conecte-se conosco


Política Nacional

Primeiro deputado cego, Felipe Rigoni arranca aplausos durante discurso

Publicados

em

Um discurso sobre superação, escolhas, conquistas, um Brasil mais justo e desenvolvido para as próximas gerações. Foi assim que o deputado federal eleito no Espírito Santo pelo PSB, Felipe Rigoni, tirou o plenário da Câmara da mesmice.

Leia também: Lula é investigado em novo inquérito por invasão do MTST ao tríplex do Guarujá


Felipe Rigoni pediu que as decisões sejam justas e que a população seja priorizada
Divulgação

Felipe Rigoni pediu que as decisões sejam justas e que a população seja priorizada

Em meio a discursos que costumam ser solenemente ignorados pelos colegas, o parlamentar Felipe Rigoni
conseguiu manter a atenção dos espectadores e, ao fim da sua fala, foi aplaudido como raramente ocorre no Congresso.

O deputado é capixaba de Linhares, tem 27 anos e, em 7 de outubro, recebeu mais de 84 mil votos, a segunda maior votação para deputado federal no Espírito Santo
. Primeiro deputado federal cego, ele disse que terá mandato interativo com a população, com foco no combate à corrupção governamental e na inclusão das pessoas com deficiência.

Leia também: Justiça bloqueia R$ 11,5 milhões de Aécio em ação de improbidade administrativa

Veja Também:  Senado adia votação de projeto que flexibiliza uso de armas de fogo

Felipe Rigoni afirma que sua eleição foi resultado do trabalho de mais de 2 mil voluntários que o ajudaram nas campanhas
de rua e pelas redes sociais. “Eu vou ter um mandato compartilhado e um conselho parlamentar, com pessoas da sociedade civil e especialistas. Também vou ter um aplicativo de interação direta com a população capixaba, para a qual fui eleito para representar”, declarou.

Rigoni se reuniu com representantes de áreas técnicas da Câmara dos Deputados para garantir uma atuação parlamentar eficiente desde a posse, em 1° de fevereiro de 2019.

Assista ao discurso de Felipe Rigoni


Algumas readequações na estrutura da Casa e nas tecnologias  já disponíveis vinham sendo articuladas, mas a coordenadora de acessibilidade da Câmara, Adriana Januzzi, citou o lema da Convenção sobre Direitos da Pessoa com Deficiência – “nada sobre nós sem nós” – para ressaltar a necessidade de uma conversa direta com o deputado eleito em busca da superação de demandas específicas.

Além de receber visitas de deficientes visuais diariamente, a Câmara dos Deputados tem, atualmente, dois servidores e um estagiário cegos, além de vários outros funcionários com baixa visão.

Veja Também:  Projeto dá a partidos autonomia sobre duração de mandatos de dirigentes

Leia também: PF acha carregadores e nenhum celular na casa de Paulo Preto; MPF vê obstrução

Recentemente, a Casa teve três deputados cadeirantes – Walter Tosta, Rosinha da Adefal e Mara Gabrilli (PSDB-SP), que ainda é deputada. Nos últimos anos, a Câmara tem ampliado a instalação de rampas, elevadores adaptados e triciclos motorizados nas portarias. Vigilantes, brigadistas e atendentes dos restaurantes e lanchonetes passam por capacitações frequentes.   Felipe Rigoni
terá um papel importante nessa transformação.

Comentários Facebook
Propaganda

Política Nacional

Sofia Manzano quer democratização do Judiciário

Publicados

em

A candidata à Presidência da República pelo PCB, Sofia Manzano, defendeu hoje (19) a reforma agrária, a “democratização do Poder Judiciário” e o “direito dos petroleiros”.

Sofia Manzano está no Rio de Janeiro, onde concederá, às 15h30, entrevista coletiva na sede de seu partido. Às 18h30, a candidata participará, no centro da cidade, de uma roda de conversa no espaço da Ocupação Manoel Congo, localizado na Rua Evaristo Veiga.

A candidata defende a “democratização do Poder Judiciário”, “por meio da maior participação popular nas decisões e na fiscalização aos juízes”. “Não dá pra manter um sistema que premia os malfeitos com aposentadorias sob gordos salários. No âmbito do STF [Supremo Tribunal Federal], defendemos a elegibilidade e revogabilidade dos mandatos, exigindo a participação de organizações populares e sociais no processo de sabatina e eleição dos juízes”, manifestou em nota à imprensa.

Por meio das redes sociais, Sofia Manzano disse que aproveita a viagem ao Rio de Janeiro para reiterar apoio aos trabalhadores da Petrobras. Ela defende que não haja precarização do trabalho dos petroleiros, com, ao mesmo tempo, distribuição de “bilhões de dividendos” aos acionistas.

Veja Também:  CDH discute violência na sociedade que leva a eventos como o de Suzano

Ela criticou a proposta em discussão de conversão das ações preferenciais (preferência no recebimento de dividendos) da empresa em ordinárias (com direito a voto). “Isso não é privatização, é doação, literalmente. O Estado não receberá nada por essa entrega”, acrescentou.

Também na rede social, Sofia Manzano voltou a defender uma “reforma agrária popular”, sob o argumento de que por meio dela se produzirá, para o país, “comida de verdade”, além de atividades agroflorestais e orgânicas. Tudo, acrescenta, de forma a respeitar povos originários, tradicionais, meio ambiente e fauna, além de gerar “trabalho decente”.

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Confira a agenda dos candidatos à Presidência para esta sexta (19/8)

Publicados

em

Esta é a agenda dos 12 candidatos  à Presidência para esta sexta-feira

Ciro Gomes (PDT): Às 10h, visita a  antiga fábrica da Cobrasma, onde hoje operam empresas que produzem produtos ferroviários em Osasco. Às 16h,Caminhada na Tijuca. Concentração: Praça Saens Peña . Às 17h30, inaugura o comitê de campanha do Ciro no Rio na Rua Conde de Bonfim, 834, no Rio de Janeiro.

Constituinte Eymael (DC):. Receberá às 11h30, na sede do Democracia Cristã, uma equipe de jornalismo do SBT para entrevista.

Felipe D’Avila (Novo): Gravação do programa eleitoral

Jair Bolsonaro (PL): Sem agenda de campanha 

Léo Péricles (UP):  Às 10h dará entrevista para o jornal Diário do ABC e às 18h participará de um debate na Universidade de São Paulo (USP).

Lula (PT): Gravação do programa eleitoral em São Paulo.

Pablo Marçal (Pros): Agenda ainda não divulgada

Roberto Jefferson (PTB): Agenda ainda não divulgada

Simone Tebet (MDB): 10h- Caminhada pela região central de Diadema (SP); às 11h15, parada na Livraria Sebo Fênix. Às 12h30, almoço no Restaurante Fonte Leone, em Santo André. Às 13h30, caminha pela região central de Santo André; 14h30, visita Fundo Social de Solidariedade.

Veja Também:  Projeto dá a partidos autonomia sobre duração de mandatos de dirigentes

Sofia Manzano (PCB): Às 15h30, participa de entrevista coletiva na sede do PCB no Rio de Janeiro. Às 18h30, participa de roda de conversa no espaço da ocupação Manoel Congo.

Soraya Thronicke (União): 13h – Apresentação do Plano de Governo ao governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Vera (PSTU): Às 16h20, participa de entrevista na Rádio Cultura (Aracaju/SE).

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana