conecte-se conosco


Barra do Bugres

Sindalcool e UNEM apresentam avanços do RenovaBio

Publicados

em

EVENTO
Sindalcool e UNEM apresentam avanços do RenovaBio
O RenovaBio é a política nacional para os biocombustíveis e tem como objetivos fomentar o aumento da produção de etanol e biodiesel

O Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras do Estado de Mato Grosso (SINDALCOOL/MT), em parceria com a União Nacional do Etanol de Milho (UNEM), realizou na última semana, em Cuiabá, mais uma etapa do Programa RenovaBio Itinerante.

O programa tem a participação de técnicos da ANP – Agência Nacional de Petróleo e Biocombustíveis, Fundação Espaço Eco e Green Domus Desenvolvimento Sustentável, e é destinado aos profissionais das empresas produtoras de biocombustíveis das áreas agrícola, industrial e meio ambiente, de modo a esclarecer dúvidas e identificar a necessidade de aperfeiçoamentos nas ferramentas técnicas que os produtores usarão para aderir ao programa.

O RenovaBio é a política nacional para os biocombustíveis e tem como objetivos fomentar o aumento da produção em padrões mais sustentáveis e contribuir para o cumprimento das metas de redução de emissões de gases do efeito estufa, previstos no Acordo de Paris, do qual o Brasil é signatário.

De acordo com o presidente do SINDALCOOL/MT, Silvio Cézar Pereira Rangel, o RenovaBio vai mostrar como os produtores de biocombustível trabalham com energia limpa. “Estamos atuando para melhorar a questão ambiental, especialmente em se tratando das mudanças climáticas”, destaca Rangel.

O programa, lançado pelo Governo Federal no final de 2017, entra em vigor no final deste ano. O RenovaBio Itinerante apresentou aos produtores o funcionamento da RenovaCalc – ferramenta que calcula os Créditos de Descarbonização (CBIO) que cada unidade produtora terá direito a emitir por meio da Certificação da Produção Eficiente de Biocombustíveis, considerada toda a cadeia, agrícola e industrial.

Os CBIO serão pelas unidades produtoras e devem ser adquiridos pelos distribuidores de combustíveis fósseis para mitigar a emissão de gases. Assim, além de certificar que produz energia limpa, as usinas receberão recursos pela comercialização dos Créditos de Descarbonização.

Veja Também:  Agricultores familiares de Barra do Bugres e região recebem 20 mil mudas de café clonal

Além da RenovaCalc, também foi apresentada a empresa que será responsável pela certificação da unidade ou usina produtora de biocombustível, para que os créditos sejam emitidos.

“O prazo para que os distribuidores de combustíveis iniciem a compra do CBIO é dezembro de 2019, por isso os produtores já devem ir se preparando para a emissão do crédito, capacitando equipes e coletando os dados para o preenchimento da RenovaCalc, que é uma ferramenta que exige muitos dados”, explicou o representante da ANP, Marcelo Carvalho.

O valor de face de cada CBIO será definido em ato do CNPE – Conselho Nacional de Política Energética, e a partir daí seu valor dependerá da demanda do mercado e da comercialização de combustíveis fósseis no Brasil, apontam os participantes do evento.

Quanto mais as distribuidoras venderem combustíveis fósseis, maior será a necessidade de compra dos créditos, que deverão ser proporcionais a participação de mercado das distribuidoras.

Para a certificação e posterior emissão dos créditos, o produtor de biocombustível terá que informar, além dos parâmetros da indústria produtora, os parâmetros agrícolas, isto é, dados sobre a área onde a biomassa (cana de açúcar, milho e outros) é produzida. Uma das exigências é que a área agrícola esteja em conformidade com o Código Florestal, por meio da regularização do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

“Por exemplo, áreas onde ocorreu a supressão da vegetação nativa (desmatamento), depois da promulgação do RenovaBio, não serão consideradas para certificação e, consequentemente, não recebem créditos de descarbonização”, apontou Felipe Bottini, representante da Green Domus Desenvolvimento Sustentável, uma das empresas responsáveis pela emissão da Certificação da Produção Eficiente de Biocombustíveis.

Veja Também:  Após 16 dias na UTI jovem de 17 anos canta e anda por hospital de Tangará 

Segundo o presidente do Sindalcool/MT, o segmento em Mato Grosso está otimista e confiante com o RenovaBio. “Estamos, agora, nos organizando para implantação do programa em cada unidade, analisando as necessidades técnicas para adesão, como preparar e capacitar os profissionais que irão trabalhar com o programa”.

“É o programa que precisávamos, estamos animados com o início do RenovaBio. A certificação vai diferenciar o combustível limpo daquele que é produzido de forma não limpa. Caberá a cada usina buscar esta certificação.  Além de remunerar os produtores com a comercialização do CBIO”, diz o gerente das Usinas Itamarati, Caetano Henrique Grossi.

CRÉDITOS E METAS

As metas nacionais de redução de emissões para a matriz de combustíveis foram definidas para um período de dez anos, válidas até 2028.  As metas nacionais serão desdobradas em metas individuais compulsórias anuais para os distribuidores de combustíveis, conforme suas participações no mercado de combustíveis fósseis. Tais metas serão definidas e tornadas públicas pela ANP até 1º de julho de 2019.

Por meio da certificação da produção de biocombustíveis serão atribuídas notas diferentes para cada produtor e importador de biocombustível, em valor inversamente proporcional à intensidade de carbono do biocombustível produzido. A nota refletirá exatamente a contribuição individual de cada agente produtor para a mitigação de uma quantidade específica de gases de efeito estufa em relação ao seu substituto fóssil (em termos de toneladas de CO² equivalente).

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Vereador Lennon viabiliza ida de uma instituição financeira pela 1º vez a Aldeia Umutina

Publicados

em

O povo Balatiponé  – Umutina através do gabinete itinerante  do vereador Lennon Corezomaé, “PODEMOS” recebeu nesta sexta-feira (12) pela primeira vez a visita de uma instituição financeira na aldeia.

O Sicredi através dos gerentes Jonathas Guilherme “geral”,  Leonardo Zerbinatto “Contas”,  agência Barra do Bugres e Giorgie Guido, assessor de desenvolvimento do cooperativismo de Tangará da Serra, estiveram conhecendo os projetos de sustentabilidade para o território Umutina.

O cacique Luciel Boroponepá juntamente com, Isaac Amajumepá

e Sidnei Monzilar recepcionou a comitiva e os acompanhou, contando um pouco da historia do povo Balatiponé, o contato com Marechal Cândido Rondon, as dificuldades enfrentadas, entre outras.

Na ocasião foi falado dos projetos, “Bôloriê” confecção de artesanatos e biojoias, “Projeto Vivência”, sendo o turismo no território, jogos indígenas entre outros.

O gerente Jonathas Guilherme, se encantou com a historia e a receptividade dos Umutinas, “não tenho nenhuma dúvida de que neste momento demos um passo muito importante para futuras parcerias com nossos irmãos”, muita ideias surgiram agora é organizar e coloca-las em prática.  

O Cacique Luciel Boroponepá, ficou muito feliz com a visita, e agradeceu imensamente a presença de todos e torce muito para que deste primeiro contato surja muitas oportunidades em prol de seu povo.

Fico feliz em poder contribuir para esse importante encontro entre Umutinas e Sicredi que pode gerar muitos frutos frisou o vereador Lennon Corezomaé.

Confira mais fotos:

Fonte: Rubens Leite

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Homem é assassinado em frente a mercado em Arenápolis
Continue lendo

Barra do Bugres

Policia Militar de Nova Olímpia  prende homens acusados de roubo

Publicados

em

Na última quinta-feira (11) a Polícia Militar do 7° Comando Militar de Nova Olímpia prendeu dois homens suspeitos de roubar moradores da região do Jardim das Oliveiras. Os presos são dois do sexo masculinos de  40 anos e 16 anos.

Segundo informações da PM, eles estavam realizando rondas pela Av. Tancredo Neves, quando deparam com algumas pessoas em uma mercearia em situação de desespero, dizendo terem sofrido um roubo, apontando em direção ao rumo tomado pelos suspeitos. De imediato, a guarnição realizou diligências, logrando êxito em aborda-los a uma quadra do local em que os fatos ocorreram. Os suspeitos tentaram evadir do local em uma moto Honda Falcon, porém foram capturados pela polícia.

Na abordagem, os policiais encontraram em posse de um deles, um revólver cal. 38 com 5 munições intactas, provavelmente utilizada no delito e com o outro suspeito os materiais produto do roubo, com isso os suspeitos foram presos e o material foi recuperado.

Na abordagem foram apreendidos:

 

Veja Também:  Deputados de MT têm maior verba indenizatória do Brasil, com R$ 65 mil enquanto média nacional é de R$ 31 mil

01 revólver calibre 38, 05 munições intactas, 01 motocicleta Honda Falcon, R$ 144, 65 reais em espécie, 01 pacote de fumo, 06 isqueiros, 01 caixa de cerveja e 02 garrafas de aguardente.

Participaram da operação os Soldados da PM Fábio Santos e Peixoto, na qual conduziram os dois suspeitos a delegacia para as devidas providências.

Os suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia.

 

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana