conecte-se conosco


Mato Grosso

Politec identifica prática de crimes ambientais em garimpo na região Norte de MT

Publicados

em

Peritos criminais ambientais da Perícia Oficial e Identicação Técnica (Politec) identificaram vestígios que materializavam delitos de extração de minerais em área de preservação permanente, durante a operação Pison, deflagada  pela Polícia Civil, na região Norte do Estado, na semana passada.

A extração na áreas de preservação permante estava sem licença e em desacordo com a lei de crimes ambientais n°9.605/1998.

Conforme a perita oficial criminal, Rosangela Ventura, diante do grande impacto observado tanto nas propriedades periciadas quanto no leito do córrego atingido, o laudo pericial elencará a intensidade/quantidade da degradação, os efeitos da qualidade ambiental resultante de atividades irregulares de extração mineral e trará a valoração do dano ambiental.

“Os danos observados afetam ou podem afetar a saúde, e o bem-estar da população, cria condições adversas às atividades sociais e econômicas como pesca esportiva e de subsistência. Afetou as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente pela alteração do leito original do curso hídrico com a escavação de diversas cavas e ainda possivelmente lançou matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos, visto que foi encontrado material análogo a óleo queimado e mercúrio nas balsas”, advertiu.

Veja Também:  Em ação conjunta, Gefron prende uma pessoa com 45 kg de drogas

Durante a operação, coordenada pela Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), foram cumpridas busca que resultaram na apreensão de armas de fogo e munições, substâncias análogas a mercúrio que eram jogadas no rio, cuias para limpeza de ouro, quatro balanças de precisão, embalagens com descrições que remetem ao comércio ilegal e clandestino de ouro, motosserra e redes utilizadas para pesca predatória.

A delegada Liliane Murata, titular da Dema, ressalta que o trabalho de inteligência foi estrategicamente planejado, em virtude do grau de dificuldade da operação. “Foi colocado em prática com muito profissionalismo pela base operacional que executou o planejamento de forma fiel, trazendo excelentes resultados para a sociedade e para o bioma. O trabalho integrado é a chave para combater o crime”, pontua.

A operação foi concluída com a destruição de três balsas e embargo de propriedades que estavam atuando na área de preservação permanente do bioma amazônico, no município de Nova Guarita.

As balsas destruídas na operação estavam atracadas às margens do rio Batistão, em área de APP, e eram utilizadas para garimpo, com a extração ilegal de ouro, degradação da fauna e a flora e, consequentemente, causando poluição ambiental com o depósito de produtos químicos no rio.

Veja Também:  Fecomércio-MT e Desenvolve MT firmam parceria para facilitar acesso à linhas de crédito

A Operação Pison contou com o apoio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Delegacia de Polícia Civil de Guarantã do Norte, Gerência de Operações Especiais e Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Mato Grosso, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Politec, além de parceiros do Ministério Público e do Judiciário Estadual.

(Com informações da Polícia Civil de Mato Grosso)

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Polícia Civil prende em flagrante homem por tentativa de feminicídio em Mirassol D’Oeste

Publicados

em

Por

Um homem que desferiu pauladas na mulher, no município de Mirassol D’Oeste, região Oste do Estado, foi preso pela Polícia Civil, nesta terça-feira (05.07), logo após a vítima dar entrada na unidade hospitalar da cidade.

O suspeito de 34 anos e com várias passagens por violência doméstica, foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio). Ele é acusado de atingir e lesionar a região da cabeça da vítima.

As diligências iniciaram assim que a Delegacia de Polícia tomou conhecimento sobre uma mulher, levada para o hospital com ferimento na cabeça e lesão no crânio, causados por arma contundente

A vítima de 45 anos relatou que estava com o suspeito e alguns amigos na praça central, bebendo, quando o namorado a agrediu usando um pedaço de pau. Segundo apurado, o casal possui histórico de violência doméstica.

Diante dos fatos os policiais civis realizaram diligências e localizaram o agressor. Na abordagem, o mesmo negou as agressões, bem como apresentava visível estado de embriaguez.

O suspeito foi conduzido até a Delegacia de Polícia, interrogado e autuado em flagrante por tentativa de feminicídio. O delegado Matheus Prates, representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva, ficando o preso à disposição da Justiça.

Veja Também:  Quinta-feira (03): Mato Grosso registra 643.879 casos e 14.363 óbitos por Covid-19

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Exposição em homenagem à Frida Kahlo está aberta ao público na Galeria Lava Pés

Publicados

em

Por

A exposição ‘Eu Frida, Todas Frida’, que homenageia a icônica artista mexicana Frida Kahlo, está aberta ao público na Galeria de Artes Lava Pés, localizada na sede da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em Cuiabá. A visitação é gratuita, e a mostra fica no espaço cultural até 29 de julho, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

A exposição ‘Eu Frida, Todas Frida’ apresenta 50 pinturas da artista Meg Marinho, uma admiradora apaixonada pela representação artística e trajetória de vida da pintora mexicana. Entre as obras, o público poderá encontrar diferentes interpretações de Fridas, retratadas como Mariele, Maria Taquara, uma gueixa, uma cigana, no Cerrado e outras inspirações. 

A mostra também traz trajes que remetem ao estilo único de vestir de Frida Kahlo e fotografias cedidas de outra exposição que circulou no Brasil. Também conta com uma instalação que reproduz o sentimento da artista no período em que ficou acamada após um trágico acidente.

“Me sinto realizada por realizar essa exposição. Sinto que tenho uma ligação de alma com a Frida. As obras trazem a Frida que carrego comigo e todas as possíveis versões que a vejo. Frida Kahlo para mim é um exemplo de força e determinação, e este é um convite para todos que queiram conhecer um pouco da história e o trabalho dessa artista sensível e genial”, comenta Meg Marinho.

Veja Também:  Governo busca parcerias para cursos de qualificação profissional

Meg Marinho é natural de Mato Grosso do Sul, mas mora em Cuiabá desde os sete anos de idade. Começou a pintar aos 12 anos, foi aluna de Dalva de Barros e já participou de várias exposições. Ela é pós graduada em Arte e Cultura, e hoje dedica seu tempo ao ateliê Casa de Arteira, localizado em Chapada dos Guimarães.

Serviço

Exposição ‘Eu Frida, Todas Frida’

Local: Galeria de Artes Lava Pés, localizada no prédio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Endereço: Rua José Monteiro Figueiredo, 510, Duque de Caxias, Cuiabá.

Visitação: Até 29 de julho, de segunda a sexta-feira. Horário: 8h às 12h e 14h às 18h

Entrada: Gratuita

Mais informações: (65) 99266-3699 – Meg Marinho

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana