conecte-se conosco


Carros e Motos

Veja 5 modelos esquecidos pelas fabricantes

Publicados

em


source

Um meme muito popular na internet traz a seguinte colocação: o Brasil não é para amadores. De fato, não é. Mas nosso ecossistema é tão volátil quando tratamos de questões econômicas que pode driblar até mesmo os executivos mais competentes do mercado automotivo .

Não é incomum que uma marca anuncie um modelo, deixe o tempo passar e não toque mais no assunto. Partindo disso, a reportagem do iG Carros relembra 5 ocasiões recentes em que fabricantes anunciaram modelos que logo caíram no esquecimento do grande público. Acompanhe.

1 – VW Atlas Cross Sport

VW Atlas Cross Sport: SUV médio é especulado como novo substituto do Touareg
Divulgação

VW Atlas Cross Sport: SUV médio é especulado como novo substituto do Touareg

A Volkswagen vive um impasse desde que tirou o Touareg do catálogo brasileiro. A nova geração do SUV de porte grande ficou mais rebuscada e cara, fator que poderia aumentar muito seu patamar de preço em nosso mercado. Neste cenário, o Atlas Cross Sport foi apontado como alternativa.

O Atlas Cross Sport tem o visual de SUV-cupê que está na moda e o mesmo motor 2.0 TSI de 230 cv de outros modelos Volkswagen no Brasil. A marca alemã nunca chegou a confirmá-lo, mas registrou suas patentes no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) no começo de 2020. Resta saber se os planos terão continuidade com o avanço da vacinação no país.

Veja Também:  Lightyear anuncia carro movido a energia solar com maior eficiência do mundo

2 – Renault Alaskan

Renault Alaskan: matriz brasileira enfrenta pressão argentina para que modelo seja vendido no país
Divulgação

Renault Alaskan: matriz brasileira enfrenta pressão argentina para que modelo seja vendido no país

Pense em uma novela enrolada! A Renault anunciou a picape média Alaskan na metade de 2018, despertando expectativas sobre uma possível estreia no Salão do Automóvel daquele ano. Mas durante o evento, a marca nem chegou a mencionar o lançamento do modelo. A picape sequer estava no palco durante a apresentação à imprensa, que foi transmitida ao público geral pela internet.

Os planos de produzir a Alaskan na Argentina começaram a esfriar ao longo de 2019. A marca chegou a cancelar produção, mas voltou atrás em 2020, um pouco antes do início da pandemia. A picape só chegou aos concessionários argentinos no último mês de outubro.

Neste momento, a Alaskan está em “banho-maria” para o nosso mercado. A Renault do Brasil enfrenta pressão da matriz argentina para que a picape seja vendida por aqui. Unidades do modelo foram flagradas no Paraná ao longo do último mês, colocando lenha nos rumores de que a história pode ter um desfecho. Vamos acompanhar…

Você viu?

3 – Mercedes-Benz Classe X

Mercedes-Benz Classe X: confirmada em 2016, fabricante optou por cancelar os planos em 2019
Divulgação

Mercedes-Benz Classe X: confirmada em 2016, fabricante optou por cancelar os planos em 2019

Outro modelo que deu uma ‘flopada’ foi a Classe X , a primeira picape média da história da Mercedes-Benz . Ela foi confirmada para o mercado brasileiro pela fabricante em 2016, quando o projeto ainda estava sendo finalizado. A produção seria na Argentina, na fábrica da Nissan, em Córdoba.

Em 2019, a Mercedes-Benz reconsiderou e decidiu encerrar os planos de produzir a Classe X no país vizinho. Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, a matriz brasileira tinha interesse em lançar o modelo e já negociava o arranjo de vendas com os concessionários. A Classe X seria vendida tanto nas concessionárias de automóveis quanto veículos comerciais da Mercedes-Benz, em um arranjo semelhante ao da Volkswagen Amarok. Infelizmente, não rolou.

Veja Também:  Nissan começa a produzir nova geração da Frontier nos Estados Unidos

4 – Chevrolet Silverado

Chevrolet Silverado: chegada foi adiada na Argentina, esfriando os planos para o Brasil
Divulgação

Chevrolet Silverado: chegada foi adiada na Argentina, esfriando os planos para o Brasil

A Chevrolet nunca escondeu o interesse em vender a última geração da picape de grande porte Silverado na América Latina. O primeiro país a receber a novidade seria a Argentina, onde o modelo chegou a ser exposto ao público ao longo de 2020. Se a picape tivesse boa recepção pelos hermanos, teria chances maiores de ser lançada no Brasil.

Em abril de 2021, a Chevrolet anunciou o adiamento do lançamento da Silverado na Argentina. Segundo a marca, trata-se de uma estratégia para priorizar modelos de maior apelo na região. Com isso, uma eventual importação para o Brasil também esfriou.

Resta saber se a Chevrolet dará continuidade aos planos de lançar a Silverado na América Latina, ou se os planos serão definitivamente cancelados.

5 – Citroën C5 Aircross

Citroën C5 Aircross: pandemia e fusão com a FCA atrapalharam os planos de lançamento
Divulgação

Citroën C5 Aircross: pandemia e fusão com a FCA atrapalharam os planos de lançamento

Quando a Citroën prometeu três novos modelos no Brasil até 2023, o SUV médio C5 Aircross era o primeiro nome na lista. Os executivos só não poderiam contar com dois fatores: o início da pandemia em março de 2020 e a fusão do Grupo PSA com a FCA Automobiles em janeiro de 2021. 

Com isso, a chegada do Citroën C5 Aircross retornou à incerteza. Ele foi lançado na Argentina em julho de 2020, mas sua importação para o mercado brasileiro se tornou um assunto nebuloso para a marca. Julgando o novo posicionamento da Citroën, que tirou 3 modelos de linha de uma só vez em nosso mercado, o SUV médio dificilmente virá ao Brasil.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

VW mostra Nivus na Alemanha com outro nome entre as mudanças

Publicados

em


source


VW Taigo vem com fillede de LED na grade dianteira entre as diferenças em relação ao Nivus brasileiro
Divulgação

VW Taigo vem com fillede de LED na grade dianteira entre as diferenças em relação ao Nivus brasileiro

A Volkswagen apresenta o Taigo , o novo SUV com ares de cupê, totalmente baseado no Nivus brasileiro. O Taigo será o primeiro modelo fabricado e vendido no mercado europeu, após ter sido desenvolvido na região América do Sul.

Produzido na moderna fábrica da Volkswagen em Pamplona, na Espanha, o Taigo utiliza a plataforma  Modular MQB , e tem como autores do design os irmãos José Carlos Pavone, chefe de design da Volkswagen SAM , e Marco Pavone, chefe de design exterior da Volkswagen na Alemanha.

Produzido na moderna fábrica da Volkswagen em Pamplona, na Espanha, o Taigo utiliza a Estratégia Modular MQB
Divulgação

Produzido na moderna fábrica da Volkswagen em Pamplona, na Espanha, o Taigo utiliza a Estratégia Modular MQB

Considerado o primeiro veículo 100% desenvolvido na América Latina que será produzido e comercializado no mercado europeu; o Taigo traz o design exclusivo do Nivus , arrojado e com linhas que remetem a um cupê esportivo, até então desconhecido no segmento de SUVs entre os europeus.

Veja Também:  Nova geração do Mercedes-Benz GLC está confirmada para o Salão de Genebra 2019

Com relação a equipamentos de conforto e segurança, o Taigo segue a linha do Nivus , como o ACC (Controle Adaptativo de Cruzeiro), AEB (Frenagem Autônoma de Emergência), Post-Collision Brake, Alerta de Fadiga, sistema Kessy, ESC (controle de estabilidade), ASR (controle de tração), XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), entre outros itens.

Tal como o Nivus , o Taigo também contará com motores TSI. No caso das versões vendidas no Brasil, temos o 1.0 turboflex, capaz de render 128 cv e 20,4 kgfm de torque com apenas etanol no tanque, números suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em 10 segundos e atingir 189 km/h, conforme a fabricante.

O interior do VW Taigo tem uma combinação de cores mais ousada, o que não acontece com o Nivus do Brasil
Divulgação

O interior do VW Taigo tem uma combinação de cores mais ousada, o que não acontece com o Nivus do Brasil


Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Chevrolet anuncia lançamento do elétrico Bolt EV para setembro

Publicados

em


source
Chevrolet Bolt EV chega ao Brasil quase ao mesmo tempo que rivais elétricos, como Fiat 500 e Peugeot 208 e-GT
Divulgação

Chevrolet Bolt EV chega ao Brasil quase ao mesmo tempo que rivais elétricos, como Fiat 500 e Peugeot 208 e-GT

A Chevrolet confirma a chegada do novo Bolt EV 100% elétrico às concessionárias brasileiras para setembro. Ele será o primeiro de quatro modelos que serão lançados no Brasil até o final do ano . Os outros três são versões inéditas de S10 e Cruze, além do Equinox reestilizado.

O Bolt EV recebeu novo visual que inclui frente redesenhada, com mudanças nos faróis, grade, parachoque e capô. Com isso, o carro ficou com aspecto futurista e aumentou um pouco de tamanho em relação à versão anterior, além de ter ganho equipamentos como multimídia atualizada, com tela de 10,2 polegadas.

Apesar da confirmação, a fabricante não revelou qual versão do Bolt EV chegará às lojas. O certo é que o modelo terá baterias de íons de lítio e motor elétrico capaz de render 203 cv e bons 36,7 kgfm de torque. A autonomia estimada para o Bolt é de 416 km. O anúncio será feito mais próximo ao lançamento oficial.

A Chevrolet está preparando o lançamento do novo Bolt desde o início de junho, quando triplicou o número de concessionárias que atendem encomendas para veículos elétricos, saltando de 26 para 79. Atualmente, a General Motors tem a maior cobertura de venda e assistência para modelos zero emissão no Brasil.

O Bolt EV será vendido em 50 cidades espalhadas por 20 estados. A maioria das concessionárias estreantes está nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Além disso, houve um crescimento expressivo no interior de São Paulo. 

Veja Também:  Toyota Etios Sedan xVW Voyage: sedãs compactos automáticos se enfrentam
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana