conecte-se conosco


Economia

SP: programa oferece vagas em capacitação gratuita para exportação

Publicados

em

A Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (InvestSP) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo abriram as inscrições para o Programa Paulista de Capacitação para Exportações, o Exporta SP, que selecionará 150 startups, micro, pequenas e médias empresas, de todas as regiões do estado, interessadas em receber treinamento para acessar o mercado internacional. Os empresários têm até 17 de junho para fazer o cadastro pelo site da InvestSP .

A participação no programa é gratuita e por meio de plataformas online. O curso dura quatro meses e todas as empresas participantes contam com suporte da InvestSP por até dois anos após o encerramento do curso. Podem participar empresários de todos os setores de produção, de serviços e do agronegócio. Segundo as informações da InvestSP, de cada cinco empresas que participam do programa pelo menos uma começa a exportar antes mesmo do término da capacitação. e

O treinamento aborda os temas que mais desafiam os empresários no processo de internacionalização de seus produtos e serviços. Questões como inteligência comercial, formação de preços, adequação de produtos e serviços, plano de negócios, marketing e vendas são abordadas por especialistas da InvestSP e da Fundação Instituto de Administração (FIA).

Veja Também:  Caixa paga Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 4

Uma das etapas do programa consiste nas mentorias, que são momentos de atendimento individual nos quais se discute, por exemplo, o planejamento para exportação e as necessidades específicas de cada negócio. São quatro mentorias no decorrer do curso, que podem ser agendadas para o dia e o horário mais convenientes para o empreendedor.

O programa já formou 355 empresas e outras 152 se formarão em julho. A maior parte atua nos setores de alimentos e bebidas, máquinas e equipamentos, saúde e vestuário. A seleção dos participantes é feita com base em uma análise da equipe técnica da InvestSP, que leva em conta o nível de maturidade de cada empresa para acessar o mercado internacional.

Edição: Maria Claudia

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Nova presidente da Caixa assume cargo na terça-feira

Publicados

em

Por

A economista Daniella Marques Consentino teve o nome aprovado hoje (1º) pelo Comitê de Elegibilidade da Caixa Econômica Federal e assinou o termo de posse. Ela assumirá oficialmente o cargo na próxima terça-feira (5), em cerimônia oficial no Palácio do Planalto.

Ex-secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Consentino substituirá Pedro Guimarães, que pediu demissão nessa quarta-feira (29), após denúncias de assédio sexual que estão sendo investigadas pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Trabalho. Ele negou as acusações na carta de renúncia.

No governo desde janeiro de 2019, Consentino foi chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia. Uma das principais assessoras do ministro Paulo Guedes, ela assumiu a Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade no início do ano.

Com formação em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), a nova presidente da Caixa tem MBA em Finanças pelo Ibmec e uma carreira no mercado financeiro. Foi diretora-executiva da Oren Investimentos e diretora de Risco e Compliance, sócia e gestora de Renda Variável da Mercatto Investimentos. Antes de entrar no governo, foi sócia do ministro Guedes na Bozano Investimentos, onde foi diretora de Compliance e Operações e Financeiras.

Veja Também:  Setor público registrou superavit de R$358 bilhões em 2021

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Economia

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Festas juninas devem movimentar este ano R$ 641 milhões em São Paulo

Publicados

em

Por

As festas juninas devem movimentar R$ 641 milhões entre os meses de maio e julho no estado de São Paulo, segundo projeção do Centro de Inteligência da Economia do Turismo (Ciet), ligado à Secretaria de Turismo e Viagens. O centro calcula R$ 396,1 milhões de impacto direto e R$ 244,9 milhões de efeitos indiretos.

Uma grande parcela dessa movimentação financeira vem dos gastos do público durante os eventos, estimado em R$ 361,1 milhões. Os turistas representam 12% dos frequentadores das festas juninas, respondendo por 37% dos gastos (R$ 133,2 milhões), enquanto os moradores locais respondem por 63% do consumo (R$ 227,9 milhões), calculou o Ciet.

De acordo com informações do estado, em 2022, eventos em 316 municípios localizados em regiões turísticas devem reunir 3,7 milhões de pessoas, com geração de 15.950 empregos.

A projeção do Ciet mostra que as festas juninas deste ano praticamente recuperam o fluxo de visitantes e movimentação financeira, na comparação com o ano de 2019, período anterior à -pandemia.

Veja Também:  Cade mantém aval para venda da Oi Móvel, mas insere pontos no acordo

De acordo com o centro, o publico médio estimado em 2022 é de 12 mil pessoas por evento. Em 2019, o público estava em torno de 14 mil, e a movimentação financeira foi de R$ 660 milhões.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Economia

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana