conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil reúne empresários de VG para orientar sobre comércio clandestino de sucatas

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, promoveu na segunda-feira (13.06) uma reunião com empresários do ramo de compra e venda de sucatas no município.

Quinze empresários de Várzea Grande participaram do encontro, que tratou sobre o crime de receptação, bem como dos inúmeros prejuízos que o setor pode sofrer em caso de adquirir produtos sem a comprovação fiscal da origem lícita.

A delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, explicou aos empresários que, neste primeiro momento, a ação é de orientação e de esclarecimentos com cunho pedagógico, mas, caso não surta os efeitos esperados, a delegacia vai atuar no combate desse tipo de delito.

A delegada esclareceu também sobre o que prevê a legislação em relação ao comércio irregular ou clandestino, inclusive, quando efetuado na própria residência, que se equipara à receptação qualificada.

Ela ainda lembrou da atuação da Derf-VG, que pode resultar na autuação em flagrante pela prática de receptação qualificada, cuja pena máxima é de 08 anos de reclusão e multa, além dos outros crimes que certamente incorrerão, sobretudo, na esfera ambiental e contra a ordem econômica e tributária.

Veja Também:  Polícia Civil identifica responsável por perfil falso e descarta ameaça de massacre em escola de Primavera do Leste

“É de conhecimento de todos que, o valor do cobre e da sucata de forma geral está elevado. Com isso, os índices de roubos e furtos desses materiais também aumentam, porque as pessoas de uma forma geral, só querem saber de lucrar, não se atentando para o fato de que a violência que dessa vez atingiu o outro que foi vítima do roubo ou do furto, certamente lhe atingirá, já que está inserido na mesma sociedade”, destacou a delegada.

Outra ação

Dentro do trabalho preventivo, a Derf-VG realizou também diligências nos bairros da Manga, Figueirinha, Construmat e Centro e qualificou 52 pessoas em situação de rua, com passagens por crimes patrimoniais cometidos na região.

O trabalho desenvolvido pela equipe da unidade especializada está inserido no projeto “Semeando o Bem”. “Acreditamos que primeiro deve-se buscar o diálogo, a pedagogia, depois, a repressão qualificada, nos rigores da Lei, que, também não deixa de ser pedagógica”, pontuou Elaine Fernandes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Adolescente desaparecida de Várzea Grande é localizada pela Polícia Civil

Publicados

em

Por

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD) da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), localizou a adolescente Luana Sthefany de Souza Pinto, de 13 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (01.07), quando deixou sua residência em Várzea Grande e não deu mais notícias aos familiares.

A adolescente foi encontrada em via pública no município de Cáceres e encaminhada para a Delegacia do município, onde aguarda a equipe de policiais do Núcleo de Desaparecidos para trazê-la de volta para casa.

O boletim de ocorrência foi registrado na sexta-feira (1º), mesmo dia do desaparecimento da menor, sendo imediatamente iniciadas as diligências para localizar a menina. Segundo as informações, a menor saiu de casa por volta de 12h30, não voltou mais e estava com o celular desligado.

Durante as diligências para apurar o desaparecimento, os policiais do NPD conseguiram informações que apontavam que a menor estava na cidade de Cáceres, solicitando apoio da Polícia Civil do município para a sua localização, sendo a adolescente encontrada na manhã desta quinta-feira (07).

Veja Também:  Polícia Civil inicia fiscalizações de pesca predatória no Rio Cuiabá

A menor será trazida de volta para Cuiabá, onde será ouvida para esclarecimento dos fatos e possível identificação de envolvidos no seu desaparecimento.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil incinera cerca de 40 quilos de cloridrato de cocaína em Barra do Garças

Publicados

em

Por

Mais uma incineração foi realizada pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (07.07), no município de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), que resultou na destruição de aproximadamente 40 quilos de cloridrato de cocaína.

O ato de queima foi realizado pela 2ª Delegacia de Polícia do bairro São José, em uma empresa de cerâmica de Barra do Garças, após autorização da Justiça, e contou com apoio da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

Também acompanharam a incineração, servidores da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da Vigilância Sanitária do município.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Homem e mulher envolvidos com tráfico de drogas são presos em Sorriso
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana