conecte-se conosco


Mato Grosso

TJMT realiza sétimo dia de prova oral do Concurso da Magistratura

Publicados

em


Para reforçar o quadro de juízes nas comarcas do interior do Estado e aprimorar a prestação de serviços, prioridade da gestão para o biênio 2021/2022, o Concurso Público de Provas e Títulos para o Ingresso na Magistratura de Mato Grosso está na quarta fase, que consiste nas provas orais dos candidatos habilitados. Nesta segunda-feira (19 de julho) ocorreu o sétimo dia das arguições, que serão finalizadas no dia 13 de agosto em razão do número de candidatos aptos para esta etapa.
 
Antes do início da sabatina foi realizado o sorteio da ordem de arguição de cada habilitado, que são avaliados pelos membros da Comissão Especial Examinadora, composta pelos desembargadores Carlos Alberto Alves da Rocha (presidente), Gilberto Giraldelli, Guiomar Teodoro Borges e pelo advogado Ulisses Rabaneda dos Santos.
 
Mais de cinco mil candidatos realizaram a primeira fase do certame (prova objetiva). Posteriormente ocorreram as provas discursivas e de sentença cível e criminal, até as avaliações orais, com 228 candidatos divididos em 12 grupos. Por dia são arguidos 20 candidatos, com exceção do último dia, quando serão arguidos oito participantes (sobra do número de candidatos aptos dividido por grupos de 20 pessoas).
 
Geraldo Magela Eleuterio conta que há muito tempo se dedica para ingressar na carreira da magistratura. Atualmente ele é concursado no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e espera passar para a próxima fase. “São sete anos estudando muito, abrindo mão de várias coisas, principalmente do lazer para me dedicar aos estudos.”
 
A última etapa do concurso será a avaliação de títulos, classificatória. Os candidatos que avançarem para esta fase apresentarão seus títulos à Comissão do Concurso, que serão examinados e somados pontos às suas notas, o que pode mudar a classificação do concurso. Foi o que explicou o advogado Ulisses Rabaneda.
 
“Cada título, como pós-graduação, mestrado, doutorado, ser aprovado em outros concursos, possui um peso que somam pontos para os candidatos e existem marcos temporais estipulados no edital para os títulos. Os títulos serão avaliados e os pontos agregados às notas que os candidatos obtiveram nas fases anteriores. Ultrapassada essa etapa, a banca entrega o resultado à Presidência do Tribunal para fazer as convocações”, complementa o advogado.
 
O resultado final será divulgado no dia 30 de setembro e a homologação no dia 7 de outubro.
 
As rodadas da prova oral ocorrem de segunda e sexta-feira, a partir das 9h, transmitidas pelo canal oficial do TJMT no Youtube (acesse AQUI). 
 
Sorteio de pontos Nesse domingo (18 de julho) a Comissão Examinadora realizou o sorteio de pontos do conteúdo programático sobre os temas a serem respondidos pelos candidatos no dia da arguição. O sorteio dos pontos ocorre sempre 24 horas antes do dia da realização da prova oral, com a participação dos candidatos sorteados para a prova deste dia 19/07. A transmissão ocorre ao vivo pelo Youtube oficial do TJMT (saiba AQUI como foi o sorteio). 
 
Calendário – A divulgação do resultado da prova oral ocorrerá no dia 19 de agosto de 2021. No dia 30/10 será realizada a avaliação dos candidatos inscritos nas vagas reservadas aos candidatos negros que se autodeclararam pretos ou pardos. O prazo para recurso quanto ao resultado da avaliação/autodeclarações será nos dias 2 e 3 de setembro.
 
Medidas de segurança e prevenção – Protocolos de segurança são adotados em virtude da pandemia da Covid-19 para os candidatos no dia da prova oral. É obrigatório o uso correto e permanente de máscara facial pelo candidato, higienização adequada das mãos, uso de álcool 70%, evitar cumprimentos com aperto de mãos ou beijos, distanciamento social de no mínimo 1,5 metro, proibição de aglomeração e se possível evitar uso de adornos como brincos e pulseiras.
 
Normativos – Todas as informações sobre o concurso estão disponíveis nos editais N. 01/2021/CMAG e Anexos I e II; N. 02/2021/CMAG e Anexos e N. 03/2021/CMAG, publicados na edição n. 10996 do Diário da Justiça Eletrônico (DJE) do dia 10 de junho de 2021 (leia AQUI). 
 
Confira mais notícias sobre o concurso:
 
 
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 

Veja Também:  Terça-feira (07): Mato Grosso registra 23.506 casos e 896 óbitos por Covid-19

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Com 92 testes de alcoolemia realizados, Lei Seca prende 13 pessoas por embriaguez ao volante

Publicados

em


Durante a 28ª edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (24.07), 13 pessoas foram presas por dirigirem veículo sob efeito de álcool, conforme Art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A blitz ocorreu na Av. Isaac Póvoas, no centro, em Cuiabá, e foi concluída com 92 testes de alcoolemia.

Foram lavrados 58 Autos de Infração de Trânsito (AITs). Deste total, 23 foram por conduzir veículo sob efeito de álcool; 13 por recusar-se a realizar o teste de alcoolemia; cinco por conduzir veículo sem possuir CNH; nove por conduzir veículo sem registro ou não licenciado; e oito por outros motivos.

A operação resultou ainda em três Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) de motoristas dirigindo sem habilitação. Foram removidos 38 veículos, sendo 35 carros e três motocicletas, além de 39 veículos autuados.

Os agentes de trânsito e de segurança também recolheram 23 documentos, sendo 21 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e dois Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs).

Veja Também:  Mato Grosso tem mais 22 mortes por covid em 24 horas

Sob coordenação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), esta edição da Lei Seca contou com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob); e Sistema Penitenciário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

“Esse Governo tem um olhar diferente para as pessoas mais carentes”, afirma prefeito de Nova Nazaré”

Publicados

em


“Esse Governo tem um olhar diferente para as pessoas mais carentes”, disse o prefeito de Nova Nazaré, João Filho, ao receber a visita do governador Mauro Mendes nessa sexta-feira (23.07). O governador percorreu 13 municípios da Região Araguaia para entregar e vistoriar diversas obras de infraestrutura entre os dias 22 e 24 de julho. Além dar ordem de serviço para novas obras e promover ações em parceria com os prefeitos, o governador ainda realizou a entrega simbólica de cestas básicas do programa “Vem Ser Mais Solidário”.

No total, serão entregues 84 mil kits de alimentos, de limpeza e de higiene pessoal para todos os municípios mato-grossenses. As cestas são retiradas em Cuiabá, de acordo com cronograma estabelecido pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

“Desde que esse Governo assumiu a gestão do Estado, é possível perceber um olhar diferente para as pessoas mais carentes. Tem assistido bem o município de Nova Nazaré, sob a atenção constante da primeira-dama Virginia Mendes”, acrescentou Filho.  O prefeito de Querência, Fernando Gorgen, destacou a parceira com o Estados nas obras essenciais para o município. “É um Governo que está fazendo melhorias em todas as áreas e para todo o Estado”.

Veja Também:  Festival Braseiro: Promessa é de edições épicas em 2020, diz organizador

A comitiva e o governador também estiveram nos municípios de Água Boa e Cocalinho. “Estamos fazendo o nosso papel enquanto Estado. Na área da Assistência Social, na parceria com os municípios, estamos entregando cestas básicas, cobertores e auxílio financeiro que estão chegando nas mãos de famílias que realmente precisam”, pontuou Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana