conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mandados contra envolvidos em crimes contra criança e adolescente em Barra do Garças

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Seis mandados judiciais em desfavor de autores de crimes contra crianças e adolescentes e de violência doméstica e familiar, foram cumpridos pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), nesta semana.

As ações estão inseridas na operação nacional “Acalento” coordenada pelo Ministério da Justiça (MJ) de combate a crimes praticados contra crianças e adolescentes, e na operação “Ruris” deflagrada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças.

Entre as ordens judiciais, quatro foram mandados de prisão contra suspeitos de crimes de estupro de vulnerável, investigados e esclarecidos pela delegacia especializada de Barra do Garças, cujos autores tiveram as condenações definitivas decretadas pela Justiça.

De posse das ordens de prisão, os policiais civis descobriram que os quatro procurados estavam na cidade de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), sendo então solicitado apoio dos policiais do município, que realizaram a prisão dos envolvidos em cumprimento aos mandados.

Veja Também:  Companhia Raio encontra maconha com trio durante motopatrulhamento

Conforme a delegada da DEDM de Barra do Garças, Luciana Batista Canaverde, restaram apenas dois mandados de prisão, considerados “prejudicados”, uma vez que os alvos morreram em situações anterores ao cumprimento das ordens judiciais.

“A equipe da delegacia também realizou o cumprimento de um mandado de prisão preventiva por descumprimento de medida protetivas estabelecida pela Lei Maria da Penha, e outro mandado de busca e apreensão domiciliar, ambas ações incluídas na operação Ruris, visando dar rápida resposta às vítimas de violência doméstica ocorridas na região”, destacou a delegada Luciana Canaverde.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

Veja Também:  Homem é baleado e morre no Médio Norte; polícia alega que tentou impedir prisão do filho

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Com 92 testes de alcoolemia realizados, Lei Seca prende 13 pessoas por embriaguez ao volante

Publicados

em


Durante a 28ª edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (24.07), 13 pessoas foram presas por dirigirem veículo sob efeito de álcool, conforme Art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A blitz ocorreu na Av. Isaac Póvoas, no centro, em Cuiabá, e foi concluída com 92 testes de alcoolemia.

Foram lavrados 58 Autos de Infração de Trânsito (AITs). Deste total, 23 foram por conduzir veículo sob efeito de álcool; 13 por recusar-se a realizar o teste de alcoolemia; cinco por conduzir veículo sem possuir CNH; nove por conduzir veículo sem registro ou não licenciado; e oito por outros motivos.

A operação resultou ainda em três Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) de motoristas dirigindo sem habilitação. Foram removidos 38 veículos, sendo 35 carros e três motocicletas, além de 39 veículos autuados.

Os agentes de trânsito e de segurança também recolheram 23 documentos, sendo 21 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e dois Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs).

Veja Também:  PRF inicia ‘Operação Carnaval’ nas rodovias federais do MT na próxima sexta (1º)

Sob coordenação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), esta edição da Lei Seca contou com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob); e Sistema Penitenciário.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana