conecte-se conosco


Agronegócio

TRIGO/CEPEA: Mesmo com negociação lenta, preços seguem firmes no BR

Publicados

em

Cepea, 7/3/2018 – Levantamento do Cepea aponta que as cotações do trigo em grão e das farinhas estão firmes no mercado brasileiro, apesar de a comercialização estar calma. Neste período de entressafra, é comum observar uma intensificação da “queda de braço” entre agentes para a negociar o volume remanescente. Para o grão, entre 1° e 28 de fevereiro, no mercado de balcão (valor pago ao produtor), os preços subiram 2,3% no Paraná, 0,7% em Santa Catarina e 0,1%, no Rio Grande do Sul. No mercado de lote (negociação entre empresas), os valores avançaram 2,4% no Paraná, 2% em São Paulo e 1,7% em Santa Catarina – no Rio Grande do Sul, houve estabilidade. Na última semana (de 22 de fevereiro a 1° de março), especificamente, os valores no balcão registraram ligeiro avanço de 0,1% no Paraná e estabilidade no Rio Grande do Sul. Quanto ao mercado de lotes, os valores avançaram 3,2% no Rio Grande do Sul, 1,5% em São Paulo e 0,1% no Paraná. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  MERCADO DE TRABALHO/CEPEA: População ocupada no agronegócio se mantém estável em 2018

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio

Estados Unidos vão comprar grãos ucranianos para programa da ONU

Publicados

em

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) está gastando mais de U$ 68 milhões na compra e envio de grãos ucranianos. A agência está fornecendo os recursos para o Programa Alimentar Mundial, das Nações Unidas, que historicamente obtém a maior parte de seus grãos da Ucrânia. Esse é o maior acordo de exportação desde a invasão russa e o estabelecimento do acordo para novos embarques a partir de portos ucranianos do Mar Negro. 

Com o acordo de exportação de grãos, intermediado pela ONU e pela Turquia, nos últimos dias, cada vez mais, navios estão entrando e saindo dos portos ucranianos. Nesta terça-feira (16), por exemplo, mais cinco navios deixaram a Ucrânia no maior comboio desde que o acordo foi assinado,

Diante desse aumento de embarques, a Onu espera que o corredor de grãos do Mar Negro possa cumprir a meta de aliviar uma possível crise alimentar global e reduzir os preços mundiais dos alimentos.

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Veja Também:  MERCADO DE TRABALHO/CEPEA: População ocupada no agronegócio se mantém estável em 2018
Continue lendo

Agronegócio

Problemas de logística atrapalham escoamento de carne em Mato Grosso

Publicados

em

A infraestrutura das rodovias de MT, ainda trazem problemas para o escoamento da produção agropecuária, principalmente, para a carne bovina. Essa situação atrapalha a chegada do produto ao porto de Barcarena (PA), através do chamado Arco Norte. 

O volume exportado pelo referido porto, é responsável por apenas 0,72% do volume total, isso representa 2,29 mil toneladas em equivalente carcaça (TEC) no período de janeiro a julho de 2022.

Já o porto de Santos (SP) embarcou um total de 228,53 mil TEC no mesmo período, respondendo por 99,28% das exportações de carne bovina de MT, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA).

O grande entrave da região é a falta de pavimentação das importantes rodovias de entroncamento de MT, especialmente as da região norte como as BRs 174 e 158, além é claro, de rodovias estaduais.

Segundo o presidente da Associação dos Criadores de MT, Oswaldo Pereira, essa questão faz com que a carne de MT perca competitividade.

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Veja Também:  MANDIOCA/CEPEA: Menor oferta sustenta cotações
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana