conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil incrementa tecnologia e lança novas ferramentas móveis para uso dos profissionais da instituição

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Duas novas ferramentas desenvolvidas pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Coti) da Polícia Civil para auxiliar nas investigações e no trabalho policial foram apresentadas, na tarde de quarta-feira (29.09), em evento no Sindicato dos Investigadores (Sinpol) em Cuiabá, que reuniu servidores de todas as delegacias do estado. 

Os produtos Vinculum 2.0 (atualização do sistema Vinculum) e o Geia App (aplicativo que permite acesso ao sistema Geia pelo celular) trazem novas possibilidades que contribuem para a agilidade da investigação policial. 

Entre as novidades das ferramentas como pesquisa em diferentes sistemas, cruzamento de informações e facilidades que permitem que o policial possa utilizar os recursos móveis na rua, durante a diligência, realizando o trabalho de forma mais ágil, com amplo acesso a dados. 

Após quase 10 anos de existência do módulo Vinculum, a COTI lança a versão 2.0, que é a atualização da versão anterior para uma plataforma com uma tecnologia mais moderna, rápida e robusta, com mais funcionalidades do que as previstas na versão anterior.

Além da pesquisa em diferentes sistemas, a atualização do módulo permite a coleta mais célere das imagens de presos que passam pelas unidades, através de QR Code que pode ser lido com a câmera do celular e carregado diretamente para o perfil do suspeito, não precisando baixar a imagem para enviar ao sistema.  

Veja Também:  Polícia Civil e Conseg entregam cestas básicas para vítimas de violência doméstica em Tangará da Serra

O segundo produto lançado, o Geia App, também traz as mesmas possibilidades de pesquisas do Vinculum 2.0, porém, com a possibilidade de acessar as informações de forma móvel, o que anteriormente só era possível por meio de um computador (desktop). 

O aplicativo também contará com funcionalidades do sistema Argus e, em breve, alguns serviços cartoriais e outros que estiverem disponíveis para o policial na delegacia. Outra novidade ofertada no aplicativo será a Carteira Funcional virtual (e-funcional), que será liberada a partir do mês de dezembro com a chegada das novas identidades funcionais. 

Segundo o gerente de Desenvolvimento de Sistemas da Polícia Civil, Ricardo Barcellar, o sistema completa 10 anos em 2022 e estava com uma plataforma defasada, que não permitia a adequação em várias tipos de tela, seja por aplicativo, computador e também em relação às consultas em diferentes sistemas. 

“Os produtos lançados vem para atender demanda dos policiais de disponibilização em outras fontes de dados, que foram incluídas para aprimoramento do trabalho policial, além do recurso do reconhecimento facial, que contribui no reconhecimento de suspeitos auxiliando as investigações”, disse. 

Veja Também:  Mulheres vítimas de violência recebem tratamento especial no Dia Internacional da Mulher

O coordenador da COTI, Fábio Goés, explica que por questão de segurança, o aplicativo precisa ter uma liberação especial, com a primeira instalação através de código para habilitação do aparelho celular. 

“A ideia é que através do aplicativo, o policial tenha acesso a um conjunto de funcionalidades de qualquer lugar. Só será permitida a habilitação de um aparelho por servidor. É um meio de segurança para coibir o uso indevido por não policiais”, disse. 

Nova identidade Geia

Junto aos novos produtos apresentados no evento, também foi lançada a nova logomarca do Geia, sendo o sistema rebatizado como “Geia – Sistemas Policiais”. A mudança vem para atender a fase de modernização da Polícia Civil, uma vez que todos os sistemas estão passando por atualizações.

“O Geia precisava acompanhar as evoluções que estão ocorrendo, sendo percebida a necessidade da atualização da logomarca. Foram passando os anos e como hoje temos na equipe, profissionais que trabalham na área de identidade visual, foi criada a nova marca que mostra a modernização e avanços da Polícia Civil na área de tecnologia”, disse Fábio.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Militar lamenta o falecimento do cabo Pablo da 1ª Cia de Chapada dos Guimarães

Publicados

em


É com pesar que a Polícia Militar informa o falecimento do cabo Pablo Henrique Marques Soares, de 34 anos, na madrugada deste domingo (17), em decorrência de complicações da Covid-19, no Hospital Santa Casa, na Capital.  

O militar estava entubado em tratamento contra a Covid- 19 desde do dia 30 de setembro, quando não resistiu a gravidade da doença e faleceu no hospital. Atualmente, cabo Pablo Henrique trabalhava na 1ª Companhia Independente de Polícia Militar de Chapada dos Guimarães, unidade subordinada ao 1º Comando Regional. 

Cabo Pablo ingressou nas fileiras da Polícia Militar em fevereiro de 2011. Policial querido e dedicado na missão de servir e proteger, era querido por todos os familiares, amigos e colegas de trabalho. O Comando Geral da PM lamenta a dolorosa perda de mais um dedicado policial e se solidariza com todos que sofrem neste momento com ausência do militar.  

O policial militar era solteiro e ainda não tinha filhos. O velório do cabo PM acontece, a partir da meia-noite na Capela Jardins, Sala dos Lírios, no bairro Bandeirantes, em Cuiabá. O sepultamento está marcado para segunda-feira (18.10), às 11h, no Cemitério Parque Bom Jesus, bairro Parque Atalaia. 

Veja Também:  Ações de combate a crimes patrimoniais tem resultados positivos e reduzem índices de roubos e furtos em Confresa
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais prendem homem em flagrante por roubo no CPA

Publicados

em


Neste sábado (16), policiais militares do 3º Batalhão prenderam um homem de 19 anos por roubo, lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo, na capital. A vítima da tentativa de roubo a veículo foi agredida pelo suspeito.  

Por volta das 10h, os policiais militares, via 190, foram informados de que um homem estaria armado nas proximidades da Praça Cultural no bairro CPA I, e que ele havia tentado roubar uma caminhonete. 

De imediato, os policiais foram até o local e encontraram o homem que havia sofrido a tentativa de roubo.

A vítima estava ensanguentada após ser agredida a coronhada pelo suspeito. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem foi rendido pelo suspeito armado com um revólver; ele teria roubado a chave da caminhonete e alguns de pertences pessoais da vítima e fugido.

Testemunhas indicaram a residência em que o suspeito havia entrado após a prática do crime.  Os policiais solicitaram apoio do Batalhão Rotam e do Ciopaer e cercaram o local. O homem foi preso no imóvel, ele estava com uma joia e o relógio da vítima.  

Durante a diligência, a PM ainda localizou no telhado da residência, o revólver calibre 38 e uma mochila contendo um bloqueador de sinal e dois carregadores de parede e veicular que estavam no telhado de uma casa onde o suspeito havia tentado se esconder da polícia.  

O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Cuiabá. 

 

Fonte: PM MT

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de autores de latrocínio que vitimou empresário na Capital

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana