conecte-se conosco


Policial

Um terço dos municípios de MT não registrou assassinatos no primeiro semestre

Publicados

em


Pouco mais de um terço dos municípios de Mato Grosso não tiveram nenhum caso de homicídio no primeiro semestre de 2021. Ao todo são 53 cidades, cerca de 38% de um total de 141, que zeraram ocorrências de assassinato. Todas com população inferior a 21 mil habitantes. 

Em todas as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) de Mato Grosso há cidades que sequer registraram um assassinato. A maior delas é Nova Xavantina (651 km ao Leste de Cuiabá) de 20.944 habitantes, de acordo com estimativa do IBGE. 

A última ação violenta foi de um grupo que queimou um carro da Polícia Civil no município na madrugada de terça-feira (06.07), em retaliação contra as forças policiais que prenderam membros de organização criminosa que atuava na região Araguaia.  Porém, dois dias depois do crime, 12 foram indiciados pela Polícia Civil, mostrando agilidade na atuação.

O prefeito de Nova Xavantina, João Machado Neto (João Bang), disse que o compromisso assumido pelo município com a Segurança Pública da cidade tem feito toda a diferença para os resultados positivos.

Veja Também:  Casal foragido da Justiça de Rondônia tem quatro mandados de prisão cumpridos em Campos de Júlio

Dentre outras contribuições, todo o mês o prefeito destina R$ 3 mil para ser divididos entre Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.  É uma contribuição para a manutenção das unidades. “Acho fundamental trazer a Segurança Pública para dentro do gabinete do prefeito, a gente precisa de polícia 24 horas, é a saída para combatermos a criminalidade”, destacou. 

O delegado de Nova Xavantiva, Raphael Diniz, disse que a repressão imediata também é um dos fatores que repercutiram positivamente nos resultados criminais da cidade. “Temos reforçado os plantões nos fins de semana, colocando o pessoal do expediente em sobreaviso, conseguimos não só ficar sem homicídios, mas como reduzimos os roubos também. Além disso, operação integrada realizada com organização criminosa aqui no Araguaia, também surtiram efeitos na cidade”. 

O comandante da 3ª Companhia de PM de Nova Xavantina, tenente PM Jeorge Augusto Fernandes de Jesus, comentou que a Polícia Militar procura estar mais próxima da população não só no centro urbano, mas também com a realização de patrulhamento rural e fluvial. 

Veja Também:  Alvo de investigação tem prisão cumprida por rompimento de tornozeleira

“Fazemos visitas nas propriedades rurais, percorremos também em um barco adaptado para a PM o patrulhamento fluvial no Rio das Mortes. Dentro do município há várias ilhas, praias e estamos sempre atentos no trabalho ostensivo”.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) incinerou nesta quinta-feira, 29 de julho, 3,300 quilos de entorpecentes apreendidos no município.

De acordo com o delegado Antenor Pimentel Marcondes, a droga foi encaminhada para incineração após autorização do juiz da Comarca de Paranaíta, Tibério de Lucena Batista.

Conforme exigência legal, o ato contou com a presença de representantes do Ministério Público, promotora Daniele Baumgarten; da Vigilância Sanitária, Antônio da Silva e da Politec, Alan Vinicius de Figueiredo Lugli. Também acompanharam o ato delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles de Carvalho e a escrivã, Iraci Zeczkoski.

“A dependência química degrada vidas, desestrutura famílias, fomenta crimes e financia organizações criminosas. Por isso, o ato simboliza também o combate às drogas”, pontuou o delegado Antenor.

A incineração foi realizada em uma indústria cerâmica de Paranaíta, com apoio do empresário Valmir Mumbach.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Moradora de Alto Paraguai é presa com 22 kg de maconha no Mato Grosso do Sul
Continue lendo

Policial

Dois são presos após manterem família refém em Poconé

Publicados

em


Na tarde desta quinta-feira (29.07) policiais militares frustraram um roubo a residência, em Poconé. Dois homens foram presos em flagrante após manterem uma família refém, na região central do município. Na ação, a Polícia Militar recuperou dinheiro, joias, celulares e apreendeu duas armas de fogo.  

Por volta das 13 horas, a equipe da PM recebeu informação sobre um roubo em andamento em frente a uma livraria, localizada na Rua Barão de Poconé. De imediato, os policiais foram até o local, e foram informados de que dois homens haviam invadido uma residência, anunciando o roubo e quem mantinham a família de refém dentro do imóvel. 

A PM fez o cerco policial na região quando perceberam que os suspeitos estavam tentando fugir pelo muro dos fundos da casa. Os policiais verbalizaram com os suspeitos para que se entregassem, mas um dos homens com arma de fogo em mãos saiu e correndo e apontou o armamento na direção da equipe de policiais.  Diante da ameaça, os militares realizaram disparos contra o suspeito, com intuito inibir a ação.  

Veja Também:  Polícia Civil conclui inquérito de atropelamento que causou morte de feirante em Tangará da Serra

Um dos suspeitos entrou e outro homem se escondeu dentro da casa. Depois o suspeito tentou fugir novamente pela frente da residência e foi preso pela PM. Os policiais identificaram que um dos indivíduos presos reside em Cuiabá e o outro comparsa é do Estado da Paraíba.  

Na ação, a Polícia Militar recuperou celulares, joias, cédulas de dólares e apreendeu duas pistolas marca Jericho 941 F. Israel calibre 9 mm com 18 munições e uma pistola marca Imbel calibre 380 com uma munição e carregador de arma de fogo. A moto utilizada pela dupla presa foi apreendida.  Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana