conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende sete por furto e receptação de réplicas de armas Airsoft

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

Sete suspeitos de envolvimento no furto, receptação e distribuição de réplicas de armas de fogo do tipo Airsoft (armas sem poder letal usadas em esporte airsoft) foram presos nesta segunda-feira (11.03), pela Polícia Judiciária Civil na operação denominada “Replik”, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá.

Na ação foram cumpridos 6 mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão. Além dos presos por ordem judicial, uma pessoa também foi autuada em flagrante. Todos os mandados foram cumpridos em bairros da capital.

Os presos com mandados são: Heverton Barbosa dos Santos Silva, Leonardo Henrique  Gomes de Jesus, Luciano Walter Costa Pinto, Natã Ezer Paim Ferreira da Luz, Washington Lemos Ribeiro de Paula, Guguyson Rodrigues Leão. Eles respondem por furto qualificado, receptação, receptação qualificada e associação criminosa.

O suspeito, Diogo Gomes da Silva, foi autuado em flagrante ao ser localizado na posse de uma arma de fogo. Ele também vai responder por corrupção de menores. Com ele foram apreendidas uma garrucha artesanal, 4 munições calibre 22, uma arma esportiva, um rádio HT, um aparelho de choque de 150 watts, uma furadeira magnética profissional, celulares e cartões.

Veja Também:  A Polícia Judiciária Civil de Barra do Bugres prendeu autor de Roubo Consumado,ocorrido no Distrito de Assari

Investigação é originária do furto ocorrido na loja Hazard Aisoft, em 20 de janeiro de 2019. O estabelecimento, localizado na região do Porto, em Cuiabá, foi arrombado por criminosos que levaram de dentro da loja várias réplicas de armas (pistolas, submetralhadora, mascaras e óculos) de prática esportiva.

O furto foi cometido por usuários de drogas que eram explorados por uma associação criminosa para prática de delitos. A investigação presidida pelo delegado, José Ricardo Garcia Bruno, apontou que as armas começaram a ser distribuídas entre bandidos para o cometimento de crimes violentos.

“Essa associação estava distribuindo as armas para receptadores finais que estavam usando para cometer crimes violentos. As vítimas achavam que eram armas reais, mas são replicas, armas de brinquedos”, disse o delegado.

Do furto, muitas das armas de fogo já foram apreendidas em situações diversas. O delegado José Garcia Bruno frisa que adquirir a arma airsoft não é crime, mas se estiver sem procedência a pessoa pode responder por receptação.

Veja Também:  Foragido da Justiça que já morou em Barra do Bugres é preso em Araputanga

“A pessoa que adquire uma réplica dessas sem procedência, pode responder pelo crime de receptação, mesmo não havendo nenhum crime específico”, afirma.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres e Região

Forças de segurança apreendem 450 kg de droga e aeronave utilizada para tráfico em Arenápolis 

Publicados

em

O entorpecente estava escondido em um canavial; ninguém foi preso

Hérica Teixeira | Sesp-MT – Foto por: Gefron-MT

Ação conjunta das forças de segurança estadual e federal apreenderam, neste domingo (14.03), no município de Arenápolis (234 km de Cuiabá), uma aeronave carregada com 450 quilos de cloridato de cocaína. O prejuízo estimado ao crime com esta apreensão é de R$ 15 milhões. Ninguém foi preso. 

Conforme a ocorrência, a Polícia Militar de Denise (206 km de Cuiabá) recebeu uma denúncia e, então, se deslocou até a pista de voo de uma fazenda no município vizinho, Arenápolis, onde se deparou com um veículo. Com a chegada da polícia, no entanto, os ocupantes conseguiram fugir, abandonando o carro na região de um canavial.

Também no local, a polícia encontrou a aeronave, que estava vazia. Contudo, durante buscas pelo canavial, foram localizados 11 sacos grandes carregados de drogas.

Participaram da ação o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT), a Polícia Militar de Tangará da Serra e a Polícia Federal. As equipes continuam as buscas para localizar os suspeitos.

Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Operação conjunta apreende cinco quilos de droga e veículos utilizados no tráfico
Continue lendo

Policial

Jovem é sequestrado, torturado e morto em Nova Olímpia

Publicados

em

Crime aconteceu em Nova Olímpia

O adolescente, Kawan Bruno Oliveira Silva, de 17 anos, foi encontrado morto após ser sequestrado junto com um amigo, de 19. Os dois foram torturados, na madrugada de domingo, 07, em Nova Olímpia. Horas depois, corpo de Kawan foi encontrado com marcas de tiros no Campo do Epitácio. Já a outra vítima conseguiu fugir e um dos suspeitos de praticar o crime foi preso.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sobrevivente contou que o amigo recebeu a ligação de uma pessoa com nome de sogrinha ou T2, o convidando para consumir droga. Os dois foram até o local combinado e, quando chegaram, encontraram uma motocicleta e um veículo os esperando.

Quatro pessoas estavam no local. Eles foram rendidos, colocados no porta malas do carro e levados para um barracão abandonado. Lá, foram amarrados, torturados e agredidos com pedaços de madeira, fios e cordas.

Já na madrugada, foram levados para o campo. No local, ficaram de joelhos e um dos suspeitos efetuou vários disparos contra Kawan. Já ele, aproveitou da distração dos criminosos e conseguiu fugir, pedindo ajuda logo em seguida.

A vítima deu a entrada em uma unidade de saúde. E, por volta das 4h, a Polícia Militar foi acionada por populares relatando que o corpo de Kawan foi encontrado abandonado no campo. Enquanto o local era isolado, eles foram informados que um rapaz deu entrada no hospital da cidade, vítima do mesmo caso.

Com Barbara Sá/RD News

 

Veja Também:  Foragido da Justiça que já morou em Barra do Bugres é preso em Araputanga

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana