conecte-se conosco


Política Nacional

“Seguimos progredindo”, diz presidente Jair Bolsonaro em redes sociais

Publicados

em


O presidente da República, Jair Bolsonaro, postou neste sábado (17), um vídeo em uma rede social em que caminha pelos corredores do Hospital Vila Nova Star, localizado em São Paulo. Na postagem o presidente destaca que seu quadro está em evolução: “Seguimos progredindo. Bom Dia a todos!”, disse.

No fim da manhã, o presidente  ainda participou da live de inauguração de uma agência da Caixa em Missão Velha, no Ceará. Ele falou sobre o trabalho que está sendo feito para o pagamento do auxílio emergencial. “Não é fácil bolar um programa para pagar 68 milhões de brasileiros em poucos dias”, disse, lembrando que, só no ano passado, o governo pagou em auxílio o equivalente a cerca de dez anos de Bolsa Família.

Bolsonaro ainda comentou sobre seu estado de saúde. Disse que a obstrução intestinal que teve é devido a uma aderência no órgão ocasionada pela facada que levou em um atentado em 2018. Comentou que a cirurgia foi descartada. “Graças a Deus não foi preciso. Estou louco para voltar a trabalhar, rever os amigos, voltar para o seio da família e realmente botar o Brasil para andar. Isso é o que todos nós queremos”, disse.

Veja Também:  Sérgio Cabral admite querecebeu propina para beneficiar cervejaria

Histórico

O último boletim médico, divulgado no início da noite de sexta-feira (16), afirmava que o presidente continua evoluindo satisfatoriamente, mas que ainda não há previsão de alta.

Segundo o boletim, o presidente aceitou bem o início da alimentação. Na quinta-feira (15) foi feita a retirada da sonda nasogástrica.

Na quarta-feira, Bolsonaro deu entrada pela manhã no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, com uma crise persistente de soluço e mal-estar. Exames indicaram um quadro de obstrução intestinal. Por decisão do cirurgião Antonio Luiz Macedo, responsável pelas cirurgias no abdômen do presidente, Bolsonaro foi transferido para São Paulo.

Edição: Claudia Felczak

Comentários Facebook
Propaganda

Política Nacional

Cabo Verde quer ampliar relacionamento econômico com o Brasil

Publicados

em


O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, disse hoje (30) que o país africano quer ampliar as relações com o Brasil e alcançar uma cooperação econômica e empresarial “mais visível” entre os dois países. Fonseca está em visita ao Brasil e se reuniu na manhã desta sexta-feira, no Palácio do Planalto, com o presidente Jair Bolsonaro.

Em declaração à imprensa, ele explicou que Cabo Verde faz parte da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental. “Constitui um mercado muito importante e, portanto, os empresários brasileiros podem não só ascender ao pequeno mercado de Cabo Verde, mas ao enorme mercado que Cabo Verde faz parte, onde há países como Nigéria, Senegal e Costa do Marfim. No conjunto são algumas centenas de milhões de consumidores”, disse.

No ano passado, o Brasil exportou US$ 24,8 milhões, em especial produtos agropecuários e derivados do petróleo, a Cabo Verde e importou US$ 20,8 mil, em produtos diversos. Entre janeiro e junho deste ano, o volume de exportações e importações alcançaram a marca dos US$ 11,2 milhões e US$ 18,6 mil, respectivamente.

Veja Também:  Na primeira noite preso, Temer fica em sala especial da PF no Rio

Para o presidente Bolsonaro, o país é uma porta de entrada estratégica para a África Ocidental. Ele destacou ainda os acordos já estabelecidos nas áreas de defesa naval e de educação. “Estamos ultimando um acordo de mobilidade que facilitará o trânsito dos nossos povos nesses países-irmãos”, disse Bolsonaro. Neste mês, as relações entre os dois países completaram 46 anos.

O presidente brasileiro disse ainda que aceitou o convite para, oportunamente, visitar o país africano.

Edição: Lílian Beraldo

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Cabo Verde que ampliar relacionamento econômico com o Brasil

Publicados

em


O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, disse hoje (30) que o país africano quer ampliar as relações com o Brasil e alcançar uma cooperação econômica e empresarial “mais visível” entre os dois países. Fonseca está em visita ao Brasil e se reuniu na manhã desta sexta-feira, no Palácio do Planalto, com o presidente Jair Bolsonaro.

Em declaração à imprensa, ele explicou que Cabo Verde faz parte da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental. “Constitui um mercado muito importante e, portanto, os empresários brasileiros podem não só ascender ao pequeno mercado de Cabo Verde, mas ao enorme mercado que Cabo Verde faz parte, onde há países como Nigéria, Senegal e Costa do Marfim. No conjunto são algumas centenas de milhões de consumidores”, disse.

No ano passado, o Brasil exportou US$ 24,8 milhões, em especial produtos agropecuários e derivados do petróleo, a Cabo Verde e importou US$ 20,8 mil, em produtos diversos. Entre janeiro e junho deste ano, o volume de exportações e importações alcançaram a marca dos US$ 11,2 milhões e US$ 18,6 mil, respectivamente.

Veja Também:  Collor critica inclusão de aposentadoria rural na Reforma da Previdência

Para o presidente Bolsonaro, o país é uma porta de entrada estratégica para a África Ocidental. Ele destacou ainda os acordos já estabelecidos nas áreas de defesa naval e de educação. “Estamos ultimando um acordo de mobilidade que facilitará o trânsito dos nossos povos nesses países-irmãos”, disse Bolsonaro. Neste mês, as relações entre os dois países completaram 46 anos.

O presidente brasileiro disse ainda que aceitou o convite para, oportunamente, visitar o país africano.

Edição: Lílian Beraldo

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana