conecte-se conosco


Mato Grosso

Redimensionamento vai ampliar vagas na Educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos

Publicados

em


O aumento de vagas para a Educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos é o foco do planejamento da Secretaria de Estado de Educação e da Secretaria Municipal de Educação de Várzea Grande no redimensionamento da rede pública de ensino no município.

O prédio da Escola de Desenvolvimento Integral da Educação Básica (Edieb) Licínio Monteiro da Silva será cedido para a rede municipal atender a Educação Infantil e Ensino Fundamental, com abertura de matrículas para crianças de 4 e 5 anos já para o ano de 2022.

Hoje, a unidade atende 134 alunos do ensino regular, sendo 72 dos anos finais do Ensino Fundamental e 62 do Ensino Médio. Também estão matriculados na unidade 1.500 alunos no Ensino de Jovens e Adultos, que serão atendidos em unidades escolares próximas de suas residências.

Os alunos matriculados no Ensino Fundamental regular poderão continuar na unidade. Já para os 62 estudantes do Ensino Médio serão ofertadas vagas nas escolas Pedro Gardes, Irene Gomes de Campos e Profª Adalgisa de Barros.

Projeto para 2022

De acordo com o planejamento apresentado à Seduc pelo secretário municipal de Educação, Silvio Fidelis, a Escola Licínio Monteiro, que passa a ser de responsabilidade do município no próximo ano, terá capacidade para cerca de 1.300 estudantes no período diurno.

Veja Também:  Segunda-feira (30): Mato Grosso registra 519.265 casos e 13.463 óbitos por Covid-19

Os 615 alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental, que hoje estudam na Escola Municipal Marilce Benedita de Arruda, serão transferidos para a Licínio Monteiro. Também vão para a unidade os 233 alunos do 6º ano da Jayme Veríssimo e 90 da Air Addor. Vai atender ainda demanda do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental do reordenamento e vai abrir matrícula para Educação Infantil de 4 e 5 anos.

Atendendo toda a demanda existente, a escola Licínio Monteiro ainda terá capacidade para atender mais 300 estudantes da região.

A Escola Marilce Benedita, que passa atualmente por uma reforma, vai receber a demanda da Educação Infantil das crianças a partir dos seis meses de idade, que não são atendidas hoje.

Jovens e Adultos

Os alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos terão a opção de atendimento em 14 unidades: Dep. Emanuel Pinheiro; Irene Gomes de Campos; Profª Marlene Marques de Barros; Profª Arlete Maria da Silva; Profº José Mendes Martins; Profº Vanil Stabilito; Profª Elizabeth M. Bastos Mineiro; Ubaldo Monteiro; Profª Maria da Cunha Bruno; José Leite de Moraes; Luis Pedroso da Silva; Pedro Gardes; Profº Fernando Leite de Campos e Elmaz Gattas.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Veja Também:  100 mil consumidores já negociaram seus débitos com a Energisa

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte.

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Reuniões

Para esclarecer dúvidas dos profissionais e comunidade escolar, a Seduc realizou, na manhã desta quarta-feira (22.09), uma reunião na Escola Licínio Monteiro.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Presidente do Indea de MT está entre as 100 mulheres mais influentes do agronegócio do país

Publicados

em


A presidente do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Emanuele de Almeida, é destaque da Lista Forbes dessa semana, em homenagem ao Dia da Mulher Rural, comemorado em 15 de outubro. Emanuele está entre as 100 mulheres brasileiras apontadas pela publicação como as “Mais Poderosas do Agro”.

Ela, que é advogada, assumiu a presidência do Indea em janeiro deste ano. O órgão é responsável pelo controle sanitário e por monitorar o maior rebanho bovino brasileiro, com 30,9 milhões de animais.

“Na lista, a Forbes procurou selecionar representantes do movimento de mudança no campo. São mulheres que se destacam em diferentes setores do agronegócio: elas estão presentes na produção de alimentos de origem vegetal e animal, na academia, na pesquisa, nas empresas, em foodtechs, em consultorias, em instituições financeiras, na política, nas entidades e nos grupos de classe e, mais do que nunca, nas redes sociais”, destacou a publicação.

Emanuele está há sete anos no órgão e promete um movimento de desburocratização e descentralização, em busca de maior celeridade às demandas dos produtores mato-grossenses.

Veja Também:  Governo de MT e Cridac entregam 30 cadeiras de roda para pacientes de Várzea Grande

Confira a íntegra da reportagem.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Domingo (17): Mato Grosso registra 543.072 casos e 13.885 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17.10), 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.885 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 153 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.047 estão em isolamento domiciliar e 526.506 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 93 internações em UTIs públicas e 42 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 28,35% para UTIs adulto e em 7% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.748), Várzea Grande (39.573), Rondonópolis (38.164), Sinop (26.156), Sorriso (18.352), Tangará da Serra (17.780), Lucas do Rio Verde (15.689), Primavera do Leste (14.767), Cáceres (11.899) e Alta Floresta (10.661).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Seis vítimas de acidente de trânsito são identificadas

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (16.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.638.726 casos da Covid-19 no Brasil e 603.152 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.627.476 casos da Covid-19 no Brasil e 602.669 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (17.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  CGE alinha entendimentos e trâmites sobre processo disciplinar de rito sumário

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana