conecte-se conosco


Mato Grosso

Sefaz intensificará fiscalização e monitoramento no setor de combustíveis

Publicados

em


A Secretaria de Fazenda (Sefaz) iniciou nesta quarta-feira (08.09), uma capacitação do Sistema de Captação e Auditoria dos Anexos de Combustíveis (Scanc), com foco na ferramenta Audi Scanc Monitoramento. O software é utilizado no cruzamento de informações do setor de combustíveis, com o objetivo de otimizar o monitoramento dos dados fornecidos pelos contribuintes e, também, combater a sonegação fiscal e o comércio irregular dessas mercadorias.

O curso é ministrado de forma online pelo criador do programa Audi Scanc Monitoramento, Gerson Xikota. Ao todo, serão oito dias de estudo nos quais os fiscais que atuam no segmento de combustíveis vão atualizar seus conhecimentos sobre o atual Sistema Scanc e a melhor utilização das suas ferramentas.

De acordo com a Superintendência de Controle e Monitoramento (Sucom), da Sefaz, o Sistema Scanc é uma ferramenta eletrônica importante que resume todas as operações envolvendo combustíveis derivados de petróleo e o seu uso traz mais agilidade e eficiência ao fisco estadual. “Devido à complexidade do trabalho, é imprescindível a capacitação em ferramentas que otimizem os trabalhos de controle das operações do setor de combustível, permitindo que o monitoramento do setor seja realizado cada vez mais próximo do momento da efetiva realização da operação pelo contribuinte”, explica o superintendente da Sucom, Henrique Carnaúba.

Veja Também:  Pleno do TCE-MT realiza 21ª sessão ordinária nesta terça-feira (17)

Além disso, o uso do sistema visa reduzir possíveis perdas de receita de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) na comercialização de combustíveis e proporcionar mais rapidez e segurança na tomada de decisões, homologação das informações e verificação do correto repasse do imposto. Isso porque com o Scanc, a Sefaz monitora todas as operações interestaduais realizadas pelos contribuintes que resultam em repasses, ressarcimentos e complementações de impostos.

Ou seja, o Sistema Scanc traz todas as informações sobre a apuração e demonstração dos valores de repasse, dedução, ressarcimento e complemento do ICMS incidente nas operações interestaduais, com combustível derivado de petróleo, em que o imposto tenha sido retido anteriormente, e com álcool etílico anidro combustível – AEAC e B100, cuja operação tenha ocorrido com diferimento ou suspensão do imposto.

O uso do Scanc pelos fiscos estaduais tem previsão no Convênio 110/07 e Ato Cotepe 47/03. Por parte dos contribuintes, o sistema deve ser utilizado pelos contribuintes que comercializem combustíveis (refinarias de petróleo, centrais petroquímicas, formuladores, importadores, distribuidores de combustíveis e transportadores revendedores retalhistas), exceto postos revendedores varejistas.

Veja Também:  Corte de Contas acata recursos e modifica decisões
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Eventos online marcam encerramento do Programa de Capacitação em Audiovisual para Mato Grosso

Publicados

em


Em uma agenda especial de encerramento do Programa de Capacitação Profissional em Audiovisual para Mato Grosso – Zoom, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) anuncia três eventos online que serão transmitidos nos dias 22, 23 e 24 de setembro. Realizada em parceria com a Escola de Cinema Darcy Ribeiro do Instituto Brasileiro de Audiovisual (IBAV), a iniciativa ofertou 11 cursos gratuitos para qualificação da cadeia produtiva audiovisual no Estado.

Na quarta-feira (22.09), a mostra ‘Filme Carta’ exibe online os filmes produzidos pelos alunos do curso de Montagem e Edição.

Na quinta-feira (23.09), o diretor, roteirista e produtor Paulo Caldas apresenta a Masterclass ‘A linguagem do audiovisual’. Codiretor do filme “Baile Perfumado (1197), um dos títulos mais elogiados da primeira safra da retomada do cinema brasileiro, Paulo também é um dos roteiristas de “Cinema, Aspirinas e Urubus” (2005) e dirigiu os documentários ‘Saudades’ (2017), Abismo Tropical (2019 e Flores do Cárcere (2019).

E na sexta-feira (24.09), o público pode conhecer o making of com os bastidores dos cursos na live de encerramento do Programa. Na ocasião, ainda será apresentado o material didático das capacitações.

Veja Também:  Mato Grosso recebe 97.800 doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (18)

“Convidamos a todos para participar conosco dessa reta final das ações do Programa Zoom. Foram semanas intensas de aulas online e práticas presencias, com um total de 11 cursos ofertados gratuitamente. E agora chegou a hora de compartilhar um pouco sobre os resultados desse programa que busca preparar e consolidar o setor audiovisual mato-grossense”, expressa a superintendente de Desenvolvimento da Economia Criativa da Secel, Keiko Okamura.

Nos três dias, a programação será transmitida pela plataforma digital Zoom, sempre às 19h. Confira abaixo os links para acesso.

Mostra Filme Carta
Dia 22 de setembro, às 19h
Link: bit.ly/ZoomMostraFilmeCarta 
ID: 876 4834 2425 / Senha: 602117

Masterclass com o diretor e roteirista Paulo Caldas
Dia 23 de setembro, às 19h
Link: bit.ly/ZoomMasterclassPauloCaldas
ID: 833 1134 8692 / Senha: 766731

Live de Encerramento com making of 
Dia 24 de setembro, às 19h
Link: bit.ly/ZoomLiveencerramento
ID: 839 1573 9434 /Senha: 793534

Sobre o Programa 

O Zoom, Programa de Capacitação Profissional em Audiovisual para Mato Grosso, ofereceu 11 cursos gratuitos nas áreas de roteiro, direção, produção, fotografia, captação de som, edição e figurino.  

Veja Também:  Unemat prorroga isenção do vestibular até quinta-feira (21)

Cerca de 270 pessoas participaram das capacitações que ocorreram de 27 de abril a 1º de agosto, divididas em online e presenciais.

O Instituto Brasileiro de Audiovisual/Escola de Cinema Darcy Ribeiro executou o programa de capacitação ministrado por professores atuantes no mercado audiovisual do Brasil. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

No Dia do Poeta Mato-Grossense, evento celebra a obra de Silva Freire

Publicados

em


Segunda-feira, 20 de setembro, Dia do Poeta Mato-Grossense. A data efeméride, instituída por lei em junho de 2008, homenageia o nascimento de Benedito Sant’Anna da Silva Freire, o poeta Silva Freire.    

Para celebrar, a Casa Silva Freire divulga os resultados do projeto de catalogação e digitalização do acervo pessoal do poeta.

A diretora da Casa, Larissa Silva Freire Spinelli ressalta que ter toda sua obra publicada era um desejo declarado do poeta, registrado em entrevista. “O primeiro passo foi dado e o futuro nos reserva boas surpresas”.

A solenidade será transmitida em tempo real, via página da Casa Silva Freire no Facebook, a partir das 19h (horário de MT).

Durante o evento, será exibido vídeo em que a equipe do projeto e a consultora especialista em metodologia de arranjo de acervo, a professora Elizabeth Madureira, contam como se deu o processo de tratamento do acervo, bem como a classificação, catalogação e digitalização. Também será divulgado o mockup do catálogo que direcionará futuras consultas ao acervo.   

“Agora, pudemos ter a noção mais abrangente, um panorama, sobre sua produção, e desejamos em breve ter novas publicações”, explica Larissa. Os arquivos foram organizados pela primeira vez por Glenda Silva Freire e então, mantidos sob a guarda de Leila Freire, viúva do poeta.

Veja Também:  Novo decreto traz alterações nos benefícios fiscais em Mato Grosso

O acervo

Entre as surpresas e descobertas estão muitos poemas inéditos, principalmente da década de 1950, período que o poeta Silva Freire estava estudando no Rio de Janeiro. Há ainda, poemas reunidos já preparados para uma publicação.

“Acrescentam ao acervo, poemas recebidos de outros escritores em sua homenagem. Para o campo da literatura esse tipo de documentação é importante para compor uma historiografia literária. Poemas publicados nos jornais também foram reunidos, pois não tínhamos os originais. Dessa forma, identificamos produções até então desconhecidas da Casa. Elas são importantes, pois traduzem a visão de mundo do poeta”, explica.

Discursos políticos, jurídicos e na área da docência são outros documentos de grande relevância para que se possa entender o “universo silvafreiriano”. 

Preservando os originais

Nesta primeira etapa, foram realizados o tratamento e restauro de alguns textos que estavam em processo de desgaste avançado, a equipe pôde estabilizar o desgaste dos documentos, preservando os originais.  “Com a digitalização de fotos e documentos escritos, evitamos que eles se deteriorem com o contato”.

Todo o trabalho foi desenvolvido sob coordenação geral, executiva e técnica, respectivamente, de Leila Freire, Larissa e João Paulo Lacerda Paes de Barros. Contou ainda com a supervisão minuciosa da especialista em arranjos de acervo de família, a historiadora Elizabeth Madureira e assistência de produção de Claudia Borges.

Veja Também:  Pleno do TCE-MT realiza 21ª sessão ordinária nesta terça-feira (17)

Como assistentes técnicas de catalogação e digitalização, a estudante de Pedagogia Centro Universitário de Várzea Grande – UNIVAG, Milene Daniele Borges e Fabiana Silva Azevedo, que possui vasta experiência em catalogação de acervos e cursa História na Universidade Federal de Mato Grosso. Vale ressaltar, projeto ainda teve suporte da equipe do Arquivo Público de Mato Grosso. 

Banco de dados

À ocasião do evento, será revelada a metodologia adotada e qual o processo utilizado para catalogação e digitalização dos documentos e ainda, um “antes e depois”. 

“Realizamos um levantamento de um grande número de informações, um banco de dados que será muito útil para pesquisas no campo literário. E de outro lado, vai nos propiciar muitas ações futuras e uma política de publicação, de agora para frente, atendendo seu desejo de democratizar sua obra”.  

O inventário da obra só foi possível graças à aprovação do projeto em edital realizado pelo Governo de Mato Grosso, via Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer – Secel-MT, em parceria com o Governo Federal, via Secretaria Nacional de Cultura, do Ministério do Turismo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana