conecte-se conosco


Mulher

Símbolos místicos poderosos: conheça o significado de cada um deles

Publicados

em


source
Símbolos místicos poderosos: conheça o significado de cada um deles
Redação João Bidu

Símbolos místicos poderosos: conheça o significado de cada um deles

Os símbolos místicos costumam despertar curiosidade, fascínio e até dúvidas nas pessoas. Como muitas vezes seus significados não são discutidos, mal-entendidos, banalidades e estereótipos podem diminuir o valor real desses elementos.

Portanto, para acabar com dúvidas sobre esse assunto exotérico, conheça o significado de 13 símbolos místicos  poderosos e saiba qual mais combina com suas necessidades ou estilo pessoal.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

Significado dos símbolos místicos

Om

Tem vínculo com o terceiro olho e, por isso, é indicado para a intuição, clarividência e a elevação espiritual. Esse símbolo é a concretização do som OM, utilizado em mantras  e na meditação . Ele representa os elementos do Universo e uma forma de simbolizar o Deus supremo.

Yin e Yang

Símbolo que fala sobre o início da existência do universo e a união entre as energias negativa e positiva – a dualidade do mundo. O Yin representa o feminino, a noite, a Lua, a terra e a escuridão. O Yang é o masculino, o Sol, o dia, o quente. Quando estão juntos, simbolizam a harmonia perfeita, o equilíbrio da vida e mostra que tudo é mutável.

Ankh ou Cruz Ansata

Ressureição e a chave da vida; esse símbolo tem origem no Egito e pode ser visto nas pinturas e esculturas dos deuses Osíris e Ísis. O mesmo também significa fertilidade, já que sua representação contém um formato oval, em referência ao feminino, e uma cruz, que é o sinal do masculino.

Estrela de Davi

Símbolo muito conhecido na cultura e religião judaica. Assim como a Cruz Ansata, traz consigo a união do feminino com o masculino, que também pode ser interpretada como a junção do bem e do mal ou do céu e da terra. Acredita-se que esse símbolo se popularizou quando o rei Davi participou de uma batalha, utilizando um escudo feito a partir da ligação de dois triângulos. Esses objetos estavam forrados com couro e foi uma maneira que o rei encontrou de poupar metal. Após esse evento, o exército dele começou a utilizar esse símbolo nos escudos, pois acreditavam que seria como um amuleto de proteção.

Veja Também:  Tatuagem colorida em pele negra pode sim! Veja dicas de tatuadoras

Cruz de Malta

Muito usado pelos cavaleiros templários, tem ligação principalmente com os deuses Sumérios. É a união entre as energias femininas e masculinas, e tem forte poder protetor. Como amuleto, traz boa sorte, amplia as vibrações do ser e ajuda no realizamento das vontadades. Também potencializa a energia de outros símbolos, quando utilizados juntos. 

Serpente

Pode ter diversos significados místicos, porém, em geral, simboliza a boa saúde, juventude e a sorte. Pode ser uma ferramenta para alcançar a sabedoria, o desenvolvimento espiritual e as paixões. 

Olho de Hórus

Leia Também

Esse é um antigo elemento egípcio, muito propagado na cultura moderna. Ele é a representação do olho divino do rei Hórus. Seu poder místico está ligado com as energias lunares e solares, com a proteção do espírito e a clarividência do terceiro olho. Por isso, ele é utilizado para aguçar a intuição, ter mais proteção e identificar os inimigos. O olho esquerdo simboliza o Sol e o direito, a Lua.

Heptapentagrama

Representando proteção e saúde, esse símbolo é formado pela união de um pentagrama com a estrela de sete pontas. Enquanto o pentagrama representa o ser humano e sua conexão com os quatro elementos da natureza e do espírito, a estrela é o sinal dos sete arcanjos ou das sete vitalidades da criação.

Veja Também:  "Nossa, foi uma emoção fora do comum", diz mãe que conheceu filha após Covid-19

Pentagrama

Na Idade Média, era utilizado como um amuleto para proteção contra os maus espíritos e entidades. Já na bruxaria , é o símbolo místico dos cinco elementos. Em algumas culturas o pentagrama pode ter significados diferentes, por exemplo, na cultura Celta, simboliza o poder divino, que é o deus Morrigan. No Cristianismo, sua representação é o sinal das cinco chagas de Jesus.

Lua tripla

Representação das fases da Lua, crescente, cheia e minguante, em um único símbolo. Em geral, pode ser feita com a lua minguante sobre a cheia. Esse símbolo também é chamado de Triluna e é tido como um sinal da Deusa Tríplice, que representa as três fases da vida feminina: a Donzela, a Mãe e a Anciã.

Triskle

Esse é outro símbolo utilizado para a Deusa Tríplice e é associado às fases da Lua. Pode ser encontrado com os nomes de “tríscele” ou “espiral triplo”. Quando seu formato está no sentido horário, significa expansão e crescimento. No sentido oposto, é proteção. Seu poder é de evolução do ser humano e aumento da clareza e da consciência.

Pirâmide

Quando usada no ambiente, a pirâmide pode renovar as energias e melhorar a saúde física e mental das pessoas – isso porque esse símbolo tem conexão com o cósmico. Traz vitalidade e elevação das forças vitais.

Círculo

Com sua configuração considerada perfeita, o círculo é um símbolo universal do movimento cíclico das energias, das pessoas e de todos os elementos que compõem o Universo. Ele também representa a infinitude.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

Mulher

“Tinha pavor de envelhecer”, diz a jornalista Leilane Neurbath

Publicados

em


source
Leilane Neurbath fala sobre novo programa, envelhecimento e relacionamento com namoadar
Reprodução

Leilane Neurbath fala sobre novo programa, envelhecimento e relacionamento com namoadar


No último dia 14, foi ao ar o primeiro episódio da série “O Tempo que a Gente Tem”, apresentado por Leilane Neurbath e exibido pelo canal GNT, que fala sobre a longevidade. O tema é uma realidade em sua vida pessoal, já que ela mesma passou por um processo de aceitação da passagem do tempo.


Em entrevista ao Uol Universa, ela conta que chegou a fazer três festas de aniversário de 39 anos porque achava que aos 40 estaria velha para comemorar. Hoje, aos 62, ela conta ao portal que isso é passado.

“Antes eu tinha pavor de envelhecer. Hoje não estou preocupada com nada além de ser feliz. Tenho meus amigos, meus filhos, meu neto e minha namorada. Só procuro estar cercada por uma rede de afeto”, conta.

Veja Também:  Patuá de cada signo: espante todos os perigos!

A ideia de ter um programa para desmistificar a melhor idade veio depois de dar de cara com os estereótipos do que significava ser uma avó. Ela recebeu mensagens e imagens da escola do neto que afirmavam que a avó era recatada, fazia crochê e fazia bolos, por exempo.

Leia Também

“Não sou essa avó. Tenho uma vida, uma namorada, ando de moto, mas isso não está representado nem na TV aberta e nem na TV fechada, muito menos no streaming”, afirma.

O público 50+, ao seu ver, é mal representado por definições que são sempre negativas. Por outro lado, ela pensa que isso preocupa pessoas mais jovens. “As pessoas de 39, 45 anos têm muito mais medo da velhice do que eu, que tenho 62”, afirma.

“Tenho rugas sim, e daí? Quando era adolescente tinha espinhas. Não morri por conta disso. Do mesmo jeito que antigamente eu passava creme para espinha, hoje eu passo produto para cuidar da pele. Não preciso impressionar ninguém. Atualmente eu só quero que as pessoas me ouçam, quero trocar experiências”, acrescenta.

Veja Também:  Criança de três anos quase morre após engasgo com pipoca e mãe faz alerta

O sexo na terceira idade é um dos tópicos debatidos no programa, e Leilane quer mostrar pela série que o sexo pode também ser prazeroso nessa idade. Além disso, as entrevistadas apontam que não é necessário parar de se aventurar e experimentar coisas novas, como sex toys ou práticas diferentes.

Por fim, Leilane conta sobre seu relacionamento com a namorada, a jornalista Gaia Maria. Ela foi bastante questionada se sempre foi lésbica e reprimia sua orientação sexual. A jornalista passou mais de 20 anos casada com o diretor, roteirista e redator Olivio Petit.

“Eu era feliz pra caramba no meu casamento, mas acabou. Quando me separei, descobri que eu podia viver uma nova forma de amor, que nunca tinha passado na minha cabeça. Não enfrentei preconceito. Claro que meu ex-marido não ficou feliz, mas não foi nada demais. Se fosse para me encaixar em uma caixinha, diria que sou bissexual.”

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Caso Gabby Petito: FBI diz que briga em restaurante é pista “muito importante”

Publicados

em


source
Influenciadora Gabby Petito
Reprodução/Instagram

Influenciadora Gabby Petito


O caso da morte da influenciadora Gabby Petito, de 22 anos, segue um mistério. A polícia analisa e seguem pistas para solucionar o crime que abalou os Estados Unidos. Gabby foi morta por estrangulamento .

Uma dessas pistas, considerada por uma especialista em comportamento do FBI como sendo das “mais importantes”, é a de uma briga que Gabby e o namorado, Brian Laundrie, de 23 anos, tiveram em um restaurante dias antes da jovem desaparecer, em 26 de agosto.

De acordo com uma testemunha chamada Nina Celie Angelo, o casal havia discutido calorosamente no restaurante Merry Piglet em Jackson, Wyoming. Em entrevista à ABC News, Nina afirma que Laundrie foi “agressivo” com os funcionários do restaurante, enquanto Gabby pedia desculpas a eles pelo comportamento do namorado.


Leia Também

“Parecia que eles estavam quase sendo expulsos”, disse Angelo, que estava sentada na mesa ao lado do casal na ocasião. “Não foi necessariamente entre eles, foi mais Gabby saindo abruptamente do restaurante chorando, e Brian estava evidentemente muito chateado, puto, eu diria. Poderia dizer que Gabby estava chateada, com raiva, e ele estava apenas sendo muito temperamental com os funcionários do restaurante”.

A Dra. Ann Wolbert Burgess, pioneira na Unidade de Ciência Comportamental do FBI, disse à Fox News que o suposto pedido de desculpas pelo comportamento do namorado no restaurante feito por Gabby pode ser um indicativo do trágico destino que a esperava.

Relembre o caso

Gabby Petito desapareceu enquanto fazia uma viagem com o noivo, Brian Laundrie, principal suspeito do crime. Até o momento ele está desaparecido. Acredita-se que ela foi morta entre 3 e 4 semanas antes do corpo ser encontrado.

O médico legista responsável pelo caso, Brent Blue, não divulgou informações detalhadas sobre o caso, como se Gabby Petito foi morta no local onde o corpo foi encontrado ou se foi estrangulada manualmente ou com algum objeto. Ele disse que tratam-se de informações confidenciais.

Veja Também:  Contratação de Gadu, jogadora do Bahia, gera revolta em torcedores

O corpo de Gabby Petito foi encontrado no Parque Nacional Grand Teton, Wyoming, em 19 de setembro. A blogueira deixou de fazer contato com a família desde o fim de agosto. Ela estava viajando pelos Estados Unidos de van, na companhia do noivo, Brian Laundrie, que voltou pra casa sozinho, desaparecendo em seguida. Ele é considerado foragido. 

O funeral de Gabby ocorreu no dia 26 de setembro, mas sem os restos mortais, que ainda não foram liberados pelo FBI .

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana