conecte-se conosco


Mato Grosso

Secretaria de Saúde realiza Encontro Estadual de Cuidado Integral em Hanseníase

Publicados

em

Evento será na quarta e quinta-feira (29 e 30.01), na CGE; incapacidades físicas, ocasionadas pelo diagnóstico tardio da doença, será um dos temas da discussão

Fernanda Nazário | SES-MT

No último domingo do mês de janeiro é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase – Foto por: Ministério da Saúde

No último domingo do mês de janeiro é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realizará nas próximas quarta e quinta-feiras (29 e 30.01), das 8h às 12h, no Auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE), o Encontro Estadual de Cuidado Integral em Hanseníase. O evento acontecerá em alusão ao Janeiro Roxo, mês de enfrentamento à hanseníase, e visa capacitar os profissionais da Atenção Primária à Saúde.

Conforme a coordenadora de Atenção às Doenças Crônicas da SES, Ana Carolina Landgraf, o encontro abordará, entre outros assuntos, a avaliação das incapacidades físicas em hanseníase, ocasionadas pelo diagnóstico tardio da doença. “Uma vez que as deformidades e incapacidades físicas são comuns na hanseníase e representam a principal causa do estigma associado à enfermidade”, explica Ana Carolina

Veja Também:  Ação liderada por Virginia Mendes arrecada mais de R$ 100 mil para instalação do Plantão 24 horas

Com expectativa de receber cerca de 100 pessoas, a coordenadora informa que a inscrição para participar do encontro vai ser direcionada, pelo setor, ao público que atua diretamente com a hanseníase. Quem desenvolve um trabalho nessa área e tiver interesse em participar pode solicitar o link da inscrição por meio do e-mail [email protected] .

De acordo com Ana Carolina, o tema é importante porque, devido à enfermidade acometer os nervos, ela poderá causar danos neurais e alterações na capacidade sensitiva ou motora. “Esta característica da doença é a principal razão pela qual as equipes de saúde precisam atuar no diagnóstico precoce e tratamento garantidos pelo SUS”, pontua.

Programação

Quarta-feira
08h15 – Boas vindas;
08h30 – Apresentação do Encontro: proposta e objetivos;
08h40 – Perfil epidemiológico da Hanseníase no Estado de Mato Grosso: fortalezas e desafios;
09h10 – O enfrentamento da Hanseníase no contexto nacional: a condução do Ministério da Saúde, iniciativas e experiências de sucesso;
09h30 – Intervalo;
09h45 – Abordagem clínica integral em Hanseníase;
10h45 – Reabilitação em Hanseníase: a importância do cuidado integral na abordagem das neurites;
11h15 – Aspectos cirúrgicos no cuidado integral à Hanseníase;
12h00- Término das atividades do primeiro dia.

Veja Também:  Comandante da PM e novo superintendente da PRF discutem parceria

Quinta-feira
08h00 – Acolhimento dos participantes;
08h15 – Avaliação neurológica simplificada;
09h15 – Intervalo;
09h30 – Estudo dirigido com aula prática;
11h00 – Roda de conversa: avaliação do encontro e propostas para uma agenda de compromissos: “Todos Juntos Contra a Hanseníase”;
12h00 – Término das atividades.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sema e UFMT convidam população a responder questionário sobre coleta e resíduos sólidos em seus municípios

Publicados

em

Renata Prata | Sema/MT

Elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos – Foto por: Sema/MT

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) elaborou um questionário de percepção social sobre como o cidadão identifica as questões relativas à coleta e formas de melhorar a gestão do serviço em sua cidade.  O questionário é uma das ações da elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos – PERS e visa buscar informações da população da situação atual dos resíduos nos munícípios mato-grossenses. 

Ao responder o questionário, o cidadão contribui de forma importante para a construção do PERS, que está sendo elaborado pela UFMT em contrato firmado com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT). O Plano prevê a participação contínua da comunidade em geral e de grupos específicos e neste momento de pandemia da Covid-19 utiliza de meios eletrônicos para garantir o acesso popular.

Entre as questões estão a frequência de coleta em seu município, formas de descarte de lixo e disponibilidade de fazer coleta seletiva na residência, sugestões de como melhorar a gestão de resíduos sólidos em sua cidade e avaliação da importância dos catadores para reciclagem.

O documento também traz um espaço para o cadastro de interessados em participar de campanhas para melhorar a gestão de resíduos sólidos em seu município.

questionário pode ser acessado pelo site do PERS no link percepção social

Participação popular

O PERS requer um modelo de planejamento de fácil acesso à população, estimulando os segmentos sociais a participarem de forma individual ou coletiva. Ele vai nortear as Políticas de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Mato Grosso de acordo com as diretrizes constantes da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, instituída pela Lei federal nº 12.305/2010 e seu Decreto Regulamentador. A verba para execução é oriunda de convênio com o Ministério do Meio Ambiente.

Esta etapa online, que tem a previsão de seis meses, é essencial para o Plano de Mobilização Social e para trabalhos presenciais que serão realizados no futuro, como audiências públicas e discussões com a população para apresentação de produtos.

A população pode acompanhar todas as ações do Plano Estadual de Resíduos Sólidos no site do PERS, coordenado pela UFMT. Na página o cidadão pode conhecer melhor sobre o Plano, participar ativamente respondendo enquetes e questionários, saber como é feita a mobilização social e acompanhar cronogramas de elaboração do PERS.

O site também traz notícias atualizadas, acesso as redes sociais do PERS, todas as videoconferências realizadas pela UFMT para debate sobre resíduos sólidos, legislações específicas e uma linha do tempo com todos os processos relacionados ao Plano e suas respectivas datas de execução.

Fonte: Assessoria

 

Veja Também:  Comandante da PM e novo superintendente da PRF discutem parceria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Paulo Araújo apresenta indicações para cidades do médio-norte de MT

Publicados

em

Municípios do médio-norte serão beneficiados com indicações de Paulo Araújo

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Os municípios do médio-norte mato-grossense, como Tangará da Serra (distante 244 km de Cuiabá) e Barra do Bugres (165 km distante de Cuiabá), serão beneficiados com obras de infraestrutura via indicações requeridas pelo deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas). O parlamentar apresentou, durante sessão plenária da última terça-feira (16) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), proposituras em prol da população dessa região e também da capital de Mato Grosso, Cuiabá.

Tangará da Serra – O deputado indicou (n° 136/21) ao governador Mauro Mendes, com cópia ao secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Oliveira, acerca da construção de uma ponte entre irrigação e a gleba Jatobá no assentamento Antônio Conselheiro, no município de Tangará da Serra. 

Barra do Bugres – Também encaminhou uma indicação, de n° 135/21, ao governador do estado Mauro Mendes, com cópia ao secretário de Estado de Cultura e Lazer, Alberto Machado,  acerca  da necessidade  de viabilizar recursos  para a restauração  da Igrejinha de Santa Cruz, no município de Barra do Bugres. 

Cuiabá – Paulo Araújo indicou (n° 37/21) ao governo do estado, com cópia ao secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, acerca da necessidade de conserto da cabeceira da ponte que liga Cuiabá às comunidades Distrito de Aguassu e Machado, Carioca e Barra Grande, já que o local tem oferecido riscos de acidentes, para quem precisa trafegar naquela região. 

Fonte: ALMT
Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Quinta-feira (26): SES monitora 11 casos confirmados e 385 suspeitos de coronavírus em MT
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana