conecte-se conosco


Sem categoria

Professor da Unemat edita livro em Nova York sobre conservação florestal

Publicados

em

O professor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) Pedro Vasconcellos Eisenlohr, câmpus de Alta Floresta acaba de lançar seu terceiro livro como editor. “Forest Conservation: Methods, Management and Challenges”, em português “Conservação Florestal: Métodos, Gestão e Desafios”, foi publicado pela editora Nova Publishers, de Nova York, Estados Unidos, com contribuições de professores e estudantes de pós-graduação da Unemat, entre outras universidades.

O livro, que oferece aos leitores a oportunidade de compreender, considerar e planejar estratégias que visem conservar os ecossistemas florestais em todo o mundo, é composto por um conjunto de capítulos sobre conservação florestal, envolvendo aspectos ecológicos, metodológicos e socioeconômicos. Com destaque para o décimo capítulo, liderado por João Carlos Pires de Oliveira, mestre em Ecologia e Conservação pela Unemat, no qual se aborda a modelagem de adequabilidade ambiental e seu potencial para apoiar decisões de conservação e programas de restauração ecológica em praticamente qualquer parte do mundo.

Eisenlohr é orientador nos programas de pós-graduação da Unemat em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos, em Alta Floresta, e em Ecologia e Conservação, em Nova Xavantina, e, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Ecologia e Conservação da Biodiversidade. Eisenlohr disse ter contado com a colaboração de pesquisadores de vários países.

Veja Também:  Governo dá ordem de serviço e região de Barra do Bugres será contemplada com obras

“Este livro apresenta dez capítulos escritos por renomados pesquisadores do Brasil, Argentina, Tunísia e Alemanha, oferecendo à comunidade científica, bem como à sociedade como um todo, importantes conceitos, métodos e lacunas que precisamos preencher se quisermos preservar as florestas da Terra”, explicou o professor, que ainda coordena na Unemat o Centro de Tecnologia da Amazônia Meridional (Cetam) e o Laboratório de Ecologia (Labec).

O livro está à venda pela Editora e estará disponível para consultas pela comunidade acadêmica da Unemat, no câmpus de Alta Floresta, tanto na biblioteca quanto no Labec.

Conservação Florestal: Métodos, Gestão e Desafios

Temas explorados em cada capítulo:

Capítulo 1 – Como espécies raras de árvores poderiam ser um substituto para a biodiversidade na tomada de decisões de conservação;

Capítulo 2 – O manejo sustentável da biodiversidade em ecossistemas lenhosos;

Capítulo 3 – Síntese e discussão sobre os desafios para a conservação de florestas e répteis brasileiros;

Capítulo 4 – Priorização de áreas de preservação permanente para recuperação florestal visando à conectividade da paisagem;

Veja Também:  É hoje o grandioso sorteio da Abelhinha da Sorte, não fique de fora

Capítulo 5 – Conservação de florestas de pinheiro de Aleppo para plantios pós-inundação e incêndios;

Capítulo 6 – Agrossilvicultura e suas conexões com atividades de REDD + na Amazônia;

Capítulo 7 – Conservação e seus desafios na África tropical;

Capítulo 8 – Grandes barragens na Amazônia e seus efeitos sobre a fauna;

Capítulo 9 – Seleção e propagação de espécies arbóreas nativas para melhorar a restauração ecológica;

Capítulo 10 – Uma abordagem à modelagem de adequabilidade ambiental e seu potencial para apoiar decisões de conservação e programas de restauração ecológica.

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres e Região

Vereadores Subtenente Marivaldo e Júnior Chaveiro participam de Assembleia no assentamento Campo Verde

Publicados

em

Os vereadores Subtenente Marivaldo “MDB” e Júnior Chaveiro “PTB” estiveram no último domingo na sede do Assentamento Campo Verde, onde participaram da Assembleia da Associação de Pequenos Produtores Campo Verde.  

Na pauta, a remarcação dos lotes, conforme decisão em assembleia de 2018 e informações a respeito do número de família beneficiadas  entre outras.

O vereador Júnior Chaveiro que já esteve na comunidade em outra ocasião elogiou a inciativa da diretoria de buscar uma solução para os problemas enfrentados pelos moradores que a anos sonham com um pedaço de terra para chamar de seu, porém enquanto não estiver tudo regulamentado, continuarão enfrentando muitas dificuldades.

Subtenente Marivaldo que conhece muito bem a zona rural da nossa cidade, falou da importância da união, “sabemos que será muito difícil fazer com que todos fiquem realmente satisfeitos, mas se a diretoria ser muito transparente e estiver unida, com certeza, agradará a maioria e não deixará de ouvir também os anseios da minoria”. Transparência e clareza é tudo em uma associação, sei muito bem o que é isso a anos estou a frente de uma que beneficia inúmeras criança e adolescentes.

O presidente da Associação de Pequenos produtores do Assentamento Campo Verde José Rubens Macena da Silva “Bagaceira” agradeceu imensamente a presença dos parlamentares e pediu para que os mesmo mantenham a mesma dedicação e atenção já destinada neste inicio de ano e sempre estejam presentes, na comunidade, “precisamos que olhem por nós e nos ajude”.

Outros problemas do assentamento já estão na pauta dos vereadores que se sentiram muito bem tratados pelos moradores.

Confira mais fotos:

Fonte: Assessoria

 

Veja Também:  Polícia prende sete suspeitos "um de Barra do Bugres" por latrocínio de investigadora

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Segunda-feira (08): Mato Grosso registra 227.208 casos e 5.334 óbitos

Publicados

em

Há 290 internações em UTIs públicas e 284 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 74% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias

Rose Velasco | SES

Um total de 195.983 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom

Um total de 195.983 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (08.02), 227.208 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.334 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.750 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 227.208 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.829 estão em isolamento domiciliar e 213.028 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 290 internações em UTIs públicas e 284 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 74,17% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (48.438), Rondonópolis (16.208), Várzea Grande (14.611), Sinop (11.879), Sorriso (9.659), Tangará da Serra (9.545), Lucas do Rio Verde (8.800), Primavera do Leste (6.811), Cáceres (5.248) e Nova Mutum (4.730).

Veja Também:  Polícia prende sete suspeitos "um de Barra do Bugres" por latrocínio de investigadora

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 195.983 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 209 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (07), o Governo Federal confirmou o total de 9.524.640 casos da Covid-19 no Brasil e 231.534 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia 05 (sexta-feira), o país contabilizava 9.497.795casos da Covid-19 no Brasil e 231.012 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de segunda-feira (08).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Veja Também:  Carreta que transportava cerca de 250 porcos tombou na MT 480 em Tangará da Serra.
Fonte: Secretaria Adjunta de Comunicação (Secom)

 

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana