conecte-se conosco


Mato Grosso

Produções sustentáveis e apresentações artísticas marcam 3ª edição da Feira Gaia

Publicados

em


Com caráter itinerante – a fim de revelar e oxigenar espaços culturais da cidade – a 3ª edição da Feira Gaia ocorre neste sábado (16.10), no Museu de História Natural Casa Dom Aquino. Dezenas de stands e apresentações artísticas podem ser conferidas das 16h às 23h, com entrada gratuita. Ativistas do meio ambiente e da cultura indígena de Mato Grosso também tem participação especial.

Movidas pela vontade de transformar o meio em que vivem, a artista visual Adriana Milano e a especialista em conexão de negócios Bruna Ângelo assumiram protagonismo social, impulsionando a formação de uma rede que vem crescendo dia a dia.

A feira inclui artistas e empreendedores criativos que apostam na força do coletivo para exibir suas produções pautadas por valores sociais e ambientais a um público consumidor exigente e consciente do peso de suas escolhas. O artesanal e o sustentável são comuns a essas produções. 

Ações paralelas, como de plantio e doações de árvores para a cidade conhecida por suas altas temperaturas e pouca iniciativa do poder público no sentido de mitigar o calor, intercalam as edições da Feira que neste ano, ganha ainda mais força com o incentivo da Lei Aldir Blanc. O projeto da 3ª edição foi aprovado pelo edital MT Criativo da Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer de Mato Grosso.

Veja Também:  Gefron e Defron apreendem 121 tabletes de cocaína e prende suspeito pela segunda vez

Bruna conta que o ambiente gera não só bons negócios aos expositores, como também, novos projetos. “Os empreendedores comercializam suas peças, tornam sua marca conhecida e ainda acabam por se conectar a outros projetos. Nossa intenção é estimular também a formação de novos coletivos. Acreditamos no poder da coletividade na construção de um futuro melhor”.

A seu lado, Adriana reforça a premissa da Feira Gaia. “Queremos contribuir para um mundo mais justo, fomentar o empreendedorismo voltado ao desenvolvimento sustentável e promover discussões que vão de encontro às necessidades urgentes de nosso planeta”.

Lançamento

A partir das 16h, o jornalista Lucas Rodrigues lança na Feira Gaia seu segundo livro de contos, intitulado “Mascote do Caos”. O livro reúne 30 contos que misturam ficção e realidade, em uma espécie de “cronicontos”, cujos personagens variam entre pessoas comuns, celebridades (e subcelebridades) e até objetos – em tese – sem vida.

Ainda, 50% do valor arrecadado no lançamento será destinado à Associação Lunaar, que atua no resgate, cuidado e alimentação de cães e gatos.

Programação oficial

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino, equipamento cultural da Secel-MT fica na avenida Beira Rio, 2000, no bairro Porto.

16h – Abertura Oficial da Feira

Veja Também:  Dados do Inpe apontam redução de 90,8% nos focos de calor no Pantanal entre 2020 e 2021

17h – Participação de Anna Maria Ribeiro, historiadora, etnóloga e escritora

17:15h às 18:15h – Projeto Piano Gente – Piano ao pôr do Sol

18:20h às 18:40h – Participação de Darlene Yaminalo Taukane, do povo Kuiakware (Paranatinga). Ela é formada em Letras pela UNIC e tem Mestrado em Educação Escolar Indígena pela Universidade Federal de Mato Grosso. Coordena o Instituto Yukamaniru de Apoio às Mulheres Indígenas Bakairi e o Projeto Kywagâ que desenvolve linhas de modas indígena do Povo Kurâ Bakairi.

18:40h às 19:20h – DJ Renato Milano

19:20h –  Participação de Cleide Arruda, engenheira florestal, mestre em Ciência Florestal e Ambiental e diretora do Instituto Kurâdomôdo Cultura

19:30 – DJ Renato Milano

20h às 21h – Projeto Elã – DJs Henrique Santian e Paula Dias

21h às 23h – Raul Fortes, Raoni Ricci, Rodrigo Mendes e músicos convidados

Programação Simultânea

Theatro Fúria, com Pericles Anarckos e Carolina Argenta; Coma a Fronteira, com Caio Ribeiro; Spectro Lab Cena, com Douglas Peron e Millena Machado; Projeções fotográficas com imagens de Rai Reis, João Reis, Diogo Diógenes, José Medeiros e Henrique Santian. Também haverá lançamento do livro Mascote do Caos, de Lucas Rodrigues.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Domingo (17): Mato Grosso registra 543.072 casos e 13.885 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17.10), 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.885 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 153 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.047 estão em isolamento domiciliar e 526.506 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 93 internações em UTIs públicas e 42 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 28,35% para UTIs adulto e em 7% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.748), Várzea Grande (39.573), Rondonópolis (38.164), Sinop (26.156), Sorriso (18.352), Tangará da Serra (17.780), Lucas do Rio Verde (15.689), Primavera do Leste (14.767), Cáceres (11.899) e Alta Floresta (10.661).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Falta de repasses federais contribuiu para aumentar déficit do Estado

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (16.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.638.726 casos da Covid-19 no Brasil e 603.152 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.627.476 casos da Covid-19 no Brasil e 602.669 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (17.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Dezessete são presos com armas e drogas em várias cidades do Estado

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Dois drones com 6 celulares e 35 chips são interceptados na Penitenciária Central do Estado

Publicados

em


Durante rondas no interior da Penitenciária Central do Estado (PCE), policiais penais encontraram dois drones com materiais ilícitos presos nos equipamentos e seriam destinados aos presos da unidade. A apreensão foi na madrugada de domingo (17.10).

Os policiais penais recuperaram 6 aparelhos celulares smartphone, 8 adaptadores de celular, 3 cabos USB, 4 fontes de carregador, 35 chips de celular, 2 trouxinhas de substâncias análoga a entorpecentes, 2 pedaços de durepox e 1 capa transparente de celular.  

“A gente parabeniza o excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pelos servidores da PCE, que não medem esforços em barrar a entrada de ilícitos para o interior da unidade, sempre à disposição da sociedade e do nosso Estado”, comentou o diretor da PCE, Lindomar Rocha.

De janeiro até o dia 6 de outubro, foram apreendidos 85 drones em cinco unidades penais de Mato Grosso, sendo 1 na Cadeia Pública Feminina de Rondonópolis, 1 na Cadeia Pública de Peixoto de Azevendo, 11 na PCE, 2 na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto e 68 na Penitenciária Major Eldo de Sá (Mata Grande), em Rondonópolis.

Veja Também:  Dados do Inpe apontam redução de 90,8% nos focos de calor no Pantanal entre 2020 e 2021
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana