conecte-se conosco


Mulher

Testemunha diz que vítima de feminicídio pediu socorro: ‘Ele vai me matar’

Publicados

em


source
Vitórya foi morta em shopping de Niterói
Reprodução

Vitórya foi morta em shopping de Niterói

Dois meses depois da morte da jovem Vitórya Melissa Motta, assassinada aos 22 anos por um colega de curso em um shopping de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, a Justiça do Rio realizou, nesta segunda-feira, na 3ª Vara Criminal do Fórum de Niterói, a primeira audiência para julgamento do caso, com a presença de testemunhas de defesa e de acusação.

Réu por feminicídio, Matheus dos Santos da Silva, de 21 anos, encontra-se preso preventivamente e também participa da audiência. Vitórya foi morta a facadas na praça de alimentação do centro comercial. À época, um sentimento não correspondido de Matheus pela jovem foi apontado como a motivação para o crime.

Desde as 13h40, quando as oitivas tiveram início, 11 testemunhas foram ouvidas. Entre elas, estão policiais que participaram da investigsação, amigos próximos de Vitórya e funcionários do shopping, como seguranças e trabalhadores de lojas. Apenas uma pessoa convocada, identificada como colega de Matheus e Vitórya no curso para auxiliar de enfermagem, não compareceu à audiência.

Ao depor em juízo, várias testemunhas destacaram a frieza do réu, que permaneceu de cabeça baixa enquanto esteve na sala a audiência. Abalada, uma funcionária do shopping, presente no momento do crime, relatou o desespero de Vitórya durante o ataque:

“Lembro que quando ela estava viva eu a ouvi dizendo “Socorro! Ele vai me matar!”, disse. A mãe de Vitórya, Marcia Maria Mota, acompanha os depoimentos ao lado de amigos da filha e parentes. Visivelmente abalada, ela não deu declarações.

Você viu?

“Até agora, não houve qualquer novidade para nós sobre o caso. O que a gente espera é que a justiça seja feita”, diz Patrícia Sodré, tia de consideração da vítima.

Veja Também:  Casal com 30 anos de diferença de idade fica noivo após três semanas de namoro

Uma colega de Vitórya, que pediu para não ser identificada, contou que o agressor disse que estava apaixonado pela amiga. Em 30 de maio, aniversário da vítima, tentou presenteá-la com dois livros, mas ela se esquivou. Matheus, no dia do crime, atingiu a jovem com oito golpes de uma faca comprada minutos antes no shopping.

A defesa do acusado entrou com um pedido de que um laudo de insanidade mental fosse produzido. A juíza da 3ª Vara Criminal de Niterói, Nearis dos Santos Carvalho Arce, porém, não autorizou o exame. Num trecho da decisão, fundamenta que “não há nos autos qualquer indício de que o réu seja acometido de distúrbio psiquiátrico”.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

Mulher

5 passos para tratar as manchas de melasma

Publicados

em


source
5 passos para tratar as manchas de melasma
Reprodução: Alto Astral

5 passos para tratar as manchas de melasma

Você já ouviu falar em melasma ? De modo geral, essa condição consiste em manchas escuras no rosto, principalmente em áreas como queixo, bochechas, nariz, buço e testa. Todavia, ela também pode acometer outras regiões do corpo para além da face, surgindo nos braços, pescoço e colo, por exemplo.

Segundo estudos da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), ainda não há uma causa definida para o aparecimento do melasma, mas ele está relacionado ao uso de anticoncepcionais femininos, gravidez, questões hormonais e, sobretudo, à exposição solar — não apenas à luz ultravioleta, como também à visível. Outro ponto destacado pela entidade, é que mulheres são mais propensas a ter as manchas, embora homens também possam apresentá-las.

Há alguns anos, a modelo Mariana Goldfarb contou que, além das sardas naturais, também tem melasma e relatou usar protetor solares todos os dias e manter uma rotina de skincare. Ela também aproveitou o momento para falar sobre autoaceitação e beleza natural, temas constantemente discutidos em seu perfil.

Dessa forma, prevenção e tratamento são os maiores aliados contra esse distúrbio de pele. “Essas manchas são mais escuras e podem agravar se não forem tratadas corretamente. Por isso, é muito importante tirar um tempo do nosso dia para tratá-las, clareá-las e impedir que voltem”, pontua a especialista em estética facial e corporal Luzia Costa.

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 12 de agosto de 2021

5 passos para tratar as manchas do melasma

Confira algumas dicas elencadas pela profissional para pôr em prática no dia a dia e cuidar adequadamente das manchinhas!

1 – Mantenha o skincare em dia

Assim como todas as peles, essa também precisa de cuidados diários e específicos para manter-se limpa, hidratada, protegida e tratada. Além de escolher produtos adequados para o seu tipo de pele junto ao seu dermatologista, lembre-se que a rotina deve ser feita todos os dias.

2 – Hidrate-se!

De acordo com Luzia, a hidratação passa a ser ainda mais importante em pessoas que apresentam a condição, visto que ela consegue potencializar o efeito dos protetores solares contra o sol e conferir ainda mais vitalidade e saúde à todas as peles, sem distinção.

3 – Proteção é obrigatória

Já vimos que um dos principais fatores para o surgimento do melasma é a exposição ao sol e também às luzes artificiais. Portanto, é fundamental aplicar o fotoprotetor todos os dias e reaplicá-lo em determinados intervalos. “Na hora de escolher o protetor solar, opte sempre por um que tenha fator de proteção alta (como o FPS 50), que seja próprio para o rosto e que proteja também contra luzes de celulares e computadores, além dos raios ultravioletas”, destaca a especialista.

Veja Também:  Nail art de animal print é aposta de tendência das famosas; inspire-se

Outro ponto ressaltado por ela, é investir em barreiras físicas contra o sol, como o uso de bonés, viseiras, chapéus e óculos de sol, especialmente quando for à praia ou piscina e tiver um contato direto com o sol. Afinal de contas, essa exposição pode agravar manchas já existentes ou até mesmo desencadear o problema.

4 – Alimente-se bem

Não é novidade que os cuidados com o corpo devem acontecer também de dentro para fora. “Opte sempre por comer frutas e vegetais que tenham betacaroteno, licopeno e vitamina A. Essas substâncias auxiliarão as células no combate aos radicais livres”, indica Luzia.

5 – Consulte o(a) dermatologista

O médico dermatologista é especialista em questões de pele, logo, é o profissional indicado para tratar o melasma. Além de diagnosticar a condição, ele mostrará alternativas para tratar as manchas, indicará os produtos corretos e discorrerá sobre os cuidados que devem ser tomados. Sendo assim, é extremamente importante marcar essa consulta e não aplicar ou usar nenhum remédio, creme ou dermocosmético sem orientação.

Fonte: Luzia Costa, formada em Estética, especialista em estética facial e corporal, desenvolvimento pessoal, massoterapia e imagem pessoal, é também CEO da marca Sóbrancelhas, especializada em micropigmentação e microblading.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Xamanismo: entenda mais sobre esse tipo de ritual

Publicados

em


source
Xamanismo: entenda mais sobre esse tipo de ritual
Redação João Bidu

Xamanismo: entenda mais sobre esse tipo de ritual

O xamanismo vem desde os séculos passados, quando a ciência dava os seus primeiros passos, e ainda não existiam medicamentos industrializados. Então eram nos rituais religiosos que as pessoas buscavam a cura de suas doenças. Um líder espiritual entrava em transe e invocava espíritos para negociar a salvação da alma dos doentes, pois acreditavam que as pessoas caíam em enfermidade por causa de suas almas perdidas. Esse conjunto de práticas é conhecido como xamanismo , e não se reduz a uma só definição. É uma crença, um ritual, mas não uma religião, pois apesar de ter muitos seguidores, não tem um fundador, nem um livro sagrado e nem mesmo uma doutrina.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

primavera

O que é o xamanismo

O xamanismo é usado para designar um dos sistemas de rituais mais antigos da humanidade, realizado por comunidades que se estendem da Ásia até o extremo sul da América . O termo é originado da palavra xamã , que é derivada de çaman , palavra utilizada pelos povos indígenas, denominados como Evenks siberianos, para nomear os seus rituais. Xamã é o líder religioso intermediário entre o mundo espiritual, a natureza e a comunidade. No Brasil, nas tribos indígenas, são chamados de pajé. 

Veja Também:  Nail art de animal print é aposta de tendência das famosas; inspire-se

Em cada comunidade, a prática do xamanismo possui suas particularidades. Por exemplo, a mediação exercida pelos xamãs amazônicos é diferente da exercida pelos povos maias e astecas. Enquanto os pajés encontram os espíritos e negociam com eles, os astecas e maias constroem templos e oferecem até sacríficos humanos aos seus xamãs. Essa prática de invocar espíritos é muito antiga e estudos arqueológicos indicam que existem pinturas em cavernas realizadas há mais de 50 mil anos que retratam seres metade homem, metade animal.

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana