia Judiciária Civil, concluiu as investigações do latrocínio que vitimou um servidor público no mês de Janeiro, em Várzea Grande. O trabalho denominado operação “Golpe de Ariete” levou a identificação e indiciamento dos autores do crime.

Apontado nas investigações da DERRFVA como autor do roubo seguido de morte, Lucas Silveira do Espírito Santo,19, teve o mandado de prisão cumprido por policiais militares, na tarde de quinta-feira (28.02), na região central de Várzea Grande. O segundo envolvido, Leonardo Alexandre Borges Rodrigues de Araújo também está com a ordem de prisão decretada e continua foragido.

O crime ocorreu na tarde de 17 de janeiro, em frente a um hotel, aos fundos do Pronto-Socorro de Várzea Grande (PSM-VG). A vítima, Charles Willian Antônio dos Santos, 36, trabalhava como vigia em uma cheche no bairro da Manga e no dia do crime, levou a sua esposa para ministrar um curso no PSM-VG.

O servidor resolveu aguardar a esposa no interior do seu veículo Volkswagem Gol, momento em foi abordado pelos dois assaltantes que anunciaram o roubo. Durante o assalto, a vítima foi rendida e em seguida atingida com dois disparos de arma de fogo, um na coxa e outro na cabeça.

Veja Também:  Polícia Militar apreende 153 quilos de pasta base de cocaína escondida em caminhão

Logo após o crime, a equipe da DERRFVA assumiu as investigações conseguindo identificar os dois autores do crime, que tiveram os mandados de prisão representados e deferidos pela Justiça. Na tarde de quinta-feira, Lucas, foi abordado por policiais militares que entraram em contato com a DERRFVA, constatando o mandado de prisão em aberto contra o suspeito.

Ao ser interrogado pelo delegado, Arnon Osny Mendes Lucas, o suspeito confessou a autoria do crime e confirmou a atuar como “ladrão de veículos”. De acordo com o suspeito, a intenção era roubar o carro, porém a vítima o reconheceu uma vez que eles tiveram um desentendimento, meses antes na porta da creche em que o servidor trabalhava.

“Diante do reconhecimento do assaltante, a vítima reagiu ao roubo, fato que teria motivado o suspeito a efetuar os disparos”, disse o delegado.

As diligências continuam em andamento para localizar, Leonardo Alexandre Borges Rodrigues de Araújo, que também teve a participação identificada no crime.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Homem é preso por porte ilegal de arma após efetuar disparos em frente à residência
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicados

em

Por

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Veja Também:  Polícia Civil prende proprietário de lava jato utilizado para comércio de drogas

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana