conecte-se conosco


Policial

PRF fiscaliza poluição atmosférica por veículos pesados

Publicados

em

Ação ocorreu no trecho da BR 163, entre os dias 04 e 06 de fevereiro em Sorriso/MT

A 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Sorriso/MT, realizou uma operação de enfrentamento aos crimes ambientais com foco na fiscalização de emissões veiculares (Arla 32 e Diesel S10). A ação ocorreu no trecho da BR 163, entre os dias 04 e 06 de fevereiro.

O ARLA 32 é um aditivo para controle e redução das emissões de Óxidos de Nitrogênio, enquanto o Diesel S10 é empregado para o controle de emissões de Enxofre. Ambos são obrigatórios para os veículos pesados, movidos a diesel, fabricados a partir de 2012, conforme determinação do Conselho Nacional de Meio Ambiente.

Dos 13 veículos fiscalizados, três foram flagrados com irregularidades, sendo dois pelo funcionamento incorreto do SCR (Sistema de Redução Catalítica Seletiva) e um pela utilização de combustível não permitido (Diesel S500).

Os veículos autuados foram removidos e foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência pelo cometimento, em tese, dos crimes previstos nos artigos 54 e 60 da Lei 9.605/98 – Lei dos Crimes Ambientais.

Veja Também:  Suspeitos de envolvimento em furto a cooperativa de crédito no interior são presos em flagrante

O procedimento policial é encaminhado à Promotoria do Meio Ambiente em Sorriso para apuração das responsabilidades e penalização dos autuados, bem como os veículos são periciados e o órgão ambiental (lbama) acionado para providências cabíveis na esfera administrativa ambiental, sem prejuízo das autuações por infrações de trânsito averiguadas (Transitar com equipamento obrigatório ineficiente/inoperante).

Ainda no dia 06 a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) realizou a perícia nos veículos, confirmando as irregularidades apontadas na fiscalização da Polícia Rodoviária Federal.

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Autor de homicídio de mulher em bar de Tapurah é preso pela Polícia Civil horas após o crime

Publicados

em

Por

Um trabalhador rural de 35 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil nesta sexta-feira (24.06) horas após cometer um homicídio em um bar da cidade de Tapurah, na região médio-norte do estado.

Daniely Santana da Silva Cruz, de 20 anos, foi atingida por disparos de arma de fogo quando estava dentro de um bar, na madrugada desta sexta-feira. Após um desentendimento com a vítima, o autor do crime saiu do local armado com uma pistola 9 mm e, em seguida, fez diversos disparos contra o estabelecimento, que atingiram Daniely no pescoço. Ela estava do lado de dentro do bar, próxima à janela, quando foi atingida.

As pessoas que estavam dentro do local saíram correndo para o lado de fora do bar, inclusive a vítima que, ferida, caiu ao solo em seguida. Daniely foi socorrida ao hospital de Tapurah, mas não resistiu aos ferimentos. Uma pessoa que estava ao lado de Daniely também foi atingida de raspão pelo disparo.

Veja Também:  Ação conjunta prende dupla com arma e munições, após fuga em zona rural de Cáceres

Testemunhas informaram à Polícia Civil que o suspeito atirou para o alto e depois na direção da janela do bar, que estava fechada, e os tiros transfixaram a veneziana e atingiram a vítima. Em seguida, o suspeito fugiu do local em uma motocicleta Honda Bros.

A Delegacia da Polícia Civil iniciou as primeiras diligências ainda na madrugada e, com o apoio de investigadores da Delegacia de Sapezal conseguiu localizar e prender o suspeito, em seu local de trabalho, uma fazenda da região.

Ao ser localizado pelos policiais civis, o suspeito alegou não se lembrar de nada, nem mesmo de ter levado a pistola, que foi encontrada em seu quarto. Além da pistola, foi apreendido um rifle com ele.

O suspeito foi interrogado pelo delegado Guilherme Pompeo Pimenta Negri e autuado em flagrante pelo crime de homicídio. Posteriormente,será encaminhado para uma unidade prisional.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Idoso é preso pela Polícia Civil por abuso sexual contra a própria neta

Publicados

em

Por

Um idoso de 76 anos foi preso nesta sexta-feira (24.06) pela Polícia Civil, em Mirassol d’Oeste, pelo crime de estupro de vulnerável.

A Delegacia do Município recebeu no início deste mês a denúncia pela rede social da unidade sobre o crime cometido pelo investigado contra sua neta de 15 anos.

A vítima relatou à Polícia Civil que os abusos ocorriam desde que ela tinha sete anos. A partir das informações coletadas, o delegado Matheus Prates representou pela prisão preventiva do investigado.

Após o cumprimento do mandado, o idoso foi encaminhado à unidade prisional de Mirassol d’Oeste.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil prende dono de lava jato usado para o tráfico de drogas e para a prática de jogos de azar
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana