conecte-se conosco


Entretenimento

Produtor de Adele acusado de plagiar Martinho da Vila é fã de música brasileira

Publicados

em


source
Martinho da Vila acusa Adele de plágio
Reprodução/Instagram

Martinho da Vila acusa Adele de plágio


Um dos grandes produtores e compositores da música pop está envolvido numa polêmica com sotaque brasileiro. Ao lado da cantora britânica Adele, o americano Greg Kurstin foi acusado de plágio pelo sambista Toninho Geraes . O brasileiro alega que “Million years ago”, lançada por Adele em 2015, copia grande parte da melodia de “Mulheres”, samba imortalizado na voz de Martinho da Vila no álbum “Tá delícia, tá gostoso” (1995).

Kurstin é o produtor de “Million years ago” e divide a autoria da composição com Adele, tendo sido responsável direto pela melodia. E, além de admirador da nossa cultura, o americano tem amplo conhecimento sobre música brasileira, o que deixou claro recentemente, quando publicou no Twitter um registro em vídeo de “Coração vulgar”. O samba é interpretado em 1969 pelos então jovens Paulinho da Viola e Maria Bethânia.

Ele compartilhou o vídeo em março passado — um mês depois do advogado de Toninho Geraes, Fredímio Biasotto Trotta, enviar duas notificações extrajudiciais a Adele, à gravadora XL Recording, à Sony Music, e a Kurstin.

Em seu perfil na plataforma de streaming Spotify, Greg Kurstin publicou uma biografia na qual conta que se mudou para Nova York após o colegial, onde passou a estudar a música brasileira. Inclusive, Kurstin aprendeu a tocar berimbau. O texto diz que isso “influenciou grande parte do ecletismo que definiu sua carreira”.

Vencedor de oito Grammys, Greg Kurstin já trabalhou com nomes como com Paul McCartney, Pink, Sia e Foo Fighters.

Entenda o caso

Autor de sucessos de Agepê (“Me leva”, “Virou mania”), Zeca Pagodinho (“Seu balancê”, “Uma prova de amor”) e Diogo Nogueira (“Alma boêmia”, “Se a fila andar”), o sambista Toninho Geraes entrou numa disputa judicial internacional por causa de uma das suas composições mais conhecidas, “Mulheres”, imortalizada na voz de Martinho da Vila no álbum “Tá delícia, tá gostoso” (1995).

Veja Também:  Sarah Andrade se afasta do Twitter após críticas: "Não está me fazendo bem"

Mineiro de Belo Horizonte radicado no Rio, Geraes está processando a cantora britânica Adele, alegando que “Million years ago”, lançada no álbum “25” (2015) é um plágio de “Mulheres”. O advogado do compositor, Fredímio Biasotto Trotta, enviou em fevereiro duas notificações extrajudiciais à cantora, à gravadora XL Recording, à Sony Music, e ao produtor e coautor da faixa, o americano Greg Kurstin — que já trabalhou com Paul McCartney, Pink e Foo Fighters, e desde 2006 forma o duo de indie pop The Bird and the Bee com Inara George.

Você viu?

Segundo Geraes, quem apontou as semelhanças entre as duas canções foi Misael da Hora, filho de Rildo Hora, autor do arranjo de “Mulheres” na gravação de Simone e figura carimbada nos créditos dos álbuns dos maiores sambistas do país.

— Um dia encontrei o Misael em Copacabana e dei uma carona para ele até Ipanema, e ele me disse que ia mesmo me ligar para perguntar se eu já tinha ouvido essa música da Adele. Disse que não, e ele contou que, quando ouviu, achou até que era uma versão de “Mulheres” — conta Geraes. — Quando ouvi fiquei assustado, até o arranjo de piano do Rildo foi copiado. Pensei muito até procurar o dr. Fredímio, que além de advogado também tem formação musical, e viu que caracterizava plágio.

Na ação, o advogado contabilizou 88 compassos idênticos, similares ou com pequenas variações entre as duas canções, além de trechos da introdução, refrão e o final da música. Após o primeiro contato com as partes acusadas, houve retorno apenas da Sony brasileira, alegando que “esse assunto está atualmente nas mãos da XL Recordings e da própria Adele, já que a Sony Music era apenas distribuidora desse fonograma no Brasil, cujo contrato, inclusive, já está expirado”. O advogado decidiu tornar o processo público, diante da ausência de respostas das partes acusadas. Trotta deve entrar com a ação contra a cantora, a XL Recording e Kurstin em Londres, possivelmente no início de outubro, quando laudos feitos por músicos e maestros ficarão prontos.

Veja Também:  Vera Fischer renova contrato com a Globo e comemora: “Minha segunda casa”

— Acredito que este seja um caso ainda mais evidente que o de Rod Stewart e Jorge Ben Jor ( o inglês admitiu “plágio inconsciente” do refrão de “Taj Mahal”, na música “Do ya think I’m sexy”, num acordo extrajudicial ). Neste caso, várias partes da música foram apenas passadas de um compasso de samba para o de uma balada pop — explica Trotta, que toca violão, teclado e integrou o grupo vocal Maite-Tchu, que se apresentou regularmente entre os anos 1980 e 1990.

A notificação também conta com 40 depoimentos colhidos como “teste do observador comum”, de forma a demonstrar com até um leigo em música consegue perceber o plágio, reforçando características mais evidentes de uma possível cópia.

Geraes, que também se projetou como cantor, em shows solo ou ao lado de parceiros, como Moacyr Luz, ressalta que “Mulheres” ganhou versões em francês e espanhol, aumentando a circulação da música fora do Brasil.

— A gente não consegue imaginar o que se passa nestes casos, se uma pessoa pensa: “Ah, é um cara lá do Brasil, não vai perceber”. Se fosse comigo, eu seria o primeiro a querer resolver a situação, mas essa conversa com a gente não aconteceu ainda.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Deolane Bezerra debocha da OAB em Dubai

Publicados

em


source
Deolane Bezerra
Instagram

Deolane Bezerra

Curtindo dias em Dubai, Deolane Bezerra segue zombando da OAB nas redes sociais. “Quem gosta de ouro é (sic) eu, viu, papai? Até na carne. Quem sabe ser rica é (sic) eu, viu?”, disse Deolane em um storie em que aparece num restaurante, com uma carne banhada a ouro em sua mesa. A advogada, que foi alvo de rumores de affair com Luiz Bacci , inclusive, postou foto com a seguinte legenda: “OAB, não é ouro. É banhada, viu?”.

Recentemente, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vetou a ostentação de “bens relativos ao exercício ou não da profissão, como uso de veículos, viagens, hospedagens e bens de consumo”, por parte de seus advogados. Sempre viajando e ostentando roupas de grife em suas redes sociais, a advogada virou alvo da organização.

Além das compras que ultrapassam o valor de R$ 30 mil, a ex de MC Kevin também ostenta em procedimentos estéticos. Há algum tempo, ela deu o que falar ao revelar ter feito uma uma ninfoplastia, também conhecida de labioplastia [cirurgia íntima]. A intervenção tem o propósito de reduzir o tamanho dos lábios da vagina a laser. “Estou aqui com a maravilhosa que ajeita ‘prikito’. Se vocês precisarem ajeitar o bicho, é só vir aqui na JK Estética. Só não vai ter foto do antes e depois, porque aí já é apelação, Brasil. Mas garanto pra vocês: fica nenenzinho, viu, mulherada? Procurem essa ginecologista, porque ela ajeita tudo”, explicou ela na ocasião.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

A Fazenda 13: MC Gui é chamado de hipócrita após falar em “humanidade”

Publicados

em


source
MC Gui em A Fazenda 13
Instagram

MC Gui em A Fazenda 13

MC Gui, de 23 anos, começou a terça-feira (21) entre os assuntos mais comentados do Twitter. O motivo do destaque é uma fala do cantor dentro de “A Fazenda 13” , na qual ele diz que o elenco está sendo injusto com Nego do Borel ao rejeitá-lo. “É desumanidade o que estão fazendo com ele”, disse o peão. 

Entretanto, alguns seguidores de MC Gui não acharam de bom tom o rapaz opinar sobre “humanidade”, visto que ele sofreu vários boicotes em sua carreira após ele praticar bullying contra uma criança na Disney, em Orlando. Nas redes sociais, principalmente no Twitter, tem quem esteja chamando o artista de “hipócrita”. A repercussão em torno do assunto está tão grande que já ocupa uma posição [8ª] entre os 10 assuntos mais comentados da plataforma.

“Nós não esquecemos o que você fez com criança. Com isso não se brinca, tampouco ser maldoso, vil e covarde”, disse uma. “O MC Gui não foi para ‘A Fazenda’ para papagaiar, mas foi pra ser hipócrita e fofoqueiro”, opinou outra. Confira mais reações coletadas no Twitter.

Veja Também:  Vera Fischer renova contrato com a Globo e comemora: “Minha segunda casa”





Leia Também





Em março de 2021, MC Gui resolveu falar sobre a polêmica envolvendo a menina que humilhou durante viagem à Disney, em 2019. Em entrevista a Daniela Albuquerque, no programa “Sensacional”, o cantor disse que ainda tentava refletir sobre o que aconteceu. “Não estou 100%. Me atacaram muito, ameaçaram de morte, até hoje faço tratamento para conseguir continuar, eu e minha família toda passamos com psicóloga”, revelou.

O funkeiro de 22 anos também contou que entrou em uma “enorme depressão” após receber críticas e ofensas de anônimos e famosos, além de mencionar o cancelamento de Karol Conká após passagem no “BBB 21”. “Tenho certeza que ela vai dar a volta por cima. Todo mundo consegue, se quiser. (…) Não justificando os erros, claro, mas é bom mostrar que todo mundo erra e todo mundo pode melhorar”, completou. Assista ao polêmico vídeo que garantiu o “cancelamento” de MC Gui.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana