conecte-se conosco


Policial

Polícia Militar debate com lideranças comunitárias segurança nos bairros da baixada cuiabana

Publicados

em

O comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Alexandre Correa Mendes, participou de uma reunião com representantes dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) e líderes comunitários da baixada cuiabana, na noite desta quarta-feira (15.06), na Capital. O encontro propôs um debate aberto com novas propostas para a modernização da polícia comunitária, em Cuiabá.

A reunião foi organizada pelo Primeiro Comando Regional (CR 1), sediado em Cuiabá, e realizado no auditório da Controladoria-Geral do Estado (CGE-MT). Em tom de diálogo aberto, o encontro promoveu perguntas realizadas pelos líderes comunitários e representantes, respondidas pelo comandante-geral da PM, coronel Mendes, e também pelos comandantes dos batalhões e companhias.

Coronel Mendes ressaltou a importância da Polícia Militar estar presente e voltada para a comunidade, dando valor a voz das lideranças comunitárias, em prol de boas práticas para segurança e combate à criminalidade, junto com ações sociais que possam valorizar os moradores locais.

“O trabalho comunitário, de proximidade com a comunidade local é algo que tenho bastante orgulho de ter feito em minha vida e tenho muito respeito. É preciso que a comunidade esteja presente, sabendo a importância do trabalho da Polícia Militar e como ela realiza esse trabalho, atuando sempre em conjunto para que possamos solucionar os problemas daquela região”, pontuou o coronel Mendes.

Veja Também:  Três suspeitos por tráfico de drogas são presos em flagrante pela Polícia Civil

Entre os temas discutidos estavam o início da jornada extraordinária da PMMT, que permite que policiais militares de folga possam trabalhar e receberem por essas horas, reforçando o policiamento ostensivo das cidades. Além disso, a implantação do provimento do Poder Judiciário que permite a Polícia Militar a elaboração do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), para crimes de menor potencial ofensivo que cominem com pena máxima não superior a dois anos, também foi abordada durante a reunião

Os representantes dos Consegs e líderes de bairros também elogiaram as iniciativas de ações sociais promovidas pelos batalhões e também os programas de policiamento, como a Patrulha Rural e a Patrulha Maria da Penha, que são bem recebidos pela população e que têm ajudado significativamente na redução dos índices criminais.

Também participaram do evento o subchefe de Estado-Maior Geral da PMMT, coronel Wilker Soares Sodré; o comandante do Primeiro Comando Regional da PM, coronel Wankley Correa Rodrigues; a líder comunitária do bairro Nova Esperança II, Eulelice de Souza Martins Siqueira, que representou todas as lideranças comunitárias presentes; além de outras autoridades militares e civis.

Veja Também:  Polícia Civil prende suspeito com arma de fogo e munições em Tangará da Serra

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Delegados são homenageados pela Assembleia Legislativa com títulos de cidadãos mato-grossenses
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicados

em

Por

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Veja Também:  Três suspeitos por tráfico de drogas são presos em flagrante pela Polícia Civil

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana