conecte-se conosco


Policial

Televisões furtadas são recuperadas pela Polícia Civil em Barra do Bugres

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

 

Dois aparelhos de TV produto de furto foram recuperados na segunda-feira (25.03), durante investigações conduzidas pela Polícia Judiciária Civil de Barra do Bugres (167 km a Médio-Norte). Na ação, duas pessoas flagradas em posse dos aparelhos foram conduzidas a delegacia para prestar esclarecimentos.

As diligências iniciaram após a equipe de investigadores da Delegacia de Barra do Bugres receber denúncia de que o jovem, M.M.C., 21, havia adquirido uma televisão de 43 polegadas, produto de furto, ocorrido na cidade Nova Olímpia. No endereço do suspeito, os policiais constataram a veracidade da denúncia, sendo o aparelho furtado encontrado na residência.

Questionado, o suspeito disse que comprou a televisão, pelo valor de R$ 1 mil, no mês de janeiro. Na ocasião, o adolescente, R.A.S., de 17 anos, teria o procurado e oferecido a TV, dizendo que a sua mãe estava doente e precisava do dinheiro para comprar remédio.

O suspeito disse ainda que na semana passada, o mesmo adolescente o procurou novamente, vendendo outra TV, dessa vez de 50 polegadas, alegando que estaria indo embora da cidade. Como não tinha interesse no aparelho, o suspeito indicou uma conhecida, G.S.O., de 22 anos, que comprou a televisão do menor.

Veja Também:  Jovem tangaraense é presa com 21 Kg de maconha na fronteira com o Paraguai

Em continuidade as diligências, os policiais foram até a casa da suspeita, que confirmou ter adquirido o aparelho, vendido pelo adolescente. Em checagem, os investigadores identificaram que a TV de 50 polegadas também era produto de furto, ocorrido no dia 15 de março.

Diante da situação, as TVs foram apreendidas e os dois jovens flagrados com os aparelhos de origem ilícita foram conduzidos a Delegacia de Barra do Bugres para prestar esclarecimentos.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Mandados judiciais são cumpridos em investigação sobre crimes patrimoniais na região de Rosário Oeste

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Cinco mandados judiciais foram cumpridos pela Polícia Civil, nesta terça-feira (03.08),  nos municípios de Rosário Oeste e Lucas do Rio Verde durante investigação sobre crimes patrimoniais. Um homem foi preso e uma arma de fogo apreendida.

A ação é em continuidade aos trabalhos investigativos e operacionais de combate às ocorrências de roubos praticadas em propriedades rurais na região de Rosário Oeste.

Foram quatro mandados de busca e apreensão domiciliar e um de prisão temporária, decretados pelo juízo da Vara Única da Comarca de Rosário Oeste, após diligências da Delegacia de Polícia do município. 

Com as ordens judiciais expedidas pela Justiça, foi solicitado apoio à Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde foi cumprida a prisão temporária de um investigado de 34 anos, pelo roubo cometido na zona rural de Rosário Oeste, no mês de junho.

Além da prisão, a equipe da Delegacia de Lucas do Rio Verde cumpriu mais dois mandados de busca e apreensão domiciliar.

As outras duas ordens de busca e apreensão domiciliar foram cumpridas em Rosário Oeste. Em um dos endereços alvos, no Assentamento São José, os investigadores localizaram uma espingarda com várias munições de diferentes calibres. Não havia ninguém no local.

Veja Também:  Planejamento operacional e operações contribuem na redução roubos e furtos de veículos na região metropolitana

A arma de fogo foi levada para  aDelegacia de Rosário Oeste. Um procedimento foi instaurado pelo delegado Gustavo Godoy Alevado visando à continuidade das diligências investigativas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem tem prisão cumprida durante registro de boletim de ocorrência na Delegacia de Pedra Preta

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem com mandado de prisão em aberto foi preso pela Polícia Civil, na segunda-feira (02.08), após comparecer a Delegacia de Pedra Preta (238 km ao sul de Cuiabá) para registrar um boletim de ocorrência.

O suspeito de 38 anos estava com o mandado de prisão expedido pela Primeira Vara de Família e Sucessões de Rondonópolis desde novembro de 2020. A ordem de prisão foi cumprida, após o policial fazer as checagens necessárias na Delegacia de Pedra Preta, verificando o mandado em aberto, com validade até novembro de 2021.

Diante dos fatos foram tomadas as providências cabíveis sendo posteriormente o suspeito colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Um terço dos municípios de MT não registrou assassinatos no primeiro semestre
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana