conecte-se conosco


Mato Grosso

Procon Estadual realiza treinamento sobre Conciliação e Turma Recursal

Publicados

em


A Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa dos Consumidores (Procon-MT) reuniu estagiários e servidores da sede e dos Procons municipais para participarem de treinamento sobre a Turma Recursal e as atribuições da Conciliação, fase que sucede o registro de reclamações dos consumidores. A capacitação foi realizada por videoconferência, na quinta e sexta-feira (15 e 16/07). 

Durante o treinamento, a coordenadora de Conciliação e Turma Recursal do Procon-MT, Marcia dos Santos, explicou que há três casos em que o consumidor pode ter problemas em uma relação de consumo: insatisfação com o produto/serviço; dúvidas e reclamações. Quando isso acontece, inicialmente, o consumidor é orientado a tentar resolver o problema por um canal de atendimento da empresa, como o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), ou outro canal disponibilizado pelo fornecedor. 

“Caso o problema não seja resolvido neste primeiro contato, o consumidor pode buscar seus direitos, iniciando uma reclamação via Poder Judiciário. Pode, também, optar pela via administrativa, registrando uma reclamação no Procon, ou até mesmo pela plataforma de reclamação on-line Consumidor.gov, e a partir daí é iniciado o processo de conciliação”, explicou a conciliadora.

Veja Também:  Combate ao tráfico resulta em 5,5 toneladas de drogas incineradas e 73 prisões em operações na região metropolitana

Além de aprender mais sobre a conciliação, os participantes também puderam tirar dúvidas sobre os assuntos relacionados à defesa do consumidor, como a protocolização de documentos e os tipos de reclamações registradas, por exemplo. 

Para o aluno do curso de Administração da Uninter Centro Universitário e estagiário do Procon Estadual, Raphael Bruno, os treinamentos são importantes para capacitar os servidores e qualificar o atendimento prestado aos cidadãos. 

“O ponto que mais chamou minha atenção foi quando a conciliadora explicou sobre a diferença entre as decisões Fundamentadas Atendidas e Fundamentadas Atendidas Sem Sanção. Decisões sem sanção ocorrem quando o consumidor não aceita ou não concorda com a proposta de acordo do fornecedor. Nesse caso, não há aplicação de multa e nem uma opção de recurso e o processo é finalizado no Procon”, relata o estagiário.

O secretário adjunto, Edmundo Taques, salienta que o Procon-MT tem oferecido uma série de capacitações aos servidores. “Recebemos novos atendentes e muitos Procons Municipais trocaram de gestor e de pessoal. Por isso, sentimos a necessidade de qualificar o pessoal. O objetivo dos treinamentos é que os novos servidores conheçam a rotina e os procedimentos do dia a dia do trabalho dos Procons”. 

Veja Também:  Mais de 14 mil aposentados estaduais podem ter pagamento suspenso por não atualizar dados
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Domingo (01): Mato Grosso registra 490.574 casos e 12.795 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (01.08), 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.795 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 261 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.416 estão em isolamento domiciliar e 465.859 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 406 internações em UTIs públicas e 269 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 68,12% para UTIs adulto e em 31% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (99.732), Rondonópolis (34.868), Várzea Grande (32.809), Sinop (23.554), Sorriso (17.156), Tangará da Serra (16.840), Lucas do Rio Verde (14.624), Primavera do Leste (13.033), Cáceres (10.685) e Barra do Garças (9.978).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Setasc pede que instituições do terceiro setor atualizem cadastros

O documento ainda aponta que um total de 376.852 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (31.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.917.855 casos da Covid-19 no Brasil e 556.370 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.880.273 casos da Covid-19 no Brasil e 555.460 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (01.08).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  PM apreende duas armas na residência de caseiro que agrediu esposa e filho

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Operação conjunta apreende aeronave que transportava 324 kg de cocaína

Publicados

em


Uma operação integrada realizada neste sábado (31.07) resultou na apreensão de uma aeronave que transportava cerca de 324 quilos de cloridrato de cocaína. Trata-se de uma ação de combate ao tráfico internacional de drogas.

A aeronave modelo CESSNA 182P foi interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB) e contou com o apoio da Polícia Federal e do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron).

O caso aconteceu no Distrito de Guariba, município de Colniza (1.022 km de Cuiabá). De acordo com o levantamento do Gefron, o prejuízo ao crime é de mais de R$ 8,7 milhões. 

Diante dos fatos, aeronave e entorpecentes foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Porto Velho (RO).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil suspende atividades de 16 delegacias em Mato Grosso
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana