conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende suspeitos e recupera motocicleta furtada que era anunciada pela Internet

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

Dois homens acusados de receptar e adulterar uma motocicleta furtada foram presos em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), da Polícia Judiciária Civil, realizada na tarde de quarta-feira (06.03), em Cuiabá. O trabalho resultou na recuperação de uma motocicleta XRE 300 que era anunciada a venda pela Internet .

A.B.P. de 23 e A.S.P. de 33, estavam em posse do o veículo proveniente de furto, que era anunciado a venda através de grupos da Rede Social Facebook. Depois de presos, eles foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, adulteração identificador de veículo automotor e uso de documento falso.

A motocicleta Honda XRE 300 cor vermelha foi furtada no dia 25 de janeiro. Conforme a vítima, o veículo estava estacionado na frente da Câmara dos Vereadores, Centro de Cuiabá, quando foi levado. Câmeras de segurança gravaram o momento em que a motocicleta foi furtada.

A identificação dos acusados aconteceu após investigadores receberem denúncia sobre uma pessoa que estava vendendo uma motocicleta XR 300 vermelha com suspeita de adulteração. Durante diligências para averiguar as informações, os policiais civis conseguiram chegar a pessoa de A.S.P., morador do bairro Jardim Gramado.

Veja Também:  Forças policiais prendem mais dois suspeitos de envolvimento na morte de soldado do Exército em Cáceres

Ao ser abordado em sua residência, o suspeito confirmou que estava com a motocicleta. Em seguida foi feita a checagem do veículo e constatada a adulteração no chassi e no motor, ambos lixados e remarcados com numeração de outra moto de placa de Tangará da Serra.

O documento da motocicleta XR 300 também apresentava registração de furto ocorrido na cidade de Rosário Oeste, em dezembro de 2017.

Questionado, A.S.P. alegou que havia comprado a moto de A.B.P., o qual foi encontrado pelos policiais civis da DERRFVA, no bairro Osmar Cabral. Em entrevista, o segundo envolvido confirmou os fatos, bem como informou ter adquirido a Honda XR 300 de outra pessoa na região da Pedra, por um valor abaixo da tabela.

Conduzidos à Derrfva, os dois suspeitos foram interrogados pelo delegado Diego Alex Martimiano da Silva e presos em flagrante por receptação, adulteração identificador de veículo automotor e uso de documento falso. Em seguida os presos foram colocados à disposição da Justiça.

 

 

Veja Também:  PM prende três pessoas e apreende armas de fogo em Rosário Oeste

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil recupera objetos furtados de empresa em Sinop avaliados em mais de R$ 10 mil
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicados

em

Por

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Veja Também:  Condenado a 28 anos de prisão por estupro de enteadas em MS é localizado em Juína

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana