conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil de MT recupera valores subtraídos de três vítimas de golpe pela internet

Publicados

em

Mais três vítimas de crime de estelionato por meio eletrônico, registrados em Mato Grosso e na Bahia, tiveram os valores recuperados pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), na quarta-feira (22.06).

Na primeira ocorrência, a vítima de 77 anos procurou a Delegacia Territorial de Irará, no Estado da Bahia, para comunicar os fatos. O comunicante relatou que havia caído em um golpe pela internet e realizado duas transferências via PIX, no valor total de R$ 9,2 mil.

No entanto, a Polícia Civil foi acionada tendo em vista que uma das contas bancárias indicadas pelo golpista havia sido aberta em Mato Grosso. Diante das informações os policiais civis da DRCI conseguiram bloquear o dinheiro subtraído da vítima.

A outra vítima de 70 anos e moradora no bairro Grande Terceiro, compareceu na 1ª Delegacia de Polícia de Cuiabá, informando que recebeu uma mensagem pelo aplicativo do WhatsApp de um perfil usando a foto do filho.

Veja Também:  DENISE: Exame comprova que enfermeira agressiva transmitiu covid-19 a militares durante ocorrência

Na conversa o suspeito solicitou dinheiro no valor de R$ 790, sendo feito a transferência bancária. Entretanto, pouco tempo depois a mesma pessoa pediu mais R$ 1,8 mil, só então ele percebeu que se tratava de um golpe.

Logo que informadas sobre o caso, a DRCI conseguiu recuperar por meio de bloqueio bancário, parte do valor subtraído do idoso.

A terceira recuperação foi após o boletim de ocorrência registrada na 1ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande, na tarde de quarta-feira (22.06). A vítima de 36 anos e moradora do bairro Água Vermelha, narrou que viu um anúncio no site da OLX de venda de um veículo.

O automóvel modelo Prisma estava sendo oferecido pelo valor de R$ 50 mil, e interessado o comunicante fez contato no celular informado na propaganda, e passou a conversar com uma mulher que se apresentou como sendo a proprietária do carro.

A dona do Prima alegou que o veículo estava no nome de um parentem, mas a negociação era com ela mesma. Então a vítima chegou a ver o carro e em seguida efetuou duas transferências nos valores de R$ 20 mil e R$ 15 mil respectivamente. Logo após realizar os pagamentos a mulher bloqueou a vítima.

Veja Também:  Autor de latrocínio em Pernambuco é preso pela Polícia Civil em Alto Garças

A DRCI entrou em contato com os Setores de Antifraude das instituições financeiras, conseguiram bloquear os valores subtraídos.

As investigações continuam visando identificar os autores dos crimes virtuais cometidos em desfavor das vítimas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal apreendem caminhão com madeira irregular na fronteira

Publicados

em

Por

Um caminhão carregado de madeira irregular foi apreendido na noite de quinta-feira (30.06), no município de Comodoro, região oeste do Estado, após ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Três pessoas foram presas em flagrante pelo crime ambiental.
 
Os policiais civis de Comodoro e os agentes da PRF realizavam barreiras na região de fronteira, visando o combate a extração ilegal de madeira em terras Indígenas, quando na noite de quinta-feira (30), avistaram um caminhão transportando a matéria prima. 
 
A fiscalização policial foi montada na Rodovia BR 174, próximo ao KM 555, entre os municípios de Comodoro e Vilhena, no Estado de Rondônia.  Durante a abordagem foi verificado que o veículo era ocupado pelo motorista e mais dois indivíduos.
 
Na ocasião não foram apresentados os documentos obrigatórios, além da documentação exigida para o transporte de madeiras, como o Documento de Origem Florestal e a Guia Florestal, além disso, o caso do transporte da madeira feito no período noturno, constitui uma agravante ao crime ambiental previsto na Lei Federal  9.695/98.
 
Diante dos fatos, o caminhão com a carga de madeira foi apreendido, e os três suspeitos conduzidos para Delegacia de Comodoro, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito.

Fonte: PJC MT

Veja Também:  Polícia Civil prende traficante com três tabletes de maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil prende traficante com três tabletes de maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana