conecte-se conosco


Policial

Rotam reúne 1,6 mil atletas na corrida extreme realizada neste domingo (12) na Lagoa Trevisan

Publicados

em

A Polícia Militar de Mato Grosso, por meio do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), realizou na manhã deste domingo (12.06), a quinta edição da Corrida Extreme. 

Ao todo, 1.600 participantes foram desafiados em um percurso de aproximadamente cinco quilômetros, acom 29 obstáculos naturais e artificiais que exigiram diferentes níveis de força, equilíbrio, coordenação motora e companheirismo no circuito montado em torno da Lagoa Trevisan, em Cuiabá.

O tenente-coronel da Rotam, André Wilian Dorileo, classificou essa edição como muito especial, tendo em vista que nos últimos dois anos, devido à pandemia, a corrida não pode ser realizada. 

“Retornamos agora com essa nova edição e com alguns obstáculos diferentes para surpreender ainda mais nossos atletas. São cinco anos de muita história em um evento que reúne toda família, profissionais da segurança pública e da população em geral para uma grande comemoração e confraternização”, afirma. 

A comandante-geral adjunta, coronel Francyanne Siqueira Chaves Lacerda, que participou pela primeira vez, também destacou a estrutura e a organização do Rotam Extreme. 

“A quinta corrida foi muito bem organizada e estruturada. Em todos os pontos de hidratação e dos locais mais difíceis haviam suporte dos militares. Foi uma experiência muito gratificante e não há sensação melhor do que pegar a medalha no final do circuito”, comenta. 

Veja Também:  Polícia Civil entrega computadores e caminhonetes para investigações na região de fronteira

Para toda família

O policial militar Jorge Rondon, que participou de todas as edições anteriores, trouxe a família toda para conhecer de perto o trajeto desafiador. “Nessa quinta edição eu fiz um forço em trazer todos eles. É uma programação diferente e até mesmo para sair da rotina e ter histórias para contar”, diz militar. 

A pequena Julia Nelly, de nove anos, filha de Jorge, disse que nunca tinha participado de um evento dessa forma. “Foi muito legal, parte de rastejar na lama foi uma das mais difíceis para mim, mas eu não pensei em desistir em nenhum momento”, ressalta.

Essa é a segunda edição em que Erenice Borges participa com o filho Lucas Gabriel, de 12 anos, que possui paralisia cerebral. 

“Foi muito diferente da outra edição que participamos, mas apesar do desafio, tenho certeza que ele amou estar presente novamente. Ano que vem a nossa inscrição já estará garantida”. 

O amor está no ar. Nesse Dia dos Namorados, o representante de medicamentos Reilly Paião e a agente de viagens, Adaiane Baião resolveram comemorar a data de um jeito diferente. Nem o tempo frio fizeram com que o casal mudasse de ideia. 

Veja Também:  Polícia Civil e parceiros atuam em operação de combate ao desmatamento ilegal no norte de MT

“Aqui é na alegria, na tristeza e na lama também. Não teve corpo mole e conseguimos concluir o desafio dentro do previsto. Foi uma experiência única e desafiadora”, afirmaram. 

A 5º Rotam Extreme contou ainda com participação de DJs, bandas regionais e sorteio de diversos prêmios. 

Sobre a corrida

A realização da corrida tem como meta angariar recursos financeiros para manutenção das instalações físicas do Batalhão Rotam, assim como os projetos sociais que, atualmente, atendem cerca de 300 crianças e adolescentes garantindo lazer e cidadania através da prática esportiva.

Os projetos sociais, como o Jiu-Jitsu Rotam e a escolinha de futebol Grêmio Rotam, tem excelentes resultados em todos os aspectos, onde já consagraram campeões estaduais e brasileiro em várias categorias, fazendo das crianças e adolescentes verdadeiros campeões.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil apreende duas armas de fogo, várias munições e prende um suspeito em Cáceres

Publicados

em

Por

Policiais civis, da 1ª Delegacia de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), apreenderam duas armas de fogo e diversas munições, na manhã desta segunda-feira (04.07), durante averiguação de denúncia anônima.

Uma das armas apreendidas é uma pistola Taurus de calibre .40, furtada de um policial civil em Cuiabá.

Um suspeito, de 36 anos, foi autuado em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido.

Após receber informações sobre um sítio localizado próximo a região conhecida como “Chapadinha”, em Cáceres, onde estariam escondidos integrantes de facção criminosa, a equipe passou a monitorar o local.

Durante o trabalho de campana, foi verificada movimentação intensa de pessoas no endereço, razão pela qual na manhã desta segunda-feira (04) os policiais civis se aproximaram da propriedade.

Ao serem recebidos, o morador autorizou a entrada na residência e, nas buscas, foi localizada uma pistola Taurus modelo 840 e oito munições,  além de uma espingarda de calibre 22, com munições.

Veja Também:  Polícia Civil e parceiros atuam em operação de combate ao desmatamento ilegal no norte de MT

Em checagem, foi constatado que a pistola era produto de furto ocorrido em Cuiabá, tendo como vítima um policial civil. 

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à 1ª Delegacia de Cáceres, interrogado pelo delegado Marlon Nogueira e autuado em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil incinera 300 quilos de entorpecentes em Rondonópolis

Publicados

em

Por

A Polícia Civil incinerou nesta segunda-feira (04.07), em Rondonópolis, mais 300 quilos de entorpecentes apreendidos no semestre. A queima da droga é autorizada pela Justiça após realização de perícia pela Politec.

O material incinerado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis é resultado de apreensões realizadas pelas forças de segurança em ações policiais no município.

Esta é a quinta incineração em 2022 realizada pela Derf e já alcançou quase 2,5 toneladas de entorpecentes queimados, entre maconha, cocaína, pasta base e drogas sintéticas.

O ato faz parte da Operação Narco Brasil, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no combate ao tráfico de drogas, incineração de entorpecentes e cerco ao crime organizado com auxílio das forças policiais federais e dos 26 estados e o Distrito Federal.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Batalhão de Trânsito fiscaliza 760 veículos e prende seis pessoas no feriado prolongado
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana