conecte-se conosco


Entretenimento

Sarah Andrade consegue liminar e Twitter deve fornecer usuários que a atacaram

Publicados

em


source
Sarah Andrade foi atacada nas redes
Reprodução

Sarah Andrade foi atacada nas redes

Sarah Andrade usou as redes sociais nesta quinta-feira (5) para contar que ganhou uma liminar contra o Twitter e agora a rede social terá que fornecer os registros de conexão ou registros de acesso a aplicações de internet que permitam identificar usuário de perfil fake que ofendeu a ex-BBB.

De acordo com a publicação do site Migalhas, que Sarah replicou, a quebra de sigilo telemático foi deferida pelo desembargador Alcides Leopoldo, da 4ª câmara de Direito Privado do TJ/SP. O magistrado deu prazo de cinco dias para que a decisão seja cumprida, sob pena de multa diária de R$ 500 até o limite inicial de R$ 5 mil.

Sarah foi atacada e xingada de “ratazana, vaca, doente, sem caráter, vadia ordinária, cretina, suja dissimulada, imunda, leitada” depois que contou que ainda não tinha se vacinado contra a Covid-19. Ela já se vacinou e chegou a fazer um vídeo avisando que estava se afastando do Twitter para manter a sua saúde mental.

Veja Também:  Climão de Fiuk no "Lady Night" começou por conta de treta com Juliette

“Estou passando aqui só para dizer que está tudo bem comigo. Dei uma pausa no Twitter levando em consideração os últimos dias, os últimos acontecimentos. Não está me fazendo bem emocionalmente. Estou aqui focada nos meus trabalhos”, iniciou Sarah, que em seguida pediu respeito ao público.

“Se eu puder pedir uma coisa para vocês é que vocês me respeitem, respeitem esse meu tempo e também respeitem as pessoas que estão próximas a mim, que estão me ajudando. Por favor. É só isso mesmo, está tudo bem por aqui, a gente está trabalhando muito. Tenham empatia”.

A ex-BBB é representada pelo escritório Belarmino Sociedade de Advogados. ” A internet não é terra sem lei e seus usuários têm que saber que existem limites a serem observados. Não podemos concordar com o ‘tribunal de cancelamento’ estabelecido nas redes sociais, onde destroem a vida e a reputação de uma pessoa em segundos. Ofensa é crime e pode ensejar condenação tanto na esfera penal como cível e a justiça está apta para localizar e condenar os ofensores”, disse Guilherme Belarmino.

Veja Também:  Leticia Birkheuer deixa mamiloaparecer em foto, recebe e rebate críticas na web
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Sikêra Jr processa âncora da Band após crítica a discurso homofóbico

Publicados

em


source
Sikêra Jr e Jacson Damasceno
RedeTV e Band

Sikêra Jr e Jacson Damasceno

Sikêra Jr, de 55 anos, abriu um processo contra Jacson Damasceno, apresentador do “Brasil Urgente Rio Grande do Norte”. Nos autos, o contratado da RedeTV! pede indenização de R$ 44 mil por danos morais, além de uma retratação pública transmitida na televisão. O embate na Justiça entre os comunicadores começou após Damasceno defender a comunidade LGTQIAP+ e criticar o discurso homofóbico de Sikêra, no qual o jornalista chamou homossexuais de “raça desgraçada” .

“Além de dinheiro, o que o senhor construiu nesse tempo todo, desde que você explodiu pra cá com as suas palhaçadas que você faz? O que você trouxe de construtivo para o Brasil? De útil para o Brasil? Quem é você comparado a Paulo Gustavo?” Quem é você comparado a Joãozinho Trinta? Quem é você comparado a Clodovil? Quem é você comparado a Cássia Eller? Comparado a Renato Russo? Comparado a Cazuza? E tantos outros gays e lésbicas que orgulham e honram esse país. A sexualidade da pessoa não diferencia em nada, não a diminui em nada. Quem é você pra dizer que uma pessoa é um desgraçado filho do cão? Quem é você, Sikêra Júnior? Se enxergue rapaz, você é um coroão velho, se enxergue, se coloque no seu lugar, respeite seus cabelos brancos, pregue, alguma coisa que preste nesse país”, disse Jacson, durante uma edição de “Brasil Urgente RN”, em crítica a Sikêra.

Veja Também:  Aziz ordena que Youssef vá para o Brasil em “Órfãos da Terra”

Em documentos da ação, que foram obtidos com exclusividade pelo Natelinha , a defesa de Sikêra Jr justifica o dano moral em “decorrência das informações inverídicas e desrespeitosas” divulgadas por Jacson, além disso, acusa o mesmo de “ridicularizar e agredir moralmente [Sikêra] com tais afirmações”. “Sikêra recebeu acusações injustas e inverídicas através das afirmações divulgadas no Brasil Urgente. Logo, o autor encontra-se injustamente com a imagem abalada, pois o réu busca mostrar o autor como sendo um mau apresentador de televisão, alguém sem caráter”, disse um trecho da petição.

No processo, além da indenização avaliada em R$ 44 mil, Sikêra pede uma retratação de Jacson no “Brasil Urgente” e a publicação da mesma nas redes sociais da emissora. A da Band, que é gerida pela Família Saad, ainda não se pronunciou sobre o assunto. Por conta da abertura do processo, Damasceno foi intimado e deverá comparecer à audiência de conciliação em 20 de outubro, às 09h45.

Veja Também:  CNN desmente fake news de Alexandre Garcia ao vivo
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Som Livre é condenada a indenizar radialista por uso indevido de voz

Publicados

em


source
Cristina Oliveira, radialista
Arquivo pessoal

Cristina Oliveira, radialista

Cristina Oliveira, dona da tradicional voz usada pelas operadoras de telefonia para anunciar que o ‘aparelho para o qual você ligou está desligado ou fora da área de cobertura’, entrou com uma ação judicial contra a Som Livre, após ter sua voz utilizada, sem autorização, no DVD do seriado ‘A Diarista’, que tem Cláudia Rodrigues como protagonista, e que também foi exibido na TV Globo. No episódio ‘Aquele da Calma’, Cláudia aparece em cena fazendo uma ligação e recebe o aviso com a voz de Cristina sobre a chamada cair na caixa de mensagem.

Segundo o advogado das estrelas Sylvio Guerra, responsável pela defesa de Cristina, em sentença divulgada nesta terça-feira (22), a gravadora foi condenada a indenizar a radialista no valor de R$ 15 mil pelo uso indevido da voz. Além disso, a Justiça ainda estipulou um perito para avaliar o dano patrimonial com base no valor médio de mercado para o serviço, ou seja, Cristina ainda receberá uma porcentagem em cima das tiragens do DVD. A Som Livre ainda foi condenada a pagar as custas do processo, no caso os R$ 7 mil referentes ao perito que analisou a voz da profissional e os honorários advocatícios.

Veja Também:  Aziz ordena que Youssef vá para o Brasil em “Órfãos da Terra”
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana