conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil notifica devedores para regularização de débitos oriundos de investigações sobre crimes tributários

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários (Defaz) deflagrou na última semana a Operação Notifica, com o objetivo fomentar e orientar devedores solidários sobre vantagem de pagamento de tributos não recolhidos a fim de gerar a extinção do crédito tributário e, consequentemente, ressarcir o dano ao erário público.

O inquérito policial foi instaurado após a Defaz receber representação fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) efetuada durante a operação Nota Fria que apurou a existência da empresa G.C.C. Eireli em nome de ‘laranja’, como uma empresa de fachada, realizando tão somente a emissão de notas fiscais eletrônicas sem que ocorresse a efetiva circulação da mercadoria.

Foi apurado que a empresa de fachada atuava no ramo de insumos agrícolas e chegou a realizar entre os anos de 2015 a 2017 a venda de R$ 114 milhões de reais em adubo, calcário e fosfato. A investigação revelou os prováveis operadores da empresa de fachada e fez a notificação de todos os devedores solidários a fim de comprovar a regularidade das operações.

Veja Também:  Polícia Civil instaura inquérito para apurar suposto crime contra a família

As operações realizadas pela suposta empresa são objeto de auto de infração pela Superintendência de Fiscalização da Sefaz, inclusive com os débitos inscritos em dívida ativa, no montante de R$ 7, 6 milhões.

Com base em uma nova metodologia de trabalho desenvolvida pela Delegacia Fazendária, a unidade policial, em conjunto com o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA) passa a fazer a notificação dos devedores solidários que não integram o grupo criminoso responsável pela operacionalização da empresa de fachada. A notificação é para que caso não comprovem a regularidade da operação, realizem o pagamento do débito não recolhido, gerando assim a extinção da punibilidade de eventual ilícito tributário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Militar intensifica policiamento durante o 35º Festival de Inverno em Chapada dos Guimarães

Publicados

em

Por

A Polícia Militar de Mato Grosso intensificará o policiamento preventivo e ostensivo durante a 35º edição do Festival de Inverno em Chapada dos Guimarães, que começa nesta sexta-feira (01.07). As ações de policiamento visam garantir a segurança do público e do trânsito na rodovia estadual MT-251.

O policiamento presente será coordenado pelo Primeiro Comando Regional da Polícia Militar, por meio da 1ª Cia Independente da PM, com a intensificação do efetivo de policiais militares e de viaturas presentes.

Além disso, estarão presentes o reforço do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Força Tática, Regimento de Policiamento Montado (Cavalaria), Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) e um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), cedido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

O principal objetivo é inibir e evitar a prática de quaisquer ações delituosas, identificar e efetuar a prisão de infratores da lei, realizar apreensão de armas, substâncias entorpecentes e veículos irregulares, bem como inibir o consumo exagerado de bebidas alcoólicas, especialmente para direção de veículo automotor. 

Veja Também:  Mais um supermercado atacadista é alvo de ficalização de preços na Capital

A Polícia Militar ainda irá cooperar com as demais autoridades policiais e judiciárias na prevenção e repressão aos delitos ocorridos no âmbito de suas competências.

O Batalhão da Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran) realizará o policiamento visando a segurança dos condutores que passarem pela rodovia MT-251, que liga Cuiabá à Chapada dos Guimarães, com a checagem de veículos e condutores, testes de etilômetros, comboios rodoviários e ponto de paradas ao longo da rodovia.

Além das ações de policiamento ordinário, serão realizadas junto a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a Operação Lei Seca, visando a segurança dos motoristas e passageiros que passarem pela rodovia.

O evento, que conta com apoio do Governo do Estado, será realizado em todos os fins de semana entre os dias 01 de julho e 13 de agosto, com entrada gratuita. O festival conta com atrações nacionais e locais, e tem estimativa de público de 300 mil pessoas, ao longo do evento.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende autor do homicídio de empresário ocorrido em Nova Xavantina

Publicados

em

Por

O autor do homicídio, que vitimou um empresário de nacionalidade portuguesa, no município de Nova Xavantina, região leste do Estado, foi preso pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (30.06), após diligências ininterruptas para apurar o crime.

Contra o suspeito de 42 anos também foi descoberto um mandado de prisão em aberto, decretado pelo juízo da Comarca de Novo São Joaquim, no dia 12 de maio deste ano, pelo crime de estupro vulnerável.

Além do cumprimento da prisão, o suspeito foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado.

O homicídio ocorreu na tarde de terça-feira (28), quando o empresário Jonson Almeida dos Santos, conhecido como Português, foi atingido por dois disparos de arma de fogo na região abdominal.

A motivação do crime foi um desacordo comercial. O suspeito também tentou disparar contra outra pessoa, porém a arma falhou.

Os policiais civis de Nova Xavantina, com apoio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Água Boa e das delegacias de Campinápolis e de Novo São Joaquim, coordenados pelo delegado Raphael Diniz Garcia, efetuaram a prisão do suspeito, que estava escondido no bairro Boa Esperança, em Novo São Joaquim.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre mandados e prende três por crimes contra ordem tributária em Juína

Ele foi conduzido à Delegacia de Nova Xavantina, interrogado e autuado em flagrante por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado, além de ter cumprido o mandado de prisão em seu desfavor.

A pistola de calibre 765, usada no crime, foi apreendida em uma casa em Nova Xavantina. O proprietário do imóvel, onde a arma estava, também foi detido e preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Após a confecção dos autos, ambos os presos foram apresentados e colocados à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana