conecte-se conosco


Saúde

Quarta-feira (12): Mato Grosso registra 69.085 casos e 2.264 óbitos por Covid-19

Publicado

Há 307 internações em UTIs públicas e 279 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 79,42% para UTIs adulto e em 31,56% para enfermarias

Ana Lazarini | SES

Um total de 62.964 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom

Um total de 62.964 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (12.08), 69.085 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 2.264 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram registradas 1.941 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 69.085 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.466 estão em monitoramento e 46.355 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 307 internações em UTIs públicas e 279 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 79,42% para UTIs adulto e em 31,56% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (14.470), Várzea Grande (5.523), Rondonópolis (4.276), Lucas do Rio Verde (3.490), Sorriso (3.276), Tangará da Serra (3.037), Sinop (2.517), Primavera do Leste (2.174), Nova Mutum (1.649) e Campo Novo do Parecis (1.339).

Veja Também:  Mortes durante ou após corridas de rua acendem o alerta para a importância do check-up

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. Para acessar o Painel Interativo da Covid-19 em Mato Grosso, clique aqui.

O documento ainda aponta que um total de 62.964 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 2.869 amostras em análise laboratorial.

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Na última terça-feira (11), o Governo Federal confirmou 3.164.785 casos da Covid-19 no Brasil e 104.201 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 103.026 óbitos e 3.109.630 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou a atualização desta quarta-feira (12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Veja Também:  Mais de 590 casos confirmados de dengue em Tangará da Serra nos dois primeiros meses de 2020

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

DOWNLOAD 

  • Painel Epidemiológico 157

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Hospital Santa Casa é referência estadual e atendeu 839 crianças com suspeita da Covid-19

Publicado

Mesmo não fazendo parte do grupo de risco, a classe infantil também tem sido infectada pelo coronavírus

Fernanda Nazário | SES-MT

Atendimentos pediátricos para testagem, diagnóstico e tratamento da Covid-19 – Foto por: Atendimentos pediátricos para testagem, diagnóstico e tratamento da Covid-19

Atendimentos pediátricos para testagem, diagnóstico e tratamento da Covid-19

Referência no atendimento de crianças diagnosticadas com a Covid-19, o Hospital Estadual Santa Casa atendeu, de julho ao início de outubro deste ano, 839 crianças entre casos suspeitos e positivos da Covid-19. Mesmo não fazendo parte do grupo de risco, a classe infantil também tem sido infectada pelo coronavírus.

Para o tratamento de crianças diagnosticadas com a doença, o Hospital Estadual Santa Casa conta com uma equipe de 25 médicos especialistas em pediatria.

A diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Neves, explicou que embora tenha sido registrado um pequeno aumento no número casos da Covid-19 em crianças, tudo está bem controlado e que parte dessa demanda são dos pais que testaram positivo para doença no Centro de Triagem.

“Nossa demanda vem casada com os pais que já positivaram para doença e trazem os filhos para serem testadas aqui na Santa Casa. Aqui é o local referenciado pelo ministério da Saúde para o tratamento de crianças”, explicou a diretora.

Veja Também:  Coronavírus: OMS tem guia de medidas para se proteger do contágio

Os dados do último boletim epidemiológico mostram que foram registrados 4.630 casos e 24 óbitos pela doença entre crianças de zero a 10 anos em Mato Grosso.

Reforma e Adequação da Santa Casa, uti
Créditos: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Serviço

O Hospital Estadual Santa Casa fica localizado na Rua Clóvis Hugueney, número 141, no bairro Dom Aquino, próximo à Praça do Seminário.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Veja Também:  O inverno e os pets: combinação perigosa

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Segunda-feira (12): Mato Grosso registra 132.216 casos e 3.635 óbitos por Covid-19

Publicado

Há 219 internações em UTIs públicas e 227 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 53% para UTIs adulto e em 26% para enfermarias

Ana Lazarini | SES-MT

Um total de 105.829 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom

Um total de 105.829 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (12.10), 132.216 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.635 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 192 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 132.216 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.135 estão em isolamento domiciliar e 112.809 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 219 internações em UTIs públicas e 227 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 53,41% para UTIs adulto e em 26% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (25.928), Várzea Grande (9.515), Rondonópolis (9.478), Sorriso (5.952), Sinop (5.951), Lucas do Rio Verde (5.747), Tangará da Serra (5.327), Primavera do Leste (4.486), Cáceres (3.230) e Campo Novo do Parecis (2.814).

Veja Também:  Mortes durante ou após corridas de rua acendem o alerta para a importância do check-up

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 105.829 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 776 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (11), o Governo Federal confirmou o total de 5.094.979 casos da Covid-19 no Brasil e 150.488 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 150.198 óbitos e 5.082.637 confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de segunda-feira (12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Veja Também:  Profissionais da Saúde participarão de capacitações online durante a pandemia do Coronavírus

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

DOWNLOAD 

  • Painel Epidemiológico 218

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

COM OS NOMES QUE SURGEM COMO PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO EM BARRA DO BUGRES VEJO QUE...

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana