conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil deflagra operação para prisão de 128 envolvidos em fraude ambiental em MT

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT 

Uma grande operação para prender pessoas suspeitas de envolvimento em uma fraude ambiental que ultrapassa R$ 150 milhões foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (13.03), pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, para cumprimento de 128 mandados de prisão e 12 buscas e apreensão.  

Os alvos são representantes legais e operacionais, engenheiros florestais e ex-servidores da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

A operação intitulada  “Terra a Vista”, é oriunda de inquérito policial conduzido pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), com o  objetivo de investigar uma organização criminosa que atuava na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), fraudando o Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora).

As investigações contaram com apoio da Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis (Ibama), nos procedimentos de análise e auditório, além do auxílio no trabalho com a vistoria de mais de 70 mil m³  relacionados a empreendimentos alvos do inquérito.

Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, expedidos pela Juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Ana Cristina Mendes, são cumpridos em vários municípios do Estado de Mato Grosso:  Cuiabá, Várzea Grande, Alta Floresta, Nova Monte Verde, Apiacás, Paranaíta, Nova Bandeirantes, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Itaúba, Matupá, Marcelândia, Claúdia, Santa Carmem, Ipiranga do Norte , Feliz Natal, Sorriso, Sinop, Juara, Aripuanã, Porto dos Gaúchos, Castanheira, Arenápolis.

Veja Também:  Homem é preso após agredir ex-namorada com soco em Várzea Grande

O trabalho de apuração começou no ano de 2014, com o auxílio de uma auditoria realizada pela própria Sema, que descobriu um esquema de fraude no sistema na criação de créditos florestais, beneficiando diversas empresas do ramo madeireiro e terceiros (com inserção de dados falsos no sistema).

Muitos créditos circularam para outras empresas gerando Guias Florestais inidôneas, as quais podem ter sido usadas para acobertar operações ilegais, promovendo, em tese, tanto a circulação de produto florestal de origem ilícita, quanto à lavagem dos valores correspondentes a essas mercadorias ilegais (madeiras extraídas ilegalmente, lavagem de dinheiro).

O cumprimento dos mandados de prisão e apreensão é realizado por policias civis da Diretoria de Atividades Policiais, Diretoria do Interior, Diretoria Metropolitana, Diretoria de Inteligência.

A investigação tramita em sigilo de justiça e por conta disso, outros detalhamentos não serão divulgados no momento.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Foragido por homicídio em Arenápolis é capturado no Distrito da Guia

Publicados

em

Na ocasião, a vítima, um homem, teve os dentes tirados à força e agredida até a morte, pelo acusado e comparsas que já foram presos

Maricelle Lima Vieira | PMMT – Foto por: PMMT

Uma equipe do 10º BPM capturou na manhã desta segunda-feira (21.12), um foragido da justiça por homicídio ocorrido na cidade de Arenápolis, no final do mês de outubro deste ano.

Na ocasião, a vítima, um homem, teve os dentes tirados à força e agredida até a morte, pelo acusado e comparsas que já foram presos.

Os militares da Base Ribeirão do Lipa foram informados pela equipe da Agência de Inteligência que o criminoso estaria em uma casa no Distrito da Guia, na capital.

Considerado de alta periculosidade com dois mandados abertos, sendo o segundo por tráfico de droga, ambos os documentos expedidos pela justiça de Arenápolis.

Os policiais chegavam à residência quando encontraram o denunciado saindo. Ele não apresentou resistência e foi entregue na Central de Flagrante.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: Assesoria

Veja Também:  Mãe de jovem morto atropelado em Tangará aciona motorista e quer indenização

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Motoristas brigam e colocam a vida de passageiros em risco

Publicados

em

A Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência de briga no trânsito, entre o motorista de um ônibus de transporte coletivo intermunicipal e o motorista de uma Doblô.

Segundo o motorista do ônibus , Antônio Carlos Ferreira, a vida de passageiros foi colocada em risco, pois o motorista da Doblô, forçou ultrapassagem.

Antônio relatou que foi preciso sair da pista para evitar acidente.

Temendo consequências piores, o motorista fugiu, porém foi fechado pelo doblô novamente e seguiram até a rodoviária de Jangada, onde outras pessoas entraram na confusão. Uma mulher tentou agredir o motorista do ônibus e agrediu verbalmente com palavras de baixo calão.

Em seguida o ônibus seguiu viagem pela BR 163/ 364, chegando nas três faixas em uma subida o condutor da doblô, que estava na via de trânsito rápido, quando olhou no retrovisor, viu o ônibus dando sinal de luz, colado na traseira do seu veiculo, forçando a ultrapassagem, que não foi possível, pois haviam vários veículos na via de trânsito rápido, impossibilitando a ultrapassagem.

Por pouco a briga no trânsito não acaba em tragédia, pois o motorista do ônibus freou bruscamente na frente de uma carreta e jogou o ônibus em cima da doblô, forçando o condutor , invadir a pista contraria, para evitar um acidente na BR. 

A confusão continuou e o motorista do veículo de passeio seguiu o ônibus até o posto de pedágio da Rota Oeste localizado entre Várzea grande e Jangada, tentando parar o ônibus que estava cheio de passageiros, quando o motorista do ônibus parou no pedágio, em seguida um senhor, furioso começou a bater com as mãos no vidro do ônibus, exigindo que o motorista descesse do ônibus, .

Veja Também:  Três são presos em boca de fumo no bairro Tijucal

Tudo acabou quando o motorista do carro do passeio , que em seguida o condutor da doblô, tentou parar o ônibus no pedágio da rota oeste, situado entre Várzea Grande e Jangada, para acionar a PRF e registrar a ocorrência.

Várias testemunhas fizeram questão de relatar a briga e apontar o caso como sério problema, que Poderia ter causado a morte de várias pessoas.

Diante dos fatos este B.O foi confeccionado e encaminhado a Delegacia de Policia Civil de Rosário Oeste, para as providências que o caso requer.

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana