conecte-se conosco


Entretenimento

Sandra Oh ficou doente durante ‘Grey’s Anatomy’: ‘Não dormia’

Publicados

em

source
Andy Samberg e Sandra Oh comandaram a apresentação da cerimônia.
Paul Drinkwater/NBC

Andy Samberg e Sandra Oh comandaram a apresentação da cerimônia.

Sandra Oh relatou que teve problemas de saúde depois que integrou o elenco de “Grey’s Anatomy”. A intérprete de Cristina Yang também revelou que sofria de estresse e insônia.

Em entrevista à revista Variety, a atriz disse que teve a vida mudada pela série. “Quando ‘Grey’s Anatomy’ surgiu, minha vida mudou muito. É curioso imaginar, porque isso foi há quase 20 anos. Então o contexto mudou bastante, mas o estresse é o mesmo”, disse Sandra Oh. 

Em seguida, ela relatou as dores que sentia pelo corpo na época: “Eu sinto, sinceramente, que eu adoeci. Eu acho que o meu corpo inteiro estava muito, muito doente. É tipo: ‘Hum, não consigo dormir. Oh, minhas costas doem. Eu não sei o que há de errado com a minha pele”. 

Veja Também:  Karinah anuncia novo álbum que terá estreia no Multishow

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Vale lembrar que Sandra deu vida a Cristina Yang por 11 temporadas. A série ainda continua. Mas, atualmente, a atriz protagoniza “Killing Eve”, onde está desde 2018.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Ex- participante do ‘Power Couple’ detona Record: ‘Edita tudo’

Publicados

em

Por

Anna Clara Maia, ex-participante do Power Couple 4
Foto: Reprodução/Record TV

Anna Clara Maia, ex-participante do Power Couple 4


A ex-participante do “Power Couple Brasil 4”, Anna Clara Maia, criticou a produção do reality show da Record TV. Segundo a jogadora, a equipe não é transparente com os confinados, além de reforçar que as dinâmicas do jogo podem ser burladas

Clara Maia, que participou com o marido André Coelho no “Power Couple” em 2019, fez as declarações em um vídeo publicado no YouTube.


Durante a fala, a influencer destacou que o reality da Record não é transparente. “É extremamente tendencioso e em todos os aspectos. Todas as provas podem ser burladas. Não são provas que acontecem simultaneamente, com todo mundo vendo. São coisas que podem ser burladas e são burladas. Não é nada transparente”.

Clara Maia ainda contou que as reclamações que fazia durante o confinamento foram reprovadas pela produção. “Eu recebi muitas chamadas de atenção. As provas são extremamente questionáveis. Falavam: ‘Você não pode questionar isso’. Como assim eu não posso questionar isso?”, alegou a influencer.

Veja Também:  Nile Rodgers sobre o ABBA: "Eles estão em nossas almas como os Beatles"

Anna Clara já reclamou anteriormente das atrações da Record TV, criticando, por exemplo, as atitudes da emissora sobre o caso do Nego do Borel em “A Fazenda 13”, acusando a produção de manipular as cenas da atração rural.

“Esse e muitos outros absurdos vão continuar acontecendo porque o que eles querem é audiência. E estão tendo! Não é de hoje que a Record edita tudo, manipula as imagens, falas, situações e só mostram o que querem”, finalizou a influencer.

Veja o vídeo completo logo abaixo:


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Justiça proíbe Zé Neto e Cristiano de usar marca ‘Esqueminha’

Publicados

em

Por

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de 'Esqueminha'
Reprodução/Instagram

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de ‘Esqueminha’

A dupla Zé Neto e Cristiano está impedida de usar a palavra Esqueminha, que dá nome a um evento criado pelos sertanejos e é patrocinado por uma famosa marca de cerveja.

Na última sexta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de Goiás deu parecer favorável a um processo movido pelo cantor baiano Gabriel Levy, da banda Isqueminha (das músicas “Vai tomar pitú” e “Terror da sentada”), que solicita indenização por danos morais pelo uso indevido da marca.

O documento assinado pelo juiz Gilmar Luiz Coelho, da 10ª Vara Cível de Goiânia, ressalta que o Instituto Nacional de Propriedade (INPI) não autorizou que as marcas “Esqueminha” e “Esqueminha com ZNC” fossem empregadas pelos sertanejos “em razão da similaridade com a marca de propriedade do autor, ‘Isqueminha’, ainda mais por serem utilizadas em contextos comuns de entretenimento”.

Veja Também:  Mutirão na web pede expulsão de Paula: “Ela fez de tudo para desestruturar Hari”

De acordo com os produtores responsáveis pela banda Isqueminha, representantes do evento criado por Zé Neto & Cristiano haviam tentado autorização pela utilização da marca “Esqueminha” em negociação direta com eles, mas não tiveram sucesso. O GLOBO entrou em contato com a empresa Work Show, responsável pelo gerenciamento artístico dos sertanejos, mas até o momento não obteve retorno.

No documento do processo, o juiz deferiu a liminar e determinou que a marca não seja mais usada em qualquer contexto comercial e/ou de divulgação, sob pena de aplicação de multa no valor de R$ 1 mil até o limite do valor dado à causa, R$ 50 mil.

Polêmica com Anitta

O sertanejo Zé Neto, da dupla com Cristiano, se tornou o centro de uma polêmica, em maio deste ano, após ofender a cantora Anitta e criticar a Lei Rouanet durante um show bancado com recursos públicos, na cidade de Sorriso, no Mato Grosso.

Em vídeo que circulou nas redes sociais, o sertanejo ironizou uma tatuagem íntima da funkeira e ressaltou que “não depende” da Lei Rouanet. “O nosso cachê quem paga é o povo”, afirmou. Na ocasião, porém, a dupla recebeu R$ 400 mil oriundos de recursos públicos para subir ao palco.

Veja Também:  Lollapalooza, Hugh Grant e nova produção dos irmãos Russo em abril no Globoplay

Após a polêmica, internautas reagiram à contradição pedindo, por meio das redes sociais, uma “CPI do Sertanejo”. Vieram à tona contratos milionários bancados por prefeituras de cidades pequenas para realizar shows de sertanejos como Gusttavo Lima, que chegou a cobrar R$ 1,2 milhão por uma apresentação neste ano.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana