conecte-se conosco


Mato Grosso

Secretário apresenta ao TCE plano para recuperação da aprendizagem dos estudantes

Publicados

em


O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, apresentou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), na manhã desta quarta-feira (15.09), as medidas adotadas para retorno das atividades escolares na modalidade híbrida, com investimentos na ordem de R$ 210 milhões para garantir medidas de biossegurança, em melhorias na infraestrutura e no plano pedagógico para recuperação da aprendizagem.

A reunião, transmitida pelo canal do YouTube do TCE, foi acompanhada por conselheiros, procuradores de Contas, servidores e Controle Externo (Secex), gestores municipais e a população em geral, que tomaram conhecimento das ações implementadas no ensino híbrido da rede estadual de ensino.

Alan Porto explicou, no primeiro momento, como foi a preparação e atuação desenvolvida por toda equipe técnica da Seduc para que profissionais da educação e estudantes pudessem voltar para às escolas de forma segura.

“As ações para o retorno das atividades na modalidade híbrida começaram ainda em novembro de 2020, com o primeiro repasse para medidas de biossegurança e a programação de um sistema que pudesse notificar casos suspeitos ou confirmados para uso da comunidade escolar. Nossas equipes, as equipes das secretarias municipais, trabalharam de forma dobrada para estabelecer um plano de contingência que atendesse a realidade dos estudantes tão prejudicados pela pandemia”, destaca.

Resultado de um trabalho conjunto entre Seduc e Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), o plano de contingência priorizou a saúde e recuperação da aprendizagem dos alunos.

Veja Também:  Diretor-geral da Politec participa da criação do Conseg de Cáceres

O retorno ocorreu com a determinação da redução da capacidade das salas de aula em bolhas de relacionamento, em 50% em dias intercalados (Grupo A e B), em todas as 728 unidades escolas.

Investimentos

Material Didático, aquisição equipamentos e melhorias nas estruturas física e tecnológica, avaliação na busca do impacto do ensino não presencial na alfabetização dos estudantes, a recuperação da aprendizagem pela contratação de professores articuladores, formação continuada para os mais de 20 mil profissionais, apoio socioemocional e estratégias como a Busca Ativa com foco na evasão escolar, desenvolvida em parceria com Associação Mato-grossense dos Municípios e TCE, foram alguns dos pontos elencados e que fazem parte do plano para recuperação da aprendizagem.

O secretário enfatizou que nesse momento ocorre a checagem dos resultados da avaliação diagnóstica que permitirá uma intervenção adequada na aprendizagem dos estudantes da rede estadual de ensino.

“Os profissionais da educação, nossos servidores, trabalharam dobrado para proporcionar uma avaliação diagnóstica adequada após esse um ano e meio fora das salas. Projetos, com material complementar, que visam a estimulação da Consciência Fonológica, Educação Financeira e Socioemocional passaram a fazer parte da experiência educacional dos estudantes da rede pública”, relata o secretário.

Novas ações

O secretário detalhou ainda os novos projetos educacionais adotados pelo Governo do Estado, em regime de colaboração com os municípios, que também possuem o desafio de melhorar a qualidade do ensino. O Alfabetiza MT e o Mais MT Muxirum representam o maior programa de alfabetização da história de MT.

Veja Também:  Governador empossa onze novos procuradores do estado

O Alfabetiza já teve a adesão de 135, dos 141 municípios de Mato Grosso. O Muxirum, que neste ano tem como meta chegar a 60 municípios, já teve a adesão de 58.

A previsão de investimentos do governo do Estado, com os dois programas, é de R$ 30 milhões ao ano.

Alan Porto reforçou que o regime de colaboração não significa que o Estado está passando a responsabilidade da educação para os gestores municipais. “O regime de colaboração representa a utilização dos recursos o suporte pedagógico da Seduc, sem custo para esses municípios. Com o Mais MT Muxirum e o Alfabetiza MT, atuamos em todas as frentes para a redução desse triste índice que é o analfabetismo”.

A apresentação das medidas e utilização dos investimentos foi elogiada pelo presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antônio Maluf.

“Eu fiquei muito feliz em ver como o Estado está se preparando, adotando políticas públicas para que possamos retornar os patamares da educação. Sabemos que o retrocesso foi inevitável, mas dentro R$ 210 milhões disponíveis, a Seduc está fazendo até muito dentro desse recurso. Mato Grosso merece, temos tudo para crescer e isso só é possível se tivermos uma educação de qualidade”, enfatiza o presidente conselheiro.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Licença Internacional, CNH Definitiva, 2ª Via e Renovação podem ser solicitadas pelo MT Cidadão

Publicados

em


Cidadãos mato-grossenses podem solicitar Licença Internacional de Direção (PID), 2ª via, renovação e CNH definitiva diretamente pelo aplicativo MT Cidadão. O app ainda permite a atualização do exercício de atividade remunerada, agendamentos e solicitação de atendimentos de junta médica e emissão de certidão.

Outra facilidade é validação por meio do QRcode em dispositivos móveis ou no site do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).  Os serviços públicos digitais fazem parte da última atualização do app, que já se encontra disponível para download gratuito nas principais lojas de aplicativos,

AGENDAMENTO

Para facilitar a vida dos usuários, o app passou a disponibilizar um serviço de agendamento para a realização de coleta das imagens de biometria, assinatura e de face. O usuário também pode optar por agendar a retirada do documento na sede do órgão ou optar pela entrega a domicilio.

Para o diretor-presidente da MTI, Antônio Marcos de Oliveira, as soluções disponibilizadas mais uma vez colocam Mato Grosso na vanguarda da tecnologia. No último ano, Mato Grosso foi o terceiro estado que mais evoluiu no ranking de serviços públicos digitais formulado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC).

Veja Também:  Judiciário faz parceria para instalação de Posto de Registro de Nascimento em hospital de Brasnorte

MT Cidadão

O MT Cidadão é uma iniciativa do Governo do Estado de Mato Grosso que visa ampliar a transparência e prestação de serviços ao cidadão. Desenvolvido e mantido pela Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI), é uma plataforma que disponibiliza em um só lugar vários serviços digitais essenciais e relevantes para o cidadão.

A atualização já está disponível para Android na loja Google Play e para o sistema IOS na App Store.

Este projeto foi objeto de atividade realizada em conjunto entre a Diretoria de Habilitação do Detran-MT, liderada pelo diretor Alessandro Alencar de Andrade, responsável pela definição das regras do processo e pelas equipes da MTI de sustentação do Sistema Detran-NET, de Transformação Digital  e de Infraestrutura, liderados pelos analistas Carlos Pini, Fernando Duarte, José Dias, Sayuri Joazeiro e Uiliam Silva.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Tese de mestrado será apresentada pela primeira vez em propriedade rural em MT

Publicados

em


A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) promove nesta quarta-feira (29.09), às 9h, a primeira defesa de mestrado em uma propriedade rural. A iniciativa representa o primeiro passo do projeto ‘Defesa no Campo’ e irá acontecer em uma propriedade em Santo Antônio do Leverger (a 34 km de Cuiabá).

A conclusão do trabalho acontecerá na propriredade do senhor Joarez Vilas Boas e será defendida pelo engenheiro florestal Hector de Oliveira, discente do Programa de Pós-graduação em Recursos Hídricos da Universidade Federal de Mato (UFMT), sob a orientação do coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural da Empaer, o engenheiro agrônomo e doutor, Fabrício Ramos. A banca avaliadora será composta por cinco membros, mestres e doutores especialistas no segmento.

Fabrício explica que o objetivo do projeto é inovar no serviço de pesquisa e extensão rural, integrando a universidade com o produtor rural. Ele defende a importância que as pesquisas de pós-graduação como, mestrado e doutorado sejam realizadas nas propriedades rurais, sendo que no geral, têm sido finalizadas no ambiente das universidades.

Veja Também:  Diretor-geral da Politec participa da criação do Conseg de Cáceres

“Essa iniciativa visa estimular estudantes a realizarem as defesas dos seus trabalhos científicos nos locais onde ocorreram as pesquisas, pois entendemos que essa abordagem é importante para melhorar a difusão do conhecimento gerado, além de valorizar os agricultores e produtores rurais que demandam, apoiam e participam das pesquisas”, define ele.

Durante a execução do projeto, o produtor participou ativamente de todas as etapas, cujo objetivo foi mapear a capacidade de uso do solo da sua propriedade para determinação das áreas mais propícias para cultivos intensivos.

Serviço:

Primeira ‘Defesa no Campo’ promovida pela Empaer

Onde: Propriedade rural do senhor Joarez Vilas Boas, em Santo Antônio do Leverger

Horário: 9h

 Amostragem para análise física e química e classificação das cores do solo Foto: Empaer-MT

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana