conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende principal comparsa de líder do tráfico em Alto Taquari

Publicados

em

Uma operação com objetivo de reprimir a atuação de uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas e outros crimes foi deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (16.06), em Alto Taquari.

Na ação, um traficante de 21 anos, comparsa do líder da facção foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações da Delegacia de Alto Taquari iniciaram em julho de 2021, após a operação Hidra, que desarticulou o esquema de vendas de entorpecentes na cidade. Após a operação, os criminosos se mobilizaram para dar continuidade ao comércio de entorpecentes destacando um novo gerente do tráfico na cidade.

O trabalho investigativo logo identificou o novo gerente que passou a ser monitorado pela equipe de investigadores da Delegacia de Alto Taquari junto ao seu comparsa, que foi preso em flagrante na operação.

O suspeito preso ostentava o lucro fácil com a venda de drogas, em festas que proporcionava quase diariamente, junto ao seu chefe e comparsa (que conseguiu fugir momentos antes da busca em sua residência).

Veja Também:  Cinco pessoas são presas pela PM e mais de 100 porções de drogas apreendidas em Cuiabá

Segundo as investigações, os suspeitos moravam juntos em casa de bom padrão econômico e exerciam, como forma de manterem seus negócios ilícitos fluindo, sem intervenções de terceiros, a coação física e psicológica de usuários de drogas e sociedade local.

Por meio de campana e informações de moradores do bairro, o fluxo de pessoas nesta casa era intenso, prejudicando a vida dos moradores locais.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência, os policiais apreenderam dinheiro trocado (R$ 283,80 em notas de R$2/R$5 e diversas moedas), rolo de plástico filme (usualmente destinado à embalagem de drogas), quase dois litros de água boricada, pote com bicarbonato (insumos para beneficiar a pasta-base de cocaína) e diversos eletrônicos e objetos geralmente recebidos em troca de dívidas de drogas (como Tvs e celulares).

Noutra casa, foi encontrada significativa quantidade de entorpecentes, Os policiais encontraram, no quintal da casa, cerca de dois quilos de maconha, pertencente aos dois que foram alvos desta operação, de acordo com informações repassadas à equipe de investigação.

Veja Também:  Força Tática descobre depósito de drogas e apreende 33 tabletes de maconha

O suspeito foi encontrado na casa da namorada e, em sua carteira, os policiais encontraram uma porção de maconha. Questionado, ele não negou que morava na casa, alvo da operação.

Diante dos fatos, ele foi conduzido à Delegacia de Alto Taquari, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pela delegada. Michele Castro Reis de Siqueira, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo representado pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

O preso foi transferido para a cadeia pública de Alto Araguaia e passará por audiência de custódia, estando à disposição do Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil ministra o II° Curso de Formação de Instrutor de Tiro Policial - Método Giraldi
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicados

em

Por

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Veja Também:  Polícia Civil ministra o II° Curso de Formação de Instrutor de Tiro Policial - Método Giraldi

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana