conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre quatro mandados de prisões na região de fronteira

Publicados

em

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Mirassol d”Oeste cumpriram no sábado (11.06), quatro mandados de prisão em desfavor de indivíduos que cumpriam penas em regime semiaberto, porém tiveram o benefício revertido por descumprimento das condições impostas pela Justiça. 

As ordens judiciais foram expedidas pelo juízo da Terceira Vara da Comarca local, sendo os suspeitos localizados e presos pelos policiais civis.

Um dos detidos foi um homem de 51 anos, morador do bairro Jardim São Paulo, e que responde pelos crimes de lesão corporal, receptação e roubo.Ele foi condenado há mais de 22 anos de reclusão, sendo localizado na praça do bairro onde reside.

O segundo preso de 35 anos responde por diversos furtos, sendo condenado há de 2 anos e 9 meses, vem como também foi abordado pela equipe no bairro Jardim São Paulo.

O terceiro envolvido, de 36 anos, é acusado de tráfico de drogas ocorrido no ano de 2016. Na época dos fatos, o suspeito foi autuado em flagrante por transportar cerca de 42 quilos de entorpecentes, que estavam ocultados em compartimento secreto do veículo. O suspeito teve o mandado de prisão cumprido na zona rural do município.

Veja Também:  Policiais civis de MT são capacitados em instrução operacional e atendimento pré-hospitalar pela Força Nacional

Já o quarto suspeito de 42 anos e com diversas passagens criminais, responde pelos crimes de associação para o tráfico de drogas, tráfico de drogas, corrupção de menores, embriaguez ao volante, apropriação indébita, entre outros delitos. Com quase 19 anos de condenação, ele foi localizado pelos policiais no município de São José dos Quatro Marcos.

Após o cumprimento dos mandados de prisão, os quatro envolvidos foram conduzidos para as providências cabíveis, e posteriormente encaminhados para a Cadeia Pública ficando à disposição do Poder Judiciário.

O delegado de Mirassol d’Oeste, Matheus Prates de Oliveira, ressaltou que uma das prisões foi realizada por meio de reconhecimento facial, instrumento tecnológico utilizado pela Polícia Civil de Mato Grosso, visto que o procurado não portava documentos de identificação.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende autor de feminicídio poucas horas depois de cometer o crime

Publicados

em

Por

O autor do feminicídio que vitimou uma jovem de 23 anos, na madrugada de sábado (02.07), em Tapurah (433 km a médio norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil nas diligências ininterruptas para apurar o crime.

O suspeito de 36 anos foi autuado em flagrante por homicídio qualificado (feminicídio). A vítima, Letícia Maria da Silva, foi atingida por golpes de faca desferidos pelo marido, motivado por ciúmes.

O crime ocorreu no bairro São Cristovão, na frente dos filhos e de um casal de amigos. Em seguida o autor fugiu da casa levando a filha de 4 anos e um adolescente de 15 anos, e conseguiu apoio de terceiros para se esconder.

Durante toda a madrugada foram realizadas diligências para identificar o paradeiro do suspeito, quando no início da manhã de sábado, o procurado foi surpreendido com os filhos em frente de uma casa.

No momento em que avistou a equipe, o suspeito correu para um milharal próximo do local, deixando as crianças para trás. Ao escapar do cerco policial, ele voltou para a cidade e adentrou em outro imóvel para se esconder.

Veja Também:  Homem é preso em Sorriso por ameça e estupro contra ex-companheira

Porém, foi novamente encontrado e novamente fugiu para o milharal. Somente depois de realizados disparos de advertência, e já no meio da plantação de milho, o suspeito se entregou.

O homem foi conduzido para Delegacia de Tapurah, interrogado pelo delegado Guilherme Pompeo, e autuado em flagrante por homicídio qualificado em feminicídio.

Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado e colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Investigado por atear fogo em casa de ex-companheira com a família dentro é preso em Brasnorte

Publicados

em

Por

Um homem procurado pela Polícia Civil em Brasnorte pelos crimes de lesão corporal e por causar incêndio na residência da ex-companheira teve o mandado de prisão cumprido na última sexta-feira (01.07). 

O investigado, de 37 anos, estava com a prisão preventiva decretada pelo juízo da Comarca de Brasnorte após representação encaminhada pelo delegado do município, Eric Fantin. 

O crime ocorreu no dia 27 de maio, quando o investigado, após uma noite de agressões físicas e verbais contra a vítima, ateou fogo na residência, onde também estavam outras pessoas, inclusive, uma criança. As vítimas conseguiram sair do local a tempo. 

Vizinhos acionaram a polícia e um caminhão-pipa foi usado para combater as chamas, mas a casa foi totalmente destruída pelo fogo. A ex-companheira do autor do crime necessitou ser hospitalizada em função das agressões sofridas. 

Após cometer o crime, o investigado confessou, por um aplicativo de mensagens, o crime e disse ainda que “se pegar depois fora do flagrante já era … não dá nada mais”. 

A prisão preventiva do autor foi decretada e desde a data do crime ele estava foragido, até que na sexta-feira, após buscas realizadas pela equipe da Delegacia de Brasnorte, ele se apresentou na unidade e teve cumprido o mandado de prisão.

Veja Também:  PM recupera carga de seoja avaliada em R$ 150 mil e apreende carreta com sinais de adulteração

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana